A nível mundial 1 em cada 10 bebés nasce prematuro

17 Novembro 2022
A nível mundial 1 em cada 10 bebés nasce prematuro
UNICEF/2022

Maputo, 17 de Novembro de 2022 .  Estima-se anualmente que no mundo, nasçam cerca de 15 milhões de bebés prematuros, isto é mais de 1 em cada 10 bebés.

Aproximadamente 1 milhão de crianças menores de 5 anos morrem todos os anos devido a complicações da prematuridade.

A prematuridade contribui em 16% para a mortalidade em menores de 5 anos e em 35% das mortes neonatais.

Muitos destes bebés prematuros, irão sobreviver, mas poderão enfrentar uma vida inteira de deficiências, incluindo dificuldades de aprendizagem, problemas comportamentais, deficiências motoras, infecções respiratórias crónicas, problemas visuais e auditivos, entre outros.

Segundo a Organização Mundial de Saúde a taxa de prematuridade em Moçambique é estimada em 13% (fonte: World Bank 2022)

Mais de três quartos dos bebés prematuros que nascem podem ser salvos com cuidados essenciais viáveis e de baixo custo, como são os cuidados essenciais que devem ser administrados durante o parto e no período pós-natal para cada mãe e seu bebé.

O Dia Mundial da Prematuridade, dia 17 de Novembro, também conhecido como o Dia Internacional da Sensibilização para a Prematuridade, é celebrado em mais de 100 países com o objectivo de se elevar a consciencialização sobre o parto prematuro e reflectir-se sobre estratégias para reduzir a taxa de prematuridade e garantir que cuidados de qualidade sejam oferecidos a todos os bebés prematuros e suas famílias.

Evidências cientifícas mostram que o contacto pele a pele iniciado imediatamente após o nascimento tem-se mostrado uma práctica extremamente benéfica e eficaz especialmente importante no caso de bebés prematuros. Este ano, sob o lema, “Garanta o contacto pele-a-pele com os pais desde o momento do nascimento” a reflexão inclui o Método Mãe Canguru (MMC), com o apelo global à acção: O MMC é o cuidado de recém-nascidos prematuros ou de baixo peso ao nascer em regime contínuo e contacto pele a pele prolongado com a mãe ou o pai.

Os benefícios do MMC desde o momento do nascimento, para o bebé e para a mãe, incluem  controle da temperatura, prevenção de infecções, facilita o aleitamento materno, e reduz o risco de mortalidade neonatal em 40%, proporcionando inúmeros benefícios entre os pais e o bebé, incluindo o fortalecimento do vínculo afectivo.

Apesar dos benefícios do cuidado pele a pele para prematuros/baixo peso, implementar o MMC como práctica tem sido um desafio persistente a nível global. A adopção e implementação do MMC, exige uma mudança de paradigma no modelo “clássico” de atenção da unidade neonatal, que separa a mãe e o bebé, especialmente se o bebé nascer muito pequeno. Com o MMC, apresentamos uma visão onde mães, pais, recém-nascidos e famílias formam um elo inseparável em torno do qual a prestação de cuidados aos bebés prematuros é estruturada.

A prevenção de mortes e complicações da prematuridade começa com a saúde da mãe. Cuidados de qualidade e centrados na mulher antes, entre e durante as gravidezes; durante e depois do parto, irão assegurar que todas as mulheres tenham uma experiência de gravidez positiva.

Em Moçambique o Governo, em coordenação com parceiros, definiu intervenções  laras para prevenir e reduzir a prematuridade, no âmbito da implementação do Plano de Accão para Cada Recém-Nascido ( PARCRN) 2019-2023, e visam a melhoria da qualidade dos cuidados durante a gravidez, parto e a qualidade dos cuidados oferecidos aos bebés prematuros e de baixo peso depois do nascimento.

Desde 2015 que, em Moçambique, o MISAU (Ministério da Saúde) e os seus parceiros, entre eles a OMS, o UNICEF, o UNFPA, a USAID e outros, têm estado a realizar actividades de consciencialização das comunidades para os cuidados dos bebés nascidos prematuros e bebés com baixo peso .

Este ano, as actividades comemorativas do Dia Mundial da Prematuridade, irão decorrer na semana de 14 a 19 de Novembro e a cerimónia central irá realizar-se no dia 17 de Novembro, no Distrito de Chonguene, Província de Gaza, sob o lema “Garanta o contacto pele-a-pele com os pais desde o momento do nascimento”.

 


Sobre a USAID

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) lidera o desenvolvimento internacional do Governo dos Estados Unidos e a assistência em caso de desastres através de parcerias e investimentos que salvam vidas, reduzem a pobreza, reforçam a governação democrática, e ajudam as pessoas a sair de crises humanitárias. Para mais informações sobre o trabalho da USAID, visite Twitter, Facebook e o nosso website

Acerca da OMS

A OMS é a autoridade coordenadora para a saúde no âmbito do sistema das Nações Unidas. É responsável por liderar questões de saúde global, moldar a agenda da investigação em saúde, estabelecer normas e padrões, articular opções políticas baseadas em provas, prestar apoio técnico aos países e monitorizar e avaliar as tendências em matéria de saúde. No século XXI, a saúde é uma responsabilidade partilhada, envolvendo o acesso equitativo aos cuidados essenciais e a defesa colectiva contra as ameaças transnacionais. Siga as actividades do OMS Moçambique no Twitter e no Facebook

 

Sobre o UNFPA

O UNFPA é a agência de saúde sexual e reprodutiva das Nações Unidas. A nossa missão é entregar um mundo onde toda a gravidez é desejada, todo parto é seguro e o potencial de cada jovem é realizado. O UNFPA pede a realização dos direitos reprodutivos para todos e apoia o acesso a uma ampla gama de serviços de saúde sexual e reprodutiva - incluindo planeamento familiar voluntário, assistência à saúde materna e educação sexual abrangente.  Siga o UNFPA no  Twitter, Facebook, Instagram, e visite o nosso website.

 

Contacto para os media

Gabriel Pereira
Communication Officer
UNICEF Moçambique
Telefone: +258 82 316 5390

Sobre o UNICEF

O UNICEF trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do mundo, para chegar às crianças mais desfavorecidas. Para salvar as suas vidas. Para defender os seus direitos. Para ajudá-las a alcançar o seu verdadeiro potencial. Presentes em 190 países e territórios trabalhamos para cada criança, em qualquer parte, todos os dias, para construirmos um mundo melhor para todos. E nunca desistimos. Para mais informação sobre o UNICEF e seu trabalho para cada criança, visite www.unicef.org.mz

Siga as actividades do UNICEF no Twitter e Facebook