Cabo Delgado: União Europeia melhora aprendizagem escolar de crianças em situação de emergência

A União Europeia, o UNICEF e o UN Habitat estão a prestar apoio ao Governo de Moçambique para reabilitar e reconstruir as salas de aulas das escolas danificadas usando material resiliente a ciclones.

Cremildo Assane
União Europeia, UNICEF e UN Habitat Apoiam Sector da Educação de Moçambique na Recuperação Pós-Ciclone
UNICEF/2021/Cremildo Assane
22 Outubro 2021

Chiúre, Cabo Delgado – “Esta era minha sala de aulas, eu estudava aqui antes da escola ser destruída pelo ciclone Kenneth. Todas as chapas tinham voado, o chão estava cheio de água e ficamos sem estudar por 2 semanas,” contou Zita Armando, de 16 anos de idade, aluna da  6ª classe na Escola Primária Completa (EPC) de Nahavara, no distrito de Chiúre, província de Cabo Delgado. No dia 25 de Abril de 2019, os tectos de 8 salas de aulas da escola da Zita foram destruídos pelo ciclone Kenneth que causou danos significativos em muitas comunidades na província de Cabo Delgado.

Com a passagem do ciclone Kenneth pelas províncias de Cabo Delgado e Nampula, 70 escolas foram atingidas, tendo resultado em 221 salas de aulas total e parcialmente destruídas, afectando mais de 22 mil alunos. Um dos distritos afectados foi o de Chiúre, onde as aulas tinham sido temporariamente interrompidas, e foram retomadas graças ao apoio da União Europeia que, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o UN Habitat, criaram Espaços de Aprendizagem Temporários e distribuíram kits de aprendizagem.

A União Europeia, o UNICEF e o UN Habitat estão a prestar apoio ao Governo de Moçambique para reabilitar e reconstruir as salas de aulas das escolas danificadas usando material resiliente a ciclones, no quadro do Fundo de Apoio Escolar (FAE), num investimento de cerca de 7 milhões de meticais. “Estamos a  reabilitar a escola e a cobrir com um  tecto resistente a ventos fortes para garantir que no futuro não caia de novo se chegar um novo ciclone, e garantir que os alunos continuem a ter aulas normalmente ,” disse Faruque Hare, oficial de educação do UNICEF em Pemba.  

As obras serão concluídas e entregues em Dezembro de 2021. “O nosso apoio inclui não só a reconstrução da escola, também estende-se para actividades do conselho de escola, professores de protecção para possíveis futuras emergências, como também questões de violência Baseada no Género,” disse Graça de Sousa, ponto focal da educação da Delegação da União Europeia em Moçambique.

“Estou ansiosa para ver terminada a reabilitação da nossa escola, não vejo a hora de voltar a estudar na minha sala de aulas nova,” concluiu Zita Armando.