26 dezembro 2023

O papel do UNICEF em Israel e na Palestina

Qual é o papel humanitário do UNICEF durante conflitos armados? Quais são os princípios humanitários universais que orientam as operações e advocacy do UNICEF? Por que o UNICEF se refere às “partes em conflito” sem as chamar pelo nome? O compromisso do UNICEF com a neutralidade e outros princípios humanitários impede-o de se manifestar contra as…, 1. Qual é o papel humanitário do UNICEF durante conflitos armados?, O mandato humanitário do UNICEF é ajudar a aliviar o sofrimento de crianças e adolescentes, independentemente de quem sejam ou onde vivam. Em determinadas situações, quando os recursos estão prontamente disponíveis para satisfazer as necessidades de crianças e adolescentes durante uma emergência, fazemos isso oferecendo orientação e apoio a quem…, 2. Quais são os princípios humanitários universais que orientam as operações e advocacy do UNICEF?, Como organização humanitária operacional, o UNICEF orienta-se pelos princípios da humanidade, imparcialidade, neutralidade e independência. Nosso objetivo é defender esses princípios universais em todos os contextos, por ação e por palavra. Humanidade: O sofrimento humano deve ser abordado onde quer que seja encontrado. O objetivo da ação…, 3. Por que o UNICEF se refere às “partes em conflito” sem as chamar pelo nome?, O mandato do UNICEF em qualquer conflito é ajudar a proteger os direitos de crianças e adolescentes e aliviar o seu sofrimento. Isso significa apelar aos envolvidos nos combates para que cumpram as suas obrigações ao abrigo do direito internacional, da forma como a experiência demonstrou servir os melhores interesses das crianças e dos…, 4. O compromisso do UNICEF com a neutralidade e outros princípios humanitários impede-o de se manifestar contra as violações dos direitos das crianças e dos adolescentes?, Não. O UNICEF continuará a denunciar as violações dos direitos das crianças e dos adolescentes, incluindo as graves violações cometidas contra meninas e meninos em todas as vertentes da violência. O nosso mandato é realizar a defesa humanitária do acesso contínuo e desimpedido a todas as crianças e todos os adolescentes necessitados, e fazê-lo em…, 5. O UNICEF pronunciou-se sobre as violações cometidas contra crianças e adolescentes em Israel e na Palestina?, Sim. Em público e a portas fechadas, o UNICEF tem-se manifestado sobre as violações cometidas contra as crianças e os adolescentes em Israel e na Palestina de forma inequívoca, consistente e desde os primeiros dias. Até as guerras têm regras. O assassinato e a mutilação de crianças e adolescentes são uma violação grave condenada pelo Conselho de…, 6. Como o UNICEF opera em Israel?, Em países de renda alta, como Israel, os governos geralmente têm capacidade adequada para responder a emergências. A pedido do Governo, o UNICEF pode estender esse apoio, como apoio psicossocial às crianças e aos adolescentes. Em mais de 30 países onde o UNICEF não realiza atividades programáticas, os Comitês Nacionais do UNICEF servem como seus…, 7. Como o UNICEF opera na Palestina?, O UNICEF tem apoiado crianças e adolescentes palestinos na Cisjordânia e na Faixa de Gaza desde o início da década de 1980. Após a criação da Autoridade Palestina em 1994, o UNICEF nomeou o seu primeiro representante especial para servir as crianças e os adolescentes palestinos. Com funcionários em Jerusalém e na Faixa de Gaza, trabalhamos para…, 8. Qual é o papel humanitário do UNICEF no sistema mais amplo das Nações Unidas?, As Nações Unidas foram fundadas no rescaldo da Segunda Guerra Mundial para reforçar a paz e a segurança internacionais e promover os direitos humanos fundamentais. Por mandato da Assembleia Geral das Nações Unidas, o UNICEF trabalha para proteger os direitos das crianças e dos adolescentes, em tempos de paz ou de crise. O nosso dever de proteger…, 9. O que o UNICEF pede?, O UNICEF pede aos líderes mundiais para que cumpram as suas obrigações ao abrigo do direito internacional humanitário e dos direitos humanos para proteger as crianças e os adolescentes que sofrem devido a essa catástrofe sem precedentes. Meninas e meninos precisam de um cessar-fogo humanitário agora. Veja todos os nossos apelos à ação aqui .
12 junho 2023

