“Fui reprovada e achava que a culpa era minha”, conta estudante de Baraúna, RN

Felizmente, a estratégia para recuperar o atraso escolar funcionou e Alcilene, de 14 anos, aprendeu a ler, foi aprovada e avançou nos estudos.

UNICEF
Uma menina negra, de tranças longas no cabelo, veste farda da escola e sorri para a câmera, sentada em uma cadeira em uma sala de aula vazia
Manoel Alvares
04 junho 2024