Orlando Bloom, Embaixador de Boa Vontade do UNICEF, visita crianças deslocadas pelo Ciclone Idai em Moçambique

01 Junho 2019
UNICEF Goodwill Ambassador Orlando Bloom visits children displaced by Cyclone Idai in Mozambique
UNICEF/UN0316580/Prinsloo

BEIRA/NOVA IORQUE, 30 DE MAIO DE 2019 – O Embaixador de Boa Vontade do UNICEF Orlando Bloom visitou Moçambique esta semana, onde 1,1 milhão de crianças continuam precisando urgentemente de ajuda humanitária após os ciclones tropicais Idai e Kenneth.

O actor viajou para a Beira, uma das áreas mais afectadas pelo ciclone Idai, que matou mais de 600 pessoas e destruiu quase 240 mil casas em Março.

Sentado no chão arenoso de uma tenda no centro de acomodação para deslocados Samora Machel, na Beira, Bloom ouviu as histórias devastadoras de crianças que perderam suas casas, escolas e pertences no ciclone. Alzina Lopes, de treze anos, descreveu o momento em que o Ciclone Idai chegou ao continente, deixando-a encalhada em águas cheias até a cintura. Alzina disse a Bloom que quer voltar para a escola e sonha em se tornar uma agente de polícia  de trânsito.

"É incrível ver as crianças, que já passaram por isso, ganharem um senso de normalidade nos espaços seguros estabelecidos pelo UNICEF, onde eles são livres para cantar, dançar, brincar e ser apenas crianças", disse Bloom. “São crianças e jovens com sonhos, querem estar na escola. Mas quase todos que encontramos aqui perderam as suas salas de aulas, os livros e documentos de identificação cruciais devido aos ciclones. Sem identidade, elas não são registradas, quase invisíveis e vulneráveis ​​à exploração. É de partir o coração. ”

O UNICEF está apoiando as famílias afectadas pelos ciclones a voltarem para casa ou se mudarem para locais mais seguros. O UNICEF também está fornecendo serviços de saúde, nutrição, educação, água e saneamento e protecção. Nos dias que se seguiram à tempestade, o UNICEF e os seus parceiros restauraram o abastecimento de água a milhares de pessoas na Beira e obtiveram e administraram 1 milhão de doses da vacina contra a cólera, impedindo assim um grande surto de cólera.

Bloom visitou também a área de reassentamento de Mutua na Beira, onde actualmente vivem cerca de 1.500 pessoas afectadas pelo ciclone Idai, quase metade das quais são crianças. Bloom dançou e cantou com crianças pequenas e falou com elas sobre suas esperanças e sonhos para o futuro.

O actor também visitou uma escola primária na Beira, que foi danificada pelo ciclone e depois reparada pelos próprios estudantes.

Resumindo sua viagem à cidade devastada pela tempestade, Bloom passou uma tarde com jovens voluntários em um grupo inter-religioso. Muitos deles disseram ao actor que a dor e o sofrimento que viram após os ciclones fortaleceram sua determinação de ajudar os outros. O grupo reuniu-se em frente à praia, um local simbólico, quando os voluntários apontaram que a poderosa tempestade emergiu do mar.

"Milhares de crianças e famílias em Moçambique viram a sua vida ser derrubada por estes ciclones devastadores e vai ser um longo caminho a percorrer", disse o Representante do UNICEF em Moçambique, Marcoluigi Corsi. “Estamos trabalhando no terreno com nossos parceiros para ajudar as crianças e suas famílias a se recuperarem, oferecendo suporte em saúde, nutrição, educação e protecção. Como parte do esforço de recuperação, também estamos tentando ajudar as comunidades afectadas a se tornarem mais resilientes a eventos futuros relacionados ao clima que poderiam ocorrer com mais frequência devido à mudança climática. ”

O UNICEF lançou um apelo de 122 milhões de dólares para apoiar a sua resposta humanitária às crianças e famílias devastadas pela tempestade e às suas consequências em Moçambique, no Zimbabwe e no Malawi.

Contacto para os media

Gabriel Pereira

Communication Officer

UNICEF Moçambique

Telefone: +258 82 316 5390

Claudio Fauvrelle

Communication Officer

UNICEF Moçambique

Telefone: +258 82 305 1990

Conteúdo multimídia

Sobre o UNICEF

O UNICEF trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do mundo, para chegar às crianças mais desfavorecidas. Para salvar as suas vidas. Para defender os seus direitos. Para ajudá-las a alcançar o seu verdadeiro potencial. Presentes em 190 países e territórios trabalhamos para cada criança, em qualquer parte, todos os dias, para construirmos um mundo melhor para todos. E nunca desistimos. Para mais informação sobre o UNICEF e seu trabalho para cada criança, visite www.unicef.org.mz

Siga as actividades do UNICEF no Twitter e Facebook