UNICEF, empresas, celebridades e organizações locais se unem contra o coronavírus para levar itens de higiene e limpeza a mais de 1,7 milhão de pessoas vulneráveis

Kits com produtos de higiene, limpeza e outros itens essenciais e informação sobre prevenção estão chegando a crianças, adolescentes e famílias que mais precisam em 10 capitais brasileiras

24 junho 2020
caixas empilhadas em um armazém
Divulgação

Brasília, 24 de junho de 2020 – Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o UNICEF, 19 empresas parceiras, celebridades e organizações da sociedade civil e governos locais se uniram para fazer chegar produtos de higiene, limpeza e outros itens essenciais, acompanhados de informação de prevenção para as famílias, a mais de 1,7 milhão de pessoas vulneráveis em 10 capitais brasileiras. As entregas desses itens começaram logo nos primeiros momentos da pandemia no Brasil, no final do mês de março, e seguirão até pelo menos o mês de julho. Esse esforço conjunto tem como objetivos contribuir para a prevenção e o controle da Covid-19 no País e mitigar os impactos da epidemia na vida de crianças, adolescentes e famílias que mais precisam.

"Criamos uma ação coordenada entre empresas, organizações sociais e governos locais para fazer com que as doações cheguem rápido a famílias que estão precisando. Sabemos que a pandemia tem acentuado ainda mais a situação de vulnerabilidade de crianças e adolescentes que já viviam em risco. Alavancar uma rede de doações é uma forma de chamar atenção para a importância de assegurar itens críticos para a saúde das famílias", explica Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil.

Os itens recebidos são fundamentais na prevenção contra o novo coronavírus. São milhões de unidades de sabonetes, toneladas de álcool em gel, além de produtos como detergentes, água sanitária, sabão em barra, máscaras, entre outros. Muitas doações incluíram, ainda, água mineral e toneladas de alimentos.

Doados por empresas e distribuídos com a ajuda de ONGs, prefeitura e de instituições locais, os produtos já estão chegando a quem mais precisa nas periferias das cidades de Belém, Boa Vista, Fortaleza, Maceió, Manaus, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo desde março. Até final de maio, 320 mil pessoas já tinham sido contempladas e as doações chegarão a 1,7 milhão até julho. Junto com elas, estão sendo entregues folhetos com orientações às famílias sobre como se prevenir da Covid-19 e cuidar das crianças e dos adolescentes.

O esforço alcançou, por exemplo, a casa de Leda Vitória, no bairro Vila Yolanda, Zona Leste de São Paulo. Impossibilitada de exercer o trabalho de diarista por conta da pandemia, ela conta que tem tido dificuldade para comprar mantimentos para os dois filhos. "Eu estava precisando muito do álcool gel, porque agora ficou caro e a gente não consegue mais comprar", disse ela, agradecendo a doação.

União de esforços para alcançar quem mais precisa
As empresas Arcom, Asseptgel, Colgate, Embelezze, Granado, Johnson & Johnson, por meio da marca Johnson’s, Americanas, Natura, Nívea, Ipiranga, Iconic Lubrificantes, Unilever e Rede Dia são responsáveis pelas doações dos itens de higiene, limpeza e água. As máscaras foram recebidas pelo UNICEF das empresas Cecília Prado e A Sacaria. As toneladas de alimentos foram doadas por Camil e Cooperja. Outras doações também foram recebidas da Sonne Energia Solar. Parte das doações chegaram via empresas mobilizadas por meio de shows promovidos ao vivo na internet pelos cantores Luan Santana e Michel Teló.

O UNICEF teve ainda a parceira da Saint-Gobain, Ciclo Logística e Americanas para a logística e transporte de algumas doações até as localidades atendidas.

Para as doações alcançarem as famílias que mais precisam, o Fundo conta com a parceria de diversas organizações sociais em cada cidade atendida. A elas se unem prefeituras e secretarias de diferentes cidades (confira a lista abaixo).

Ter acesso a itens críticos de higiene e limpeza é um direito de cada criança, adolescente e família diante da epidemia da Covid-19. Além de os problemas trazidos pela pandemia, o Brasil já enfrenta sérios desafios relacionados a acesso a água, higiene e saneamento. Em todo o País, 100 milhões de pessoas não têm acesso à coleta e ao tratamento de esgoto e 35 milhões não possuem água tratada. A falta desse acesso é pior entre famílias de baixa renda e para os cerca de 13 milhões de pessoas que vivem nas periferias urbanas e favelas.

Resposta à Covid-19 – A entrega de doações faz parte da resposta do UNICEF à Covid-19, mas a estratégia não se limita a isso. Ao mesmo tempo em que busca responder às necessidades emergenciais de crianças, adolescentes e suas famílias, o UNICEF tem trabalhado em ações estruturais de longo prazo para minimizar os efeitos da pandemia na vida de meninas e meninos, e garantir direitos.

