Governo do Japão apoia a resposta a COVID-19

Governo do Japao apoia na redução das transmissões da COVID-2019 entre seres humanos e ajuda atenuar o impacto do surto através da comunicação dos riscos e do envolvimento da comunidade, da disponibilização de fornecimentos críticos.

09 Junho 2020
Os impactos da COVID-19 nas crianças em Moçambique
UNICEF Moçambique/2020

MAPUTO, Moçambique – Em resposta ao apelo das autoridades moçambicanas, o Governo do Japão, através da Embaixada do Japão em Moçambique, desembolsou de emergência USD745,200 através do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para responder às prioridades identificadas no Plano de Resposta Nacional  a COVID-19.

“Estamos muito felizes com este apoio generoso do Governo do Japão para mitigar o impacto da COVID-19 nas comunidades moçambicanas e, em particular, suas crianças” disse Katarina Johansson, Representante interina do UNICEF em Moçambique.

A crise da COVID-19 é também uma crise de direitos da criança. É menos provável que as crianças adoeçam com o vírus, mas temos de agir agora para que não se tornem vítimas ocultas, suportando o peso dos impactos a longo prazo desta crise.

O encerramento de escolas afectou 8,5 milhões de estudantes a todos os níveis, com 14.667 escolas pré-primárias, primárias e secundárias actualmente encerradas.

O Ministério da Saúde (MISAU) criou centros de tratamento e isolamento e equipas de resposta rápida em todas as províncias. O MISAU desenvolveu um Plano de Preparação e Resposta com acções nas seguintes áreas: coordenação, vigilância de doenças e ponto de entrada, laboratório, gestão de casos, fornecimentos e logística, recursos humanos, prevenção e controlo de infecções (IPC) e comunicação e mobilização social.

Os casos de COVID-19 em Moçambique continuam a aumentar, com 424 casos positivos registados (MISAU 07.06.2020), distribuídos por todas as  províncias e cidade de Maputo, elevando o total para 66 casos pediátricos no país.

Além disso, a África do Sul, o país com mais casos registados em África, repatriou subitamente cerca de 800 moçambicanos em resultado da greve de um trabalhador no centro de trânsito de migrantes, devido à falta de EPIs. Isto representa um risco adicional para o país, uma vez que existem casos confirmados da COVID-19 dentro deste grupo.

Sob a liderança do Governo de Moçambique, através do MISAU, o UNICEF apoiou a formação de 126 agentes de saúde comunitários sobre a resposta à COVID-19 e a gestão integrada dos casos comunitários; finalizou e realizou um pré-teste de um inquérito telefónico interactivo de resposta de voz (IVR) sobre a COVID-19 em conjunto com outros parceiros e está a apoiar na implementação de infraestruturas de água, saneamento e higiene a nove centros de tratamento de isolamento.

Neste contexto, o presente apoio do Japão, no contexto dos países envolvidos incluindo Moçambique, surge num momento crucial e visará os seguintes componentes:

  1. Provisão de fornecimentos para melhor Controlo de Infecções e Prevenção (IPC) e fornecer materiais essenciais médicos e de água, saneamento e higiene. Note-se que estes artigos, tais como equipamento de protecção, kits de ensaio, etc., serão verificados quanto à sua adequação para cerca de 136.500 pessoas dentre crianças, mulheres e homens;
  2. Reforço da comunicação dos riscos e o envolvimento da comunidade, incluindo o envolvimento digital e a monitorização dos rumores para atingir 2.000.000 pessoas; desenvolvimento e divulgação de mensagens fundamentais através de vários canais, como os meios de comunicação social, os programas de rádio e televisão, o envolvimento da comunidade, o teatro, a rede de extensão comunitária e de saúde, e através de parceiros e outras redes, ampliar as mensagens de modo a que possam alcançar a população, trabalhar com as celebridades/embaixadores do UNICEF para reforçar a mensagem fundamental e responder à desinformação através da obtenção de mensagens fundamentais. De salientar que 250 famílias beneficiar-se-ão de transferências monetárias multissectoriais. 

A contribuição do Japão, em resposta à crise humanitária da COVID-19, totaliza USD745.200.

 

 

Contacto para os media

Gabriel Pereira
Communication Officer
UNICEF Moçambique
Telefone: +258 82 316 5390
Claudio Fauvrelle
Communication Officer
UNICEF Moçambique
Telefone: +258 82 305 1990

Sobre o UNICEF

O UNICEF trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do mundo, para chegar às crianças mais desfavorecidas. Para salvar as suas vidas. Para defender os seus direitos. Para ajudá-las a alcançar o seu verdadeiro potencial. Presentes em 190 países e territórios trabalhamos para cada criança, em qualquer parte, todos os dias, para construirmos um mundo melhor para todos. E nunca desistimos. Para mais informação sobre o UNICEF e seu trabalho para cada criança, visite www.unicef.org.mz

Siga as actividades do UNICEF no Twitter e Facebook