UNICEF, Noruega e Light for the World apoiam crianças com deficiência intelectual em Moçambique

Light for The World em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), e com financiamento do Governo da Noruega, estão a levar a cabo um projecto que que visa o atendimento e apoio das crianças com deficiência.

Miraldina Gabriel e Claudio Fauvrelle
UNICEF, Noruega e Light for the World apoiam crianças com deficiência intelectual em Moçambique
Light for the World/2021/Miraldina Gabriel
14 Setembro 2021

SOFALA, Moçambique – “Somente quando o meu filho Armindo começou a ir a escola é que eu percebi que algo não estava bem, porque na escola ele não conseguia aprender nada, não conseguia ler e nem escrever, tinha notas muito baixas, e não brincava com ninguém,” contou  Lídia Dique, mãe do pequeno Armindo Guilherme Leão Belo, de 13 anos de idade.

Armindo é um menino muito meigo, tem quatro irmãos e mora com os pais no Bairro de Macurrungo, nos arredores da cidade da Beira, na província de Sofala. Armindo tem uma deficiência intelectual, que é uma condição de desenvolvimento incompleto da mente e que se manifesta durante o período de desenvolvimento da pessoa, por isso, este tipo de deficiência passa despercebida diante dos familiares das pessoa que sofrem dessa condição.

Em 2019, Armindo entrou para a Escola de Alfabetização Inclusiva, na Organização de Reabilitação Baseada na Comunidade (OREBACOM), uma organização que trabalha em parceria com a Light for the World, no programa de Reabilitação Baseada na Comunidade. “Ele mudou muito depois que passou a frequentar a escola inclusiva, agora ele já interage mais com as pessoas e está a aprender a ler e a escrever. Ele gosta muito de frequentar a escola inclusiva,” disse Lídia.

Para que seja garantida uma assistência psicológica profissional para as crianças com deficiência intelectual e seus familiares e cuidadores, a Light for The World em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), e com financiamento do Governo da Noruega, estão a levar a cabo um projecto que que visa o atendimento e apoio dessas crianças e a sensibilização dos familiares e a comunidade nos Centros de Reassentamento de Dondo e Nhamatanda.