Multimídia

Campanhas

Papéis de parede

Projeto UNICEF – Turma da Mônica

Spots para rádio

Vídeos

 

Concurso cultural de memes e vídeos Internet sem Vacilo – Regulamento

Prazo para envio de vídeos e memes para o concurso foi prorrogado até 31 de agosto.

Se você tem entre 15 e 25 anos e mora no Brasil, participe do concurso de memes e vídeos sobre um dos cinco temas da campanha do UNICEF Internet sem Vacilo:
• cyberbullying e sexting;
• privacidade;
• amizades e relacionamentos online;
• busca de informações com segurança;
• preconceito e intolerância na rede.

As peças devem contribuir para a reflexão sobre os riscos e oportunidades da internet na vida dos adolescentes e estimular meninas e meninos a adotar um comportamento positivo, inteligente e saudável na rede.

As peças selecionadas serão divulgadas nas plataformas online do UNICEF. As/Os autoras/es das peças selecionadas participarão de uma visita à sede do Google Brasil em São Paulo e gravarão um programa no Youtube Space em São Paulo. Os custos com viagem e hospedagem são de responsabilidade do UNICEF.

Para participar, crie um vídeo ou meme, publique nas redes sociais com a hashtag #InternetSemVacilo, marque a fanpage do UNICEF Brasil (se publicar no Facebook) e envie um link da peça publicada para o e-mail: comunicacao@unicef.org, com seus dados pessoais, até o dia 31 de agosto de 2015.

O concurso é individual e as peças devem ser inéditas. Você pode obter mais informações sobre os temas da campanha assistindo aos vídeos, vendo os memes, fazendo o quiz e lendo o guia Internet sem Vacilo, disponíveis no site: www.internetsemvacilo.org.br.

Internet sem Vacilo é uma campanha online do UNICEF para tornar a internet um ambiente mais seguro para adolescentes e jovens. Com humor e em comunicação direta com adolescentes, a campanha procura orientá-los para que usem a rede de forma criativa e consciente, minimizando riscos e aproveitando todo o potencial positivo das ferramentas digitais.

As peças da campanha contam com a ilustre participação de JoutJout e Pyong Lee, youtubers conhecidos do público juvenil. Com esta iniciativa, o UNICEF convida youtubers, adolescentes e jovens a refletir sobre o seu comportamento online, discutir sobre os riscos e as oportunidades da internet para a sua vida, conhecer e divulgar as peças da campanha, produzir e compartilhar conteúdo inteligente e inovador, sem vacilo!

Leia abaixo o regulamento completo do concurso cultural.

Regulamento

1. SOBRE O CONCURSO CULTURAL

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) promove concurso para a seleção de vídeo e meme a ser utilizado em suas redes sociais como parte da campanha Internet sem Vacilo.

As peças serão divulgadas a partir do dia 8 de setembro de 2015. A participação neste concurso cultural é voluntária e gratuita e a seleção será feita por meio de júri composto por especialistas do UNICEF, Google e SaferNet Brasil.

2. OBJETIVOS

O concurso cultural para seleção do vídeo e meme da campanha Internet sem Vacilo tem como objetivos:

a) Contribuir para a reflexão, entre as/os adolescentes, sobre a importância de se ter uma atitude positiva na internet e evitar riscos em relação a cyberbullying e sexting; privacidade; amizades e relacionamento online; buscas de informações com segurança; preconceito e intolerância na rede;

b) Incentivar a produção de conhecimento e o compartilhamento de informações sobre o uso da internet entre adolescentes, de forma inteligente e com linguagem inovadora e bem-humorada;

c) Fomentar o uso da internet de forma segura, com base na autonomia das/os adolescentes e sua capacidade de fazer escolhas de forma consciente e responsável, fundamentado nos direitos das/os adolescentes, principalmente no direito à comunicação e à participação.

3. PÚBLICO

Podem participar do concurso adolescentes e jovens que tenham de 15 a 25 anos e residam em território nacional.

4. TEMA

O trabalho deverá abordar um dos cinco temas da campanha Internet sem Vacilo:
• cyberbullying e sexting;
• privacidade;
• amizades e relacionamentos online;
• busca de informações com segurança;
• preconceito e intolerância na rede.

