Viva Melhor Sabendo Jovem faz a diferença em Vitória, no Espírito Santo

Com mais de 1.000 testes rápidos de HIV e sífilis realizados nas ruas, o projeto adaptou suas atividades durante a pandemia de Covid-19

UNICEF Brasil
15 julho 2020
participantes do projeto Viva Melhor Sabendo Jovem em Vitória posam sorridentes para a foto
Divulgação

Foram nove meses de Viva Melhor Sabendo Jovem, levando informação sobre saúde sexual, além de orientação e testagem rápida de diferentes infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) para jovens de bairros vulneráveis do município de Vitória, no Espírito Santo. Realizado pelo UNICEF e a Associação Gold, em parceria com a Prefeitura de Vitória e a Secretaria Estadual de Saúde, o projeto contou com atuação de jovens multiplicadores, atuando de jovem para jovem.

Distribuir folhetos informativos e preservativos nos locais frequentados por adolescentes e jovens foi uma das rotinas do projeto. Além dessas estratégias de prevenção, a equipe orientou e ofereceu acesso à testagem rápida e encaminhamento aos devidos serviços de saúde. Em 38 ações de campo, de outubro de 2019 a março de 2020, foram realizados 915 testes rápidos fluido oral de HIV e 405 testes rápidos de sífilis. Ao todo, 10 testes de HIV e 31 de sífilis resultaram reagente positivo. Das pessoas que fizeram o teste, 48% declararam ter sido o primeiro teste de HIV da vida – revelando a falta de acesso da população a esse serviço.

grupo de jovens usando máscara está atras de uma mesa
Divulgação

“Conseguimos atingir nossas metas mesmo com a pandemia. Fiquei honrada com a oportunidade de trabalhar com o UNICEF e desconstruir essa ideia de que testar positivo é o fim da linha. Na verdade, pode ser o começo de uma nova vida. Se conseguimos dialogar com as pessoas, é possível ajudá-las a compreender a questão e se aceitar. Saber o diagnóstico é o primeiro passo”, afirma Déborah Sábara, presidente da Gold e coordenadora do projeto.

Com a chegada da pandemia do novo coronavírus, as ações presenciais do projeto foram suspensas, e novas formas de disseminar informações sobre o tema tiveram de surgir. No mês de maio, o Viva Melhor promoveu o concurso “45 segundos de prevenção”, com o objetivo engajar adolescentes e jovens do Espírito Santo sobre como se manter seguro em meio a pandemia. Todos os inscritos no concurso receberam cestas básicas como prêmio de participação e os três primeiros colocados do ganharam um celular.

panfleto com dicas de proteção contra o coronavírus

 

Outra ação emergencial assumida pelo projeto foi a entrega de 900 kits de higiene pessoal para as famílias de jovens em situação de vulnerabilidade da comunidade Território do Bem, onde mora a maioria dos jovens testados durante o projeto. Além disso, de acordo com os dados da Prefeitura de Vitória, nesse território existe a maior incidência de ISTs na capital capixaba. Outros 100 kits foram entregues para integrantes da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids do Espírito Santo. Com os kits, foi entregue também um panfleto informativo com medidas simples para prevenção.

Para a coordenadora do UNICEF para o Sudeste, Luciana Phebo, a ação coletiva, em rede, é muito importante neste momento de pandemia: “Atuar com parceiros do território potencializa o alcance do UNICEF às populações mais vulneráveis. No caso do Viva Melhor Sabendo Jovem, a Gold ajudou o UNICEF a chegar às pessoas que mais precisam de prevenção no Espírito Santo. Eles tiveram um papel relevante porque atuam com a população LGBTI, isso foi um diferencial, por meio deles conseguimos atender essa população”, afirma.