“A educação transforma a sociedade”

Por meio da tecnologia, Derick Figueredo, de 16 anos, está aprendendo novas habilidades e se descobrindo profissionalmente

UNICEF Brasil
 Derick Figueredo, de 16 anos, está aprendendo novas habilidades  e se descobrindo profissionalmente
UNICEF/BRZ/ Felipe Cardoso
04 outubro 2021

Morador do bairro do Jaguaré, na cidade de São Paulo, desde criança, Derick Gonçalves Figueredo, hoje com 16 anos, já é um nativo digital e ama ouvir podcasts, jogar games online e se aprofundar em temas relacionados a finanças.  

O adolescente conta que possui grandes sonhos, como viajar e conquistar a independência financeira, mas para isso ele defende a importância do direito à educação. Essa que, segundo ele, foi prejudicada nos últimos tempos, pois, durante a pandemia, com o ensino à distância, sua participação nas aulas do segundo ano do Ensino Médio ficaram abaixo do que ele esperava. “É difícil estudar de casa. Algumas matérias eu não tenho tido aulas regulares, como a de Química. Fico preocupado porque essa matéria é muito importante para uma das coisas que penso em estudar na faculdade, que é Engenharia Química”, relata.   

Entre sua rotina regular de estudos e suas atividades online, Derick também frequenta o Instituto Reciclar, por meio do qual ele conheceu a iniciativa Trilhas Digitais do UNICEF em parceria com a British Telecom e o Instituto Tellus. Ao longo do projeto, Derick e outros adolescentes e jovens têm ampliado o seu repertório e a apropriação dos recursos digitais e tecnológicos, tendo a comunidade em que vivem como plano de fundo para suas produções e desenvolvimento de projetos de vida. 

Foi assim que o estudante encontrou a oportunidade de unir seus sonhos e sua paixão pela tecnologia e pela educação. Com outros colegas, ele criou o Desbravando Profissões, que tem como missão apresentar alternativas de trabalho em diferentes áreas e com formações diversas para outros jovens que, assim como ele, ainda não decidiram qual carreira seguir ou que faculdade escolher para cursar. O projeto apresenta relatos anônimos de profissionais atuantes para que eles possam falar abertamente sobre as suas experiências no mundo do trabalho, se sentindo livres para comentar tanto os aspectos positivos como os negativos da profissão. “Escolhemos atuar com educação, porque é ela quem transforma a sociedade. Queremos ajudar as pessoas a tomar melhores escolhas para a vida profissional”, explica. 

Segundo ele, é importante ajudar adolescentes e jovens neste momento de escolha de carreiras, pois, muitas vezes, as dúvidas podem levar a pessoa a desanimar e optar por não seguir com os estudos. “Antes eu tinha uma ideia de qual profissão gostaria de seguir, mas vindo pra cá eu descobri muitas possibilidades e agora estou na dúvida entre Direito, TI e Engenharia Química. Quero ajudar outros que estão na mesma situação de indecisão que eu”, explica. 

Para que Derick e sua equipe desenvolvessem o projeto, a iniciativa Trilhas Digitais oferece uma formação tecnológica ampla e multidisciplinar. De tudo que ele aprendeu, o que o adolescente destaca foi o processo de construção da plataforma. “Fazer o site foi bem legal e foi difícil. Meu grupo achava que não iria dar certo, mas tentamos e foi muito bom ver a transformação, saímos do nada e construímos o que temos hoje. Até outubro, o site está pronto”, explica orgulhoso por ter programado um site pela primeira vez.