Qualidade com equidade na Educação

O UNICEF está profundamente empenhado em garantir uma educação segura, baseada em direitos e qualidade para cada criança, independentemente das suas circunstâncias

Student girl walks back home after school in street during sunset in Luena, Moxico Province
UNICEF/Angola/2016/Niko Wieland

Todas as crianças têm direito a uma educação de qualidade

Para o UNICEF, a educação de qualidade é uma educação que funciona para todas as crianças, providenciando-lhes um ensino que passa por professores bem formados, recursos didácticos actualizados e adequados, e que permite que todas elas alcancem o máximo do seu potencial. 

Para muitas crianças, a escola nem sempre é uma experiência positiva. Um dos grandes desafios relacionados à garantia da qualidade da educação é o de promover a permanência e a aprendizagem dos alunos nas escolas. 

O subprograma do UNICEF Angola contribui para as prioridades nacionais, no âmbito da promoção da Qualidade do ensino nacional, através do apoio prestado ao Ministério da Educação em três domínios:


Elaboração do Sistema de Avaliação da Aprendizagem 

O UNICEF valoriza a avaliação continua das aprendizagens, pois não só ajuda o professor a acertar  o progresso dos alunos no que diz respeito ao seu seguimento  e domínio das matérias ensinadas, mas também a adaptar ou reforçar o conteúdo do ensino para permitir que os alunos se fortaleçam nas áreas onde demonstram debilidades .      

A Matemática e a Língua Portuguesa, duas disciplinas fundamentais que determinam o desempenho do aluno em quase todas as outras disciplinas, merecem uma atenção particular, uma vez que os dados demonstram que os resultados das aprendizagens nessas disciplinas ainda são baixos. 

Nesta vertente, o UNICEF está a apoiar o Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento da Educação (INIDE) na elaboração e aplicação de matrizes de avaliação para as duas disciplinas. As matrizes de Língua Portuguesa já foram elaboradas e aplicadas na 1ª e na 2ª classes. A elaboração das matrizes de matemática está em curso  e serão aplicadas na 3.ª e na 5.ª classes. Este apoio do UNICEF complementa o trabalho desenvolvido no âmbito do Projecto de Aprendizagens para Todos, financiado pelo Banco Mundial. 


Elaboração de Políticas para o Sector da Educação  

Um ensino de qualidade passa necessariamente pela existência de ferramentas legais que asseguram um bom funcionamento do sistema educativo, de forma a garantir que os alunos tenham acesso a uma educação de qualidade.  

Com o objectivo de contribuir para a melhoria da qualidade do Ensino, o UNICEF tem apoiado tecnicamente o Instituto Nacional de Educação Especial (INEE)  e o Instituto Nacional de Formação de Quadros de Educação (INFQ), na elaboração da Política de Educação Especial e a Política de Formação de Professores, respectivamente . 

A política de Educação Especial visa promover a educação inclusiva através da formação de professores para ensino especial,  o fornecimento de materiais didácticos adequados, e a integração efectiva dos alunos deficientes nas turmas do ensino geral.   A Política de Formação de Professores visa assegurar que cada aluno tenha  um professor bem formado com o conhecimento e agregação pedagógica necessários para dar aulas que contribuam para o seu desenvolvimento cognitivo e intelectual. 

A implementação dessas políticas vai contribuir para que o processo de ensino e aprendizagem se torne numa experiência construtiva, divertida e relevante para o aluno.    


Implementação de Projectos Pilotos 

O UNICEF está também a apoiar o Ministério da Educação e as Direcções provinciais da educação do Bié e Moxico na pilotagem de projectos para melhorar a qualidade do  ensino. 

O projecto Escola Amiga da Criança (EAC), em implementação nas duas províncias, tem,  entre outros, o objectivo de formar professores, gestores escolares, pais e encarregados de educação para melhorar o processo de ensino e aprendizagem. 

As formações que abordam temas relacionadas com metodologia de ensino e gestão escolar visam afinar as capacidades pedagógicas dos professores, assim como as competências de gestão dos administradores. 

De igual modo, o projecto piloto  sobre  o  ensino das  Competências para a Vida tem como objectivo a melhoria  do ensino através da formação dos professores e da revisão  curricular, para garantir, por um lado, que os professores adquiram os conhecimentos e as competências metodológicas necessárias para bem ensinar os temas transversais dentro de qualquer disciplina, sem afectar a qualidade do ensino e por outro, assegurar que os materiais didácticos  estejam actualizados para transmitir conhecimentos ou dados recentes .