Entre as ações, destacam-se o fornecimento de informação à população em geral, em especial grupos mais vulneráveis, com a distribuição de orientações de prevenção da doença em diversas mídias; o trabalho com governos nos níveis federal, estadual e municipal, empresas e sociedade civil para diminuir o impacto da crise nos serviços de saúde, educação, assistência social e proteção contra a violência de meninos e meninas; e o apoio à saúde mental de adolescentes e o monitoramento da situação e o impacto social da pandemia para produzir evidências em apoio a políticas e ações. Para saber mais sobre a resposta, confira as 10 ações do UNICEF para responder ao coronavírus no Brasil.

Lista de organizações e governos locais

Sociedade civil Belém

  • Adra Norte
  • Instituto Peabiru
  • Cáritas Metropolitana de Belém

Sociedade civil Boa Vista

  • Adra Brasil

Sociedade civil Fortaleza

  • Instituto da Primeira Infância – Iprede
  • Escola de Desenvolvimento e Integração Social para Criança e Adolescente – Edisca

Sociedade civil Maceió

  • Associação Católica São Vicente de Paulo – ACSVP / Casa de Ranquines

Sociedade civil Manaus

  • Adra Noroeste
  • Aldeias Infantis SOS
  • Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira – Coiab

    Sociedade civil Recife

    • Associação Lar do Nenen
    • ONG Novo Jeito

    Sociedade civil Rio de Janeiro

    • Ação para Cidadania
    • Agência Redes para a Juventude
    • Associação Beneficente São Martinho
    • Associação de Moradores Barreira do Vasco
    • Central Única das Favelas – Cufa
    • Centro Espírita Casa do Perdão
    • Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável – Cieds
    • Eu Vivo Favela
    • Febiex – Rede Instituições Filantrópicas
    • Luta pela Paz
    • Movimento de Mulheres do Parque Horácio Cordeiro Franco
    • Observatório de Favelas
    • Visão Mundial

    Sociedade civil Salvador

    • Abraço – Associação Abraço a Microcefalia
    • Hospital Martagão Gesteira
    • Mansão do Caminho
    • Movimento População de Rua
    • Núcleo de Atendimento à Criança com Paralisia Cerebral – NACPC
    • Obras Sociais Irmã Dulce – Osid

    Sociedade civil São Luís

    • Grupo de Apoio as Comunidades Carentes do Maranhão – Gaac
    • Instituto Pobres Servos da Divina Providência – Cesjos

      Sociedade civil São Paulo

      • Bakissi Aueto Mona Cafunge
      • Instituto Verde Escola
      • Rede Ibab Solidária
      • Sefras – Associação  Franciscana de Solidariedade
      • Sociedade Santos Mártires
      • Visão Mundial

      Conselhos

      • Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Maceió
      • Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Salvador
      • Conselho Tutelar de Manaus

      Parceiros governamentais

      • Chefia de Gabinete do Prefeito de Maceió
      • Degase/Seduc do Governo do Estado do Rio de Janeiro
      • Fundação da Criança e do Adolescente da Bahia – Fundac
      • Fundação Papa João XXIII de Belém
      • Hospital das Clínicas de Pernambuco
      • Instituto Pereira Passos da Prefeitura do Rio de Janeiro
      • Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Prefeitura de Fortaleza
      • Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda do Pará
      • Secretaria de Estado de Governo do Maranhão
      • Secretaria de Estado de Justiça, Direito Humanos e Cidadania do Amazonas
      • Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular do Maranhão
      • Secretaria Estadual de Assistência Social do Amazonas
      • Secretaria Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia
      • Secretaria Estadual de Saúde do Estado de Pernambuco
      • Secretaria Municipal da Criança, Adolescente e Assistência Social de São Luís
      • Secretaria Municipal da Reparação da Prefeitura de Salvador
      • Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social de São Paulo
      • Secretaria Municipal de Assistência Mulher, Assistência Social e Cidadania de Manaus
      • Secretaria Municipal de Assistência Social da Prefeitura de Maceió
      • Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro
      • Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Renda de São José de Ribamar
      • Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Paço do Lumiar
      • Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Juventude, Política sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife
      • Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza da Prefeitura de Salvador
      • Secretaria Municipal de Saúde da Cidade do Recife / Programa Mãe Coruja

      Contatos para a imprensa

      Immaculada Prieto
      Especialista em Comunicação
      UNICEF Brasil
      Telefone: (21) 98237 0856
      Elisa Meirelles Reis
      Oficial de Comunicação
      UNICEF Brasil
      Telefone: (61) 3035 1979
      Telefone: (61) 98166 1649

      Sobre o UNICEF
      O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

      Acompanhe nossas ações no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e LinkedIn.

      Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.