Informações sobre os temas da campanha estarão disponíveis nos vídeos, memes, quiz e guia Internet sem Vacilo, disponíveis no site: www.internetsemvacilo.org.br.

5. NORMAS

5.1. A inscrição é gratuita e individual. Não serão aceitos trabalhos que tenham mais de um(a) autor(a).

5.2. Para fins deste concurso, será considerado(a) participante somente pessoa física.

5.3. O(a) participante poderá entregar quantas propostas quiser desde que cada uma delas seja inscrita separadamente e cumpra com as exigências deste Regulamento.

5.4. É obrigatório que a(s) proposta(s) seja(m) de autoria própria e inédita(s), divulgada(s) nas redes sociais com uso da hashtag #InternetSemVacilo, marcando a fanpage do UNICEF Brasil (se publicar no Facebook) e encaminhadas com link de acesso à publicação do material nas redes sociais para o e-mail: comunicacao@unicef.org.

5.5. Ao realizar a inscrição, o(a) participante estará declarando que a obra é de sua autoria e que assume a responsabilidade, nos termos da lei, pela originalidade, autenticidade e autoria do material, assumindo o ônus, em caso de declarar uma inverdade, nas formas da Lei.

5.6. A escolha será feita por uma Comissão Julgadora, formada por especialistas do UNICEF, Google e SaferNet Brasil.

5.7. À organização do Concurso está reservado o direito de divulgar e de expor os vídeos e memes participantes.

6. APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA

Não será permitida nenhuma forma de identificação do(a) autor(a) no trabalho inscrito.

A identificação do(a) autor(a) deverá ser feita no texto do e-mail (imagem em anexo), com as seguintes informações:
• Nome completo
• Data de nascimento
• Nome do(a) responsável
• Endereço completo
• Telefone (com DDD)
• E-mail para contato
• Explicação da proposta (até 10 linhas)
• Link de acesso à publicação da peça nas redes sociais com uso da hashtag #InternetSemVacilo e marcando a fanpage do UNICEF Brasil (se publicar no Facebook)

7. CRONOGRAMA

A(s) proposta(s) será(ão) recebida(s) até 31 de agosto de 2015.

O resultado das peças vencedoras (vídeos e memes) será divulgado a partir do dia 8 de setembro de 2015 por meio do website do UNICEF (www.unicef.org.br).

8. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO

A Comissão Julgadora baseará a sua avaliação nos seguintes critérios:
• Adequação aos temas da campanha
• Originalidade
• Criatividade
• Fomento à atitude positiva na internet
• Atendimento aos requisitos do regulamento
• Estética
• Respeito aos direitos humanos e diversidade

A decisão da Comissão Julgadora é soberana e irrecorrível.

A Comissão Julgadora reserva-se o direito de não selecionar nenhum dos trabalhos se considerar que os objetivos do concurso não foram atendidos.

9. PREMIAÇÃO

• Visita à sede do Google Brasil em São Paulo
• Gravação de um vídeo no Youtube Space, em São Paulo
• Divulgação dos trabalhos selecionados nas redes do UNICEF
• Entrega de kit com produtos do UNICEF para as/os vencedoras/es
• Passagens e hospedagem custeadas pelos organizadores do concurso cultural

Os prêmios são individuais e intransferíveis e não poderão ser trocados por outros itens. Participantes com menos de 18 anos devem obrigatoriamente apresentar autorização dos pais ou responsáveis para se hospedarem em um hotel em São Paulo.

Mais itens podem ser objeto de premiação, de acordo com novas possibilidades.

10. DIREITOS AUTORAIS

Após o resultado, o(a) participante selecionado(a) deverá estar disponível para trâmites internos com o UNICEF e parceiros da campanha Internet Sem Vacilo.

O(a) responsável pelo(a) vencedor(a) do concurso deverá assinar um contrato padrão de cessão dos direitos de uso da peça. Se o(a) vencedor(a) não aceitar esse termo, perderá o direito à premiação e caberá à Comissão Julgadora a