Violência, deslocamento e condições severas na Síria matam mais de 30 crianças desde dezembro

Declaração da diretora executiva do UNICEF, Henrietta Fore

31 Janeiro 2019
Crianças refugiadas sírias
UNICEF/UN0277718/Souleiman

Nova Iorque, 31 de janeiro de 2019 – “Violência, deslocamento e condições extremamente severas no norte e no leste da Síria mataram pelo menos 32 crianças desde dezembro de 2018.

Combates persistentes na área em torno de Hajin, no leste da Síria, forçaram milhares de pessoas a embarcar em uma longa e árdua jornada rumo à segurança no campo de deslocados internos de Al-Hol – quase 300 quilômetros em direção ao norte. Desde dezembro do ano passado, estima-se que 23 mil pessoas – a maioria mulheres e crianças – tenham chegado ao campo extremamente exauridas após a jornada de três dias em condições severas de inverno no deserto, com pouca comida ou abrigo ao longo do caminho. Mais de 5 mil pessoas chegaram nos últimos três dias.

A falta de segurança fez com que o acesso humanitário às crianças a caminho da área de triagem do acampamento fosse praticamente impossível. A jornada difícil, o clima frio e os longos períodos de espera nos centros de triagem, onde as famílias esperam algumas vezes por dias, supostamente contribuíram para a morte de pelo menos 29 crianças – incluindo 11 bebês apenas nos últimos dois dias.

O UNICEF está ajudando crianças e mães que fogem dos combates em Hajin com cobertores, roupas de inverno, comida, água, serviços de saúde e nutrição, espaços apropriados para as crianças, serviços de proteção infantil e de reagrupamento familiar.

Há notícias de que, desde a semana passada, os combates em Ma'arat al-Nu'man, em Idlib, no noroeste da Síria, mataram três crianças e feriram outras mais. Um professor que trabalhava para um parceiro apoiado pelo UNICEF e seu filho foram mortos. A luta também danificou seriamente uma escola e um centro comunitário para crianças.

No Idlib, o UNICEF e seus parceiros continuam a fornecer suprimentos e serviços vitais para as crianças e suas famílias.

O UNICEF apela a todas as partes envolvidas no conflito para que facilitem o acesso humanitário seguro, livre e sustentado a todas as crianças necessitadas.

As partes envolvidas no conflito mostraram um duro desrespeito pelas leis de guerra. O UNICEF pede novamente aos que estão no combate para que mantenham as crianças fora de perigo – mesmo em áreas de conflito ativo. Não há desculpas: as crianças não são e nunca devem ser alvo de violência”.

###

Fotos recentes estão disponíveis aqui.

Saiba mais sobre o trabalho do UNICEF na Síria (disponível em inglês).

Contatos para a imprensa

Brenda Hada

UNICEF Brasil

Telefone: 61 3035 1973

Elisa Meirelles Reis

UNICEF Brasil

Telefone: (61) 3035 1979

Telefone: (61) 98166 1649

Pedro Ivo Alcantara

UNICEF Brasil

Telefone: (61) 3035 1947

Telefone: (61) 98166 1636

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Acompanhe nossas ações no FacebookTwitterInstagramYouTube e LinkedIn.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.