Como atuamos no Brasil

O UNICEF foca seu programa de cooperação com o Governo do Brasil entre 2017-2021 nos grupos de crianças e adolescentes que mais precisam de apoio, e atua nos territórios em que eles estão concentrados.

Mulher carrega sua filha bebê no colo. Elas estão embaixo de um guarda-chuva
UNICEF/BRZ/Raoni Libório

Nas últimas décadas, o Brasil promoveu um forte processo de inclusão social. Entre as inúmeras conquistas, o País reduziu a mortalidade infantil e milhões de crianças passaram a frequentar a escola.

O acesso a esses e outros direitos, no entanto, não aconteceu de forma igual para todos. Muitas meninas e muitos meninos ainda são deixados para trás. É por isso que o nosso esforço precisa continuar.

O Brasil ainda precisa melhorar as políticas públicas atuais e investir em novas políticas para realmente alcançar os mais excluídos e vulneráveis.

De acordo com o Governo Brasileiro e parceiros, a grande relevância do trabalho do UNICEF está na capacidade de identificar, monitorar, coletar, produzir dados e trabalhar pelos direitos de crianças, adolescentes e famílias em situação de vulnerabilidade social.

Reduzir as desigualdades e garantir a igualdade de direitos entre as pessoas é uma tarefa complexa e nada fácil. Isso porque os desafios enfrentados diariamente por crianças e adolescentes não são o resultado de apenas um fator isolado. Geralmente, a desigualdade é o resultado de muitas causas, que incluem a pobreza, a violência, a discriminação, o baixo acesso a serviços públicos, poucos ou nenhum espaço de participação e a falta de um engajamento real da sociedade para os direitos de crianças e adolescentes.

Damos prioridade às crianças e aos adolescentes

menino sentado no chão

1) Que estão completamente excluídos, isto é, que não têm acesso aos serviços básicos de saúde, educação e proteção.

menina sentada em uma cadeira de rodas, na sala de aula

2) Que já têm seu direito básico garantido, mas estão em risco de perdê-lo ou com acesso a serviços de baixa qualidade.

menino olha pela janela

3) Que são vítimas de formas extremas de violência.

Como o UNICEF atua

O UNICEF conta com o apoio de inúmeros parceiros, bem como de seus apoiadores e doadores individuais e corporativos, para executar um programa de país inovador, que combina ações de saúde, educação, proteção e participação social dirigidas aos mais vulneráveis e excluídos.

Se os problemas são de múltiplas dimensões, nossa resposta também deve ser.

Incidência em políticas públicas

O UNICEF atua nacionalmente na articulação de políticas públicas para a garantia dos direitos de meninos e meninas.

Engajamento da sociedade

UNICEF atua para engajar toda a sociedade na defesa dos direitos da infância e da adolescência:

Presença no território

Com o Selo UNICEF, a Plataforma dos Centros Urbanos (PCU) e os nossos 10 escritórios no Brasil, conseguimos alcançar as regiões onde os grupos mais vulneráveis estão concentrados:

Documento do Programa de Cooperação do UNICEF com o Brasil para o período de 2017–2021

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações.