Celebração do Dia Mundial da Latrina em Moçambique

Este ano, o Dia Mundial da Latrina tem como foco o impacto da crise do saneamento nas águas subterrâneas.

17 Novembro 2022
Celebração do Dia Mundial da Latrina em Moçambique
UNICEF Mozambique/2022

Moçambique - Enfrentamos uma crise global de saneamento. Hoje, 3.600 milhões de pessoas ainda vivem com latrinas de baixa qualidade que fazem mal à saúde e poluem o ambiente. Todos os dias, mais de 800 crianças morrem de diarreia ligada a água insegura, saneamento inadequado e maus hábitos de higiene. 

Em Moçambique, mais de 22% da população, ou 7 milhões de pessoas, praticam o fecalismo a céu aberto. Cerca de 90% dessas pessoas vivem em cinco províncias (Zambézia, Nampula, Tete, Sofala, Manica). Por conseguinte, Moçambique está entre os principais contribuintes para o nível global de fecalismo a céu aberto (UNICEF 2018). 
As disparidades em Moçambique são consideráveis. Existem 5 províncias com níveis altos a muito altos de fecalismo a céu aberto e, nas outras 5 províncias, os níveis de fecalismo a céu aberto são relativamente baixos.
As médias a nível provincial escondem grandes disparidades entre os distritos. A maioria das províncias tem distritos com níveis altos a muito altos de fecalismo a céu aberto. O nível de fecalismo a céu aberto nas áreas rurais é 6 vezes maior do que nas áreas urbanas (JMP 2021: Urbano 5% vs Rural 30%).

Este ano, o Dia Mundial da Latrina tem como foco o impacto da crise do saneamento nas águas subterrâneas.

 


Nota para os editores

Os sistemas de saneamento inadequados espalham resíduos humanos por rios, lagos e o solo, poluindo os recursos hídricos sob nossos pés. Porém, esse problema parece ser invisível. Invisível, pois acontece no subsolo. Invisível, pois acontece nas comunidades mais pobres e marginalizadas.

A água subterrânea é a nossa fonte mais abundante de água doce. Ela abastece nossos aquíferos de água potável, sistemas de saneamento, o sector agrícola, a indústria e os ecossistemas. À medida que as mudanças climáticas pioram e as populações crescem, as águas subterrâneas tornam-se cada vez mais vitais para a nossa sobrevivência.

O saneamento gerido com segurança protege as águas subterrâneas da poluição de resíduos humanos. O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 6.2 é a promessa mundial de saneamento seguro para todos até 2030. Isso significa que todos devem ter acesso a uma latrina ligada a um sistema de esgoto que efectivamente remova e trate os resíduos humanos. Mas estamos muito atrasados para atingir esse objectivo.

Precisamos trabalhar, em média, quatro vezes mais rápido para conseguir que todos tenham uma latrina segura até 2030. A relação entre saneamento e águas subterrâneas não pode ser ignorada. O tempo urge. Precisamos tornar visível o invisível.

Como a promoção do saneamento doméstico de forma sustentável é notoriamente difícil, a estratégia de saneamento rural 2021 – 2030 destaca a importância da liderança descentralizada e a importância da coordenação efectiva de múltiplas partes interessadas. Roteiros locais e micro-planificações são uma parte importante desse pilar. Todas as partes interessadas compartilham a responsabilidade de alcançar os objectivos de saneamento, priorizando a inclusão, a equidade e a sustentabilidade. Os Governos dos Distritos possuem um papel importante na coordenação e monitoramento dos esforços e na alocação dos orçamentos necessários.

Para celebrar o Dia Mundial da Latrina, o UNICEF apoiará o Governo em seis Províncias (Cabo Delgado, Tete, Manica, Sofala, Nampula e Zambézia),  através do apoio técnico e financeiro para a realização de diferentes actividades.
 

Contacto para os media

Gabriel Pereira
Communication Officer
UNICEF Moçambique
Telefone: +258 82 316 5390

Sobre o UNICEF

O UNICEF trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do mundo, para chegar às crianças mais desfavorecidas. Para salvar as suas vidas. Para defender os seus direitos. Para ajudá-las a alcançar o seu verdadeiro potencial. Presentes em 190 países e territórios trabalhamos para cada criança, em qualquer parte, todos os dias, para construirmos um mundo melhor para todos. E nunca desistimos. Para mais informação sobre o UNICEF e seu trabalho para cada criança, visite www.unicef.org.mz

Siga as actividades do UNICEF no Twitter e Facebook