Saúde mental durante a pandemia de Covid-19

Orientações para famílias, adolescentes, gestores, profissionais de saúde e de apoio

duas crianças olham através de uma lupa
UNICEF/BRZ/Ratão Diniz

Destaques

A resposta do UNICEF à Covid-19 tem como objetivos contribuir para a prevenção, a detecção precoce e o controle do coronavírus no País; e mitigar os impactos da epidemia na vida de meninas e meninos. Este último pilar envolve, entre outras coisas, preocupação com a saúde mental de crianças, adolescentes, seus pais e cuidadores, e de pessoas envolvidas com a prevenção e resposta à Covid-19, como profissionais de saúde e gestores públicos.

O UNICEF adaptou recomendações do Comitê Permanente Interagencial (IASC) das Nações Unidas para levar orientações específicas para quatro grupos:

  • Pais, mães e cuidadores de crianças
  • Adolescentes (disponível em breve)
  • Gestores municipais e estaduais
  • Profissionais de saúde que atuam na linha de frente da resposta à pandemia

Clique na seta do box ao lado para acessar os três materiais já disponíveis.

Autor
UNICEF Brasil
Data da publicação
Idiomas
Português

Baixar o relatório

(PDF, 1,49 MB) (PDF, 1,65 MB) (PDF, 1,30 MB)