UNICEF e Asec Brasil lançam novos cursos em prol da saúde mental de adolescentes e jovens

São três cursos online gratuitos para adolescentes, jovens e profissionais da rede de apoio de todo o País

23 setembro 2021

Rio de Janeiro, 23 de setembro de 2021 – A demanda pelo fortalecimento socioemocional de adolescentes e jovens se tornou ainda mais urgente durante a pandemia da covid-19. Em agosto de 2021, a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) alertou que o continente vivencia uma “crise de saúde mental”, com 60% da população sofrendo de ansiedade ou depressão em decorrência das medidas de isolamento social e dos impactos socioeconômicos da pandemia.  

Esse quadro levou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a Asec Brasil e com o apoio da Fundação Johnson & Johnson, a expandir para todo o Brasil seu projeto de cursos online gratuitos de promoção da saúde mental. Iniciado em 2020 na região Sudeste, ele passa a ser acessível em qualquer local do País com acesso à internet.

Fortalecimento emocional – “Preservar a saúde mental é um direito de cada adolescente e jovem, mas a garantia desse direito tem sido duramente afetada pela pandemia”, justifica Joana Fontoura, oficial de Desenvolvimento e Participação de Adolescentes do UNICEF. “É essencial investirmos em ações e programas em que eles possam falar, ser ouvidos e se sentir fortalecidos”.

Na linha de frente de atendimento e assistência às famílias, também os profissionais de saúde e agentes comunitários são expostos a fatores de risco para sua saúde mental ao vivenciarem, com cada vez mais frequência, situações de adoecimento, perda e luto. “Acolher e promover o cuidado aos profissionais da linha de frente da saúde passou a ser um imperativo neste período de pandemia”, diz Jane Santos, especialista em Saúde do UNICEF.

Ensino a distância – O projeto consiste em um pacote de três cursos gratuitos online (leia abaixo) que visam fortalecer a saúde mental e promover a noção de “autocuidado” entre profissionais da saúde, de educação e de assistência social que trabalham com jovens e adolescentes e suas famílias.

Para alcançar mais participantes, o projeto adota um formato de ensino a distância (EAD), humanizado e híbrido, ao combinar encontros em tempo real com atividades online que podem ser realizadas a qualquer momento, a partir de recursos digitais como podcasts, videoaulas e textos digitais. Um dos cursos é voltado especialmente a jovens e adolescentes e desenhado no formato de “trilhas de aprendizado”, tendo por base conteúdos produzidos e compartilhados pelos mesmos.

Para fazer a informação sobre os cursos chegar a jovens, adolescentes, profissionais de saúde, assistência social e de educação, o projeto conta com a atuação de mais de uma dezena de ONGs parceiras distribuídas pelo País. Elas serão responsáveis por mobilizar entidades de classe, coletivos jovens, instituições de ensino, poder público e outras organizações, buscando ampliar o alcance da ação ao máximo de interessados até março do próximo ano, quando os cursos deixarão de ser oferecidos.

Serviço
Os três cursos de promoção da saúde mental são gratuitos e abertos à participação de jovens e profissionais das áreas de saúde, assistência social e educação:

  • Equipes multiprofissionais de saúde, agentes comunitários de saúde e visitadores domiciliares – Produzidos com apoio da Fundação Johnson & Johnson, dois cursos a distância sobre “Saúde Mental em Tempos de Pandemia e Pós-Pandemia” compõem uma estratégia de acolhimento e fortalecimento dos profissionais da linha de frente de saúde e assistência social que atuam em hospitais, unidades básicas de saúde e residências nos municípios participantes do Selo UNICEF – mas qualquer profissional no território brasileiro pode acessar o curso, que fica disponível até o mês de março. Inscrições em http://unicef.saudemental.faroseducacional.com.br/.
  • Profissionais da rede de apoio a adolescentes – Curso híbrido online voltado a profissionais da educação, da saúde, da assistência social e segurança da rede pública ou de ONGs que atuam com jovens e adolescentes de 14 a 24 anos. A partir de videoaulas e dinâmicas, o curso qualifica o trabalho desses profissionais para fortalecer a rede de apoio psicossocial. Disponível até março de 2022. Inscrições em https://asec.eduead.com.br/cursos/#.
  • Trilhas de Jovem para Jovem – Adolescentes e jovens entre 14 e 24 anos de todo o País percorrem, numa plataforma online, trilhas de aprendizado para observar as próprias emoções, cultivar o autocuidado, relações saudáveis e aprender a lidar com desafios. Inspirado na linguagem dos games, o percurso pode ser feito no ritmo do participante. As trilhas incluem encontros em tempo real, nos quais debatem os recursos disponíveis para mitigar sofrimento e promover a saúde mental em casa, na escola e nos círculos de amizade. O curso inclui ainda temas relacionados à empregabilidade, alinhando-se à iniciativa 1MiO – Um Milhão de Oportunidades, parceria do UNICEF com empresas, sociedade civil e governos. Inscrições em https://asec.eduead.com.br/cursos/mod/page/view.php?id=972.

Sobre o Movimento Saber Lidar – Movimento social estruturado pela Associação pela Saúde Emocional de Crianças (Asec) – organização sem fins lucrativos fundada pelo CVV (Centro de Valorização da Vida) que atua no Brasil há 16 anos e integra a rede global Partnership for Children – UK. Sua missão é articular diferentes setores, organizações sociais, empresas e instituições do poder público na promoção da saúde mental e do bem-estar em meio à diversidade de pessoas e lugares. https://movimentosaberlidar.org.br. Comunicação Asec Brasil (Marcelo Rothen): comunica@asecbrasil.org.br.

Contatos para a imprensa

Camilo Leon
Especialista em Comunicação
UNICEF Brasil
Telefone: (61) 98118 6948

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Acompanhe nossas ações no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, LinkedIn e TikTok.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.