We’re building a new UNICEF.org.
As we swap out old for new, pages will be in transition. Thanks for your patience – please keep coming back to see the improvements.

Evaluation database

Evaluation report

2013 Angola: Programa De Promoção Das Competências Familiares - Pesquisa qualitativa rápida sobre o impacto das actividades do programa



Executive summary

Background:

A Convenção dos Direitos da Criança e a Constituição da República de Angola estabelecem que a protecção da criança é uma responsabilidade da família, da Comunidade e do Estado. No ano 2007 o Governo de Angola assumiu durante o III Fórum Nacional da Criança 11 compromissos com a criança angolana, um dos quais, o Compromisso 9, refere-se a promoção da Protecção Social e Competências Familiares.

No âmbito do Compromisso N.9 o Ministério da Família e Promoção da Mulher (MINFAMU) está desenvolvendo, desde o ano 2010, em parceria com o Comité Intersectorial para as Competências Familiares, composto para os ministérios da Saúde, Assistência e Reinserção Social, Educação, INAC, UNICEF, contando com a fundamental participação de 10 Igrejas e ONGs, uma estratégia de comunicação para a promover no seio das famílias 12 práticas chave para a saúde, protecção e educação das crianças entre 0 a 5 anos de idade, visando ao desenvolvimento integral das crianças.

Methodology:

Apos quase três anos desde o começo da implementação do programa, surgiu a necessidade de realizar uma pesquisa que pudessem mostrar algumas tendências em acto relativas as metodologia do programa, assim como ao impacto das actividades nos contextos beneficiados pelo programa, O fim último é de verificar a exigências de aportar ajustes na revisão da estratégia do programa das Competências Familiares começada no primeiro semestre do 2013, segundo o plano anual desenvolvido com o MINFAMU e parceiros.

Seja por necessidade de tempo e recursos, seja porque as actividades de sensibilização começaram somente a um ano e meio, portanto resulta impossível medir a mudança de comportamento nas famílias beneficiadas pelo programa, foi decidido não fazer uma análise quantitativa e qualitativa sobre as mudanças de comportamentos quanto em vez indagar de maneira rápida utilizando metodologias qualitativas alguns elementos estratégico de avanços do programa.

Esta pesquisa qualitativa rápida foi realizada com informadores escolhidos por conveniência, de acordo com o público-alvo, a situação geográfica e com algumas constatações das pessoas que trabalham como activistas das organizações implementadoras em duas províncias escolhidas entre as 11 beneficiadas pelo programa.

Portanto os resultados não pretendem ser representativos de todo o programa, quanto em vez ser um rápido olhar sobre os efeitos das actividades implementadas no quadro do Programa de Promoção das Competências Familiares. Uma rápida analise que possa restituir algumas tendências em acto.

A pesquisa foi realizada, entre o dia 15 de Abril e o dia 09 de Maio, em três distintas áreas: na área urbana da comuna Sede do município de Cacuaco, na área periurbana da comuna da Funda do município de Cacuaco na província de Luanda e na área rural do município de Marimba na província de Malanje.

Findings and Conclusions:

Foram realizadas nove visitas domiciliares a quatro famílias que recebem visitas e cinco visitas a famílias que não recebem visitas, nas três comuna/municípios seleccionadas a partir dos grupos de discussão. Veja sistematização de informação no anexo II A e II B.

Em síntese, podemos constatar da observação das respostas o seguinte:

Lavagem das mãos - A grande diferença entre as mães que recebem visitas e as que não recebem visitas consiste na no facto das mães que não recebem visitas não terem utilizarem jarras para lavar as mãos, as crianças apresentarem –se sujas. Mas em ambos os grupos se pode constatar a presença da sabonete ou detergente para lavar as mãos, e bacia limpa embora para todos os casos não exista água canalizada e seja necessário ir buscar água ao rio que não tem qualidade para consumo.

Amamentação materna – Constatamos que nos dois grupos as mulheres o bebé é alimentado com leite materno, existindo apenas uma excepção que usou leite em pó desde que nasceu, no grupo de mulheres que não recebe visitas. No grupo de mães que recebem visitas nota-se que a desmamentação começo mais sedo, assim como é mais frequente a introdução de outra comida antes dos 6 meses.

Uso do Mosquiteiro – Nas duas categorias de famílias os mosquiteiros presentes são usado primariamente para as crianças mais novas. Na maioria das vezes existem famílias com mosquiteiros para todos os membros da família de acordo com as posses de cada família. Normalmente os mosquiteiros são distribuídos nos postos de saúde. Nota-se uma difusão mais frequentes entre as famílias visitadas.

Registo de nascimento – Em casa de famílias que não recebem visitas fez-se o registo de 22 crianças das quais, três têm registo e 19 não tem registo de nascimento. Destas dezanove crianças sem registo, três tem registos falsos porque a mãe não tem Bilhete de Identidade, razão que justifica que pelo nemos sete crianças não tenham registo de nascimento. Na casa de famílias que recebem visitas, fez-se o registo de 13 crianças, das quais onze tinham o registo de nascimento e duas não tinham registo.

Materiais de comunicação – Em quase todas as famílias visitadas existe uma TV ou radio. Entre as 4 famílias visitadas para os activistas todas tinham a cartilha da receita da felicidade, mas uma recebeu somente o dia anterior.



Full report in PDF

PDF files require Acrobat Reader.


 

 

Report information

Year:
2013

Country:
Angola

Region:
ESARO

Theme:
Advocacy and Communication

Type:
Evaluation

Language:
Portuguese

New enhanced search