Redes de Inclusão 2018

Garantindo direitos das famílias e das crianças com síndrome congênita do zika vírus e outras deficiências

Destaques

No fim de 2015, foi observado um aumento dos casos de crianças com alterações no desenvolvimento devido à infecção pelo vírus zika, anunciando o que foi considerado o maior problema de saúde pública dos últimos anos no Brasil. A partir de março de 2016, o UNICEF, com a coordenação técnica da Fundação Altino Ventura (FAV), implementou o projeto Redes de Inclusão em Recife (PE) e Campina Grande (PB), municípios que estavam entre os mais afetados pela epidemia na época.

Esta publicação aborda tanto o contexto inicial da epidemia, quanto a metodologia da iniciativa e seus principais resultados, desafios e lições aprendidas. É a sistematização do projeto Redes de Inclusão, com base em entrevistas de quase uma centena de gestores, profissionais de saúde, educação e assistência social, mães, pais, cuidadores e parceiros, entre agosto e outubro de 2017.

capa da publicação Redes de Inclusão mostra uma mãe beijando sua bebê

Autor

UNICEF Brasil, Fundação Altino Ventura

Data da publicação

Idiomas

Português

ISBN

78-85-87685-49-0

Baixar o relatório

(PDF, 6,30 MB)