UNICEF lança campanha #VaccinesWork (As Vacinas Funcionam) para inspirar apoio a vacinas

Em meio a crescentes surtos de doenças evitáveis por vacinação, a campanha do UNICEF usará as redes sociais para mostrar que a maioria dos pais confia nas vacinas para proteger seus filhos

18 Abril 2019
Vacinação contra a cólera em Beira - Ciclone Idai
UNICEF/MOZA2019-0452/James Oatway

NOVA IORQUE – O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) está lançando uma nova campanha global – new global campaign – no dia 24 de Abril dirigida a pais e usuários mais amplos de redes sociais, para enfatizar o poder e a segurança das vacinas. 

A campanha irá decorrer em simultâneo com a comemoração da Semana Mundial de Vacinação, de 24 a 30 de Abril, para divulgar a mensagem de juntos: comunidades, incluindo os pais, podem proteger a todos através de vacinas.

#VaccinesWork tem reunido online, há já muito tempo, os defensores da imunização. Este ano, o UNICEF em parceria com a Bill & Melinda Gates Foundation, a World Health Organization (WHO), e a Gavi, the Vaccine Alliance vai incentivar um alcance ainda maior da Campanha. A Fundação Bill & Melinda Gates contribuirá com um dólar (US$ 1.00) para o UNICEF para cada uma ou parte das postagens em redes sociais usando a hashtag #VaccinesWork em Abril, até 1 milhão de dólares, para garantir que todas as crianças recebam as vacinas necessárias.

As vacinas salvam até 3 milhões de vidas por ano, protegendo as crianças de doenças potencialmente letais e altamente infecciosas, como sarampo, pneumonia, cólera e difteria. Graças às vacinas, menos pessoas morreram de sarampo entre 2000 e 2017 e a pólio está prestes a ser erradicada. As vacinas são uma das ferramentas de saúde mais eficazes em termos de custo já inventadas - cada US $ 1 gasto na imunização infantil retorna a US $ 44 em benefícios.

"Queremos a consciencialização de que o #VaccinesWork através de todas as redes sociais", disse Robin Nandy, Chefe de Imunização do UNICEF. "As vacinas são seguras e salvam vidas. Esta campanha é uma oportunidade para mostrar ao mundo que as redes sociais podem ser uma poderosa força de mudança e fornecer aos pais informações confiáveis sobre vacinas."

A campanha é parte de uma celebração global de uma semana de duração sob o tema, Protected Together: Vaccines Work, (Juntos Protegidos: As Vacinas Funcionam), para homenagear Heróis da Vacina – desde os pais e membros da comunidade a profissionais de saúde e inovadores.

"Mais crianças do que nunca estão sendo alcançadas com vacinas hoje", disse Violaine Mitchell, Directora Interina de Entrega de Vacinas da Fundação Bill & Melinda Gates. "Estamos muito satisfeitos em trabalhar com o UNICEF e todos os parceiros globais em todo o mundo que estão trabalhando incansavelmente para garantir que todas as crianças, especialmente as dos países mais pobres do mundo, possam ser protegidas de doenças infecciosas com risco de vida."

Apesar dos benefícios das vacinas, estima-se que 1,5 milhão de crianças morreram de doenças evitáveis por vacinação em 2017. Embora isso seja devido à falta de acesso a vacinas, em alguns países, as famílias estão atrasando ou recusando-se a vacinar seus filhos por complacência ou cepticismo sobre vacinas. Isso resultou em vários surtos, incluindo um aumento alarmante do sarampo, especialmente em países de altos rendimentos. A dúvida sobre as vacinas em plataformas digitais e redes sociais é um dos factores que impulsionam essa tendência.

É por isso que a peça central desta campanha do UNICEF é um filme animado de 60 segundos, “Dangers,” que, junto com animações ilustradas para postagem e cartazess nas redes sociais, é baseado na percepção de que crianças, por sua natureza, são pouco temerários que estão constantemente se colocando em perigo. Disponível em Árabe, Chinês, Francês, Hindi, Russo, Espanhol e Tagalog, o vídeo explica que, embora os pais não possam impedir que todos os filhos enfrentem perigos, eles podem usar a vacinação para ajudar a evitar os perigos que afectam seus filhos.

Além disso, especialistas do UNICEF responderão a perguntas (answering questions) sobre vacinação, incluindo como as vacinas funcionam, como são testadas, por que as crianças devem receber vacinas, bem como os riscos de não vacinar crianças em tempo útil e oportuno.

 

Citações adicionais dos apoiantes da campanha:

Angélique Kidjo, Embaixadora de Boa Vontade do UNICEF e cantora vencedora do Grammy: "Hoje, nove entre dez crianças são vacinadas, mas não podemos deixar ninguém para trás. Precisamos alcançar todas as crianças com vacinas que salvam vidas."

Amitabh Bachchan, Embaixador da Boa Vontade do UNICEF e há muito tempo defensor da vacinação: "Milhões de profissionais de saúde da linha de frente percorrem longas distâncias: a pé, sobre a água, através da neve, até em carroças para fazer a entrega de vacinas que salvam vidas. Mesmo que ocasionalmente se deparem com medo e desconfiança, sabemos que eles estão salvando vidas. Também podemos fazer a nossa parte para combater os mitos e informar a todos que as Vacinas Funcionam (#VaccinesWork).”

Maisa Silva, de 16 anos de idade, apresentadora e actriz de TV brasileira: "Aceitei o convite para participar desta campanha porque sei da importância das vacinas para a saúde das crianças. É uma forma de proteger as crianças de vários perigos que já conhecemos". A saúde é um assunto muito sério e não devemos esquecer que as vacinas funcionam e são necessárias ".

Em Moçambique, a Semana Mundial de Vacinação ocorrerá quando estivermos realizando a terceira ronda da resposta do surto de PÓLIO na zona sul da província da Zambézia.

De igual modo, realizar-se-á uma semana de saúde focalizada na preparação para cobrir alguns distritos afectados pelo Ciclone IDAI nas províncias de Sofala, Manica, Zambézia e Tete.

O UNICEF tem trabalhado em conjunto com o governo e parceiros para restaurar os sistemas de água potável para mais de meio milhão de pessoas nas partes afectadas de Moçambique.

Mais de 800.000 pessoas foram vacinadas contra a cólera e foram instalados CTCs (centros de tratamento contra a cólera), de forma a impedir a propagação da cólera.

Os resultados da campanha de vacinação contra a cólera parecem ter mostrado, a partir de hoje (17 de Abril) uma rápida redução de novos casos.

As actividades de comunicação externa de Comunicação para o Desenvolvimento (CpD/C4D) cobriram extensivamente a campanha da vacinação contra a cólera cujo lançamento foi na Beira.

Contacto para os media

Gabriel Pereira

Communication Officer

UNICEF Moçambique

Telefone: +258 82 316 5390

Claudio Fauvrelle

Communication Officer

UNICEF Moçambique

Telefone: +258 82 305 1990

Sobre o UNICEF

O UNICEF trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do mundo, para chegar às crianças mais desfavorecidas. Para salvar as suas vidas. Para defender os seus direitos. Para ajudá-las a alcançar o seu verdadeiro potencial. Presentes em 190 países e territórios trabalhamos para cada criança, em qualquer parte, todos os dias, para construirmos um mundo melhor para todos. E nunca desistimos. Para mais informação sobre o UNICEF e seu trabalho para cada criança, visite www.unicef.org.mz

Siga as actividades do UNICEF no Twitter e Facebook