Quando eu saí de casa...

Por meio de desenhos e narrativas, crianças migrantes e refugiadas da Venezuela revelam suas experiências e seus sonhos na jornada para uma nova vida no Brasil

Destaques

“Este livro é um convite para embarcar no universo de cada criança e cada adolescente que, com generosidade, nos confiou um pouco de sua história. No amarelo, azul e vermelho presentes em tantos desenhos, uma pista do carinho pela terra natal, Venezuela. No verde, azul e amarelo, a esperança de uma nova morada: o Brasil. São tantos ônibus desenhados, tantas estradas representadas que não nos sobra dúvida de que, nessa maleta de sonhos, já foram muitos os caminhos percorridos. Este livro contém narrativas em primeira pessoa de 35 meninos e meninas de várias idades que abriram as suas experiências de cruzar fronteiras. Os depoimentos das crianças – hoje na condição de migrantes e refugiadas – foram colhidos de forma sensível e participativa nos Súper Panas (“Super Amigos”). Estes são espaços seguros mantidos pelo UNICEF e parceiros – como o Instituto Pirilampos – onde crianças e jovens podem retomar a infância e adolescência, com atividades de educação não formal e apoio psicossocial. O livro, nesse sentido, é a materialização de um trabalho que é feito com muito carinho, mas principalmente, a partir da escuta atenta ao que cada criança tem a nos dizer. E é isso que queremos compartilhar com todos vocês. Uma boa leitura!”

Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil

capa da publicação Quando eu saí de casa mostra o desenho de um menino subindo um morro com um saco nas costas, dentro do saco, muitos sonhos.
Autor
Instituto Pirilampos, UNICEF Brasil
Data da publicação
Idiomas
Português, Espanhol

Baixar o relatório

(PDF, 10,52 MB)