Os indicadores da pobreza multidimensional

A pobreza multidimensional na infância e na adolescência atingia, em 2019,  63,1% da população brasileira de até 17 anos, com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua). Esse percentual corresponde a 32 milhões de crianças e adolescentes, do total de 50,8 milhões – um contingente maior do que a população…, Confira a situação do Brasil nas dimensões que compõem a pobreza multidimensional, Renda, Até 2019, a privação de renda se mantinha relativamente estável no Brasil, com mais de 20 milhões de meninas e meninos vivendo abaixo de um nível mínimo de renda para satisfazer suas necessidades. Em 2020, com o Auxílio Emergencial, houve uma melhora no percentual de crianças e adolescentes vivendo na extrema pobreza (renda familiar inferior a 1,9…, Alimentação, Na última década, o número de crianças e adolescentes que viviam em domicílios cuja renda familiar era insuficiente para alimentação vinha sendo reduzido. A pandemia, no entanto, reverteu essa tendência de melhora, alterando bastante o cenário. Entre 2018 e 2021, o percentual de crianças e adolescentes privados de renda familiar necessária para…, Educação, Em 2019, mais de 4 milhões de crianças e adolescentes apresentavam alguma privação no direito à educação no Brasil – frequentavam a escola com atraso escolar ou sem estar alfabetizados, ou estavam fora da escola. Se, antes da pandemia, o País vinha apresentando pequenas melhorias no acesso a esse direito, com a pandemia, o cenário se inverteu.…, Saneamento, A falta de acesso ao saneamento – banheiro e rede de esgoto – é uma das privações que mais impactam crianças e adolescentes no Brasil. Segundo os dados da Pnad Contínua 2020 (últimos disponíveis para esse tema), quatro em cada dez meninas e meninos estavam privados desse direito. Há quase o dobro de crianças e adolescentes negros e indígenas…, Água, De modo geral, os percentuais de meninos e meninas privados do acesso a água segura se mantiveram estáveis nos últimos anos. Houve, apenas, uma melhora em 2020 em relação ao cenário mais extremo dessa privação de direito. Com isso, o percentual de crianças e adolescentes que habitavam um domicílio que não recebia água canalizada caiu de 4,6%, em…, Moradia, Aproximadamente um(a) em cada dez crianças e adolescentes vive em moradia inadequada no Brasil – viver em uma casa com quatro ou mais pessoas por dormitório, ou cujas paredes e/ou teto são de material inadequado, como madeira aproveitada. Os dados mais recentes disponíveis são de 2020. O problema se concentra no Norte do País, com três estados…, Informação, O acesso à internet e à televisão, especialmente o primeiro, apresentou uma melhora estatisticamente significativa nos últimos anos. De 2017 a 2020, o percentual de crianças e adolescentes que acessou a internet em casa no ano anterior à realização da pesquisa (Pnad Contínua) passou de 67,9% para 86,6%. Os resultados mostram, no entanto, que o…, Trabalho infantil, Os últimos dados disponíveis sobre trabalho infantil na Pnad Contínua são de 2019. Naquele ano, mais de 2 milhões de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos estavam em situação de trabalho infantil no Brasil – excluindo-se aqui meninas e meninos exercendo função de aprendiz, prevista em lei. Entre 2017 e 2019, não houve melhorias significativas…, Gráficos interativos, Nessa ferramenta interativa, você encontra dados sobre diferentes indicadores: Educação, Saúde, Proteção, Participação eleitoral, Água, saneamento e higiene e Política social. Também pode verificar a situação em cada unidade da Federação. A pobreza na infância e na adolescência no Brasil e no mundo A pobreza afeta mais de 1 bilhão de crianças e…
21 março 2023

Água, Saneamento e Higiene

Situação no Brasil, A falta de acesso adequado a água, saneamento e higiene coloca em risco a saúde e compromete o futuro de meninas e meninos. No Brasil, na última década, o percentual de crianças e adolescentes sem acesso a banheiro e rede de esgoto havia passado de 56,2%, em 2009, para 44,6%, em 2018, e sem acesso a água passou de 3,7% para 3,6% no mesmo período,…, Biblioteca, Trabalho do UNICEF no Brasil, O UNICEF concentra sua atuação em Água, Saneamento e Higiene para apoiar melhorias voltadas para o acesso à água potável e ao saneamento nas populações mais vulneráveis e nas escolas – com objetivo de garantir ambientes mais seguros para crianças, adolescentes e famílias –, bem como para promover práticas de higiene em áreas urbanas e rurais,…, Principais iniciativas do UNICEF no Brasil , Povos e Comunidades Tradicionais – Trabalho voltado para a melhoria do acesso à água potável, esgotamento sanitário, gestão de resíduos sólidos, incluindo práticas de higiene, para os povos e comunidades tradicionais, priorizando iniciativas que respeitem aspectos relacionados ao meio ambiente local. Escolas saudáveis e sustentáveis, amigas de…, Principais resultados de 2022, Em 2022, as ações de água, saneamento e higiene do UNICEF Brasil impactaram cerca de 2 milhões de pessoas (sendo 46% delas, crianças), com foco em iniciativas de mudança de comportamento para a lavagem das mãos, no TAM e SAB. Além disso, mais de 160 mil crianças se beneficiaram de melhores instalações de água, saneamento e higiene em mais de 500…, Parceiros que nos apoiam, Para realizar as estratégias de água, saneamento e higiene, o UNICEF conta com o apoio de milhares de doadores individuais e de parceiros corporativos. São parceiros estratégicos ADM, Takeda, Grupo Profarma, parceiros Needs, Americanas, Yara, Grupo Tigre, Fundação Salvador Arena, Unilever e apoio Biolab, Axenya, e parceiros internacionais, Echo,…