Reforço do sector e Sistemas de gestão

O UNICEF trabalha para o fortalecimento da cooperação no sector da água, saneamento e higiene, e coopera com o Governo de Angola para a implementação de um sistema de recolha de dados e gestão

Wash emergencias
UNICEF-Angola/2017/Lourenco

Cooperação técnica de operadores de água e saneamento 

Associações entre operadores de água e saneamento, ou Water Operators’ Partnerships (WOPs), são um mecanismo internacional promovido pela Organização das Nações Unidas para a cooperação técnica, e sem fins lucrativos, de operadores de água e saneamento, desenvolvidos pela Aliança Global de Parcerias entre Operadores de Água - GWOPA (Global Water Operators’ Partnerships Alliance). 

Os WOPs são baseados no uso das habilidades, conhecimentos técnicos e solidariedade de uma empresa operadora oferente (orientador) para reforçar a capacidade de outro operador (orientado/a), que precise de apoio em áreas específicas para a melhoria do seu desempenho.

Desde 2017, as províncias do Cunene e de Cabinda têm acordos de cooperação no sector da água, saneamento e higiene, através de WOPs, com as empresas de águas de Moçambique, Portugal e Holanda

O subprograma de Reforço de competências no sector da água, saneamento e higiene do UNICEF contribui para as prioridades nacionais, juntamente com os parceiros GWOPA/ UN- Habitat, no âmbito do fortalecimento técnico dos agentes do sector, através da implementação de WOPs em Angola. Este subprograma contribui ainda no apoio às acções de capacitação através do estabelecimento do Centro de Formação Profissional em Água e Saneamento (CFP - AS), com foco no desenvolvimento curricular e na promoção de oportunidades de formação para o sector. 

 

WOPs passo a passo

O processo de facilitação dos WOPs inicia-se com a apresentação de potenciais parceiros, a facilitação dos acordos de parceria e a identificação de actividades (contrato de Serviços). Depois, procede-se ao diagnóstico completo para avaliar as necessidades e ao desenvolvimento de um Plano de Acção ou de Melhoria de Preformidade (PIP).

O PIP é uma estratégia que define objectivos a médio e longo prazos e que organiza o cronograma de actuação, com acções e expectativas. Serve para: ajudar os serviços públicos a fazerem um diagnóstico holístico da sua situação; ajudar os serviços públicos a priorizarem as suas necessidades em termos de CB; e contribuir para o desenvolvimento de planos de acção priorizados e planeados para melhorar seu desempenho como um todo.

Depois de um PIP delineado, o WOP entra na sua fase de implementação, durante a qual é necessário facilitar a implementação do PIP e a acompanhar seu progresso e os resultados.

O sucesso do WOP mede-se também pela sua proliferação contínua, onde cada vez mais aprendizes se tornam mestres. Na fase final, é necessário apoiar o destinatário para se tornar um mentor, ajudar a realizar actividades de formação nacional e desenvolver produtos de conhecimento e divulgá-los através de redes regionais e nacionais.


 

Ferramentas para a Informação e Gestão dos serviços

O UNICEF e o Governo de Angola cooperam no sector da água, saneamento e higiene há mais de 20 anos, com resultados visíveis na melhoria do abastecimento de água potável e saneamento, reduzindo assim a incidência de doenças diarreicas e outras doenças transmitidas pela água.

Os sistemas de recolha e gestão de dados de qualidade são essenciais para orientar os tomadores de decisões quanto à sua actuação no sector das águas, saneamento e higiene, e na elaboração de políticas. 

O subprograma Sistemas e gestão de informação do UNICEF contribui para as prioridades do Governo de Angola através da implementação do Sistema de Informação de Água e Saneamento (SISAS). 

 

SISAS - Sistema de Informação de Água e Saneamento 

O Sistema de Informação de Água e Saneamento (SISAS), desenvolvido pelo UNICEF e os seus parceiros, a Secretaria de Estados das Águas, a Direcção Nacional de Águas (DNA) e o Ministério da Energia e Águas (MINEA), com o apoio financeiros da União Europeia, é um software de dados para a monitorização e avaliação regular e sistemática do sector da água, saneamento e higiene em Angola, que tem como principais objectivos:

  • Determinar o estado actual dos serviços de saneamento e da água e elaborar relatórios onde os desafios no sector são identificados.
  • Facilitar o planeamento e formulação de políticas, normas e estratégia, e acompanhar a monitorização e o seguimento de modo a garantir o progresso e impactos positivos dos investimentos.
  • Constituir um sistema único e oficial do sector para providenciar informação de qualidade, confiável e atempada.