Agenda pela infância e adolescência na Amazônia

Indicadores sociais da região revelam que não basta ter compromisso com a realização dos direitos, é preciso conhecer e entender a região a partir de sua diversidade cultural, social, econômica e ambiental.

Destaques

A Amazônia Legal Brasileira corresponde a 60% do território nacional. É a casa de povos indígenas, ribeirinhos e quilombolas, mas também de grandes centros urbanos, como Manaus e Belém. São cerca de 27,7 milhões de habitantes – sendo 9,1 milhões de crianças e adolescentes – distribuídos em 808 municípios de nove Estados.

O UNICEF no Brasil promove e protege os direitos de todas as crianças e todos os adolescentes que vivem na Amazônia Legal, especialmente aqueles mais invisíveis, os que vivem em áreas longínquas e de difícil acesso, mas também na periferia das grandes cidades – como muitos dos indígenas, ribeirinhos e quilombolas, entre outros –, aqueles com deficiência, os que abandonaram a escola por falta de acesso ou porque tiveram que trabalhar, os que são vítimas de violência, entre tantos outros.

capa da publicação mostra crianças brincando de roda

Autor

UNICEF Brasil

Data da publicação

Idiomas

Português

Baixar o relatório

(PDF, 7,40 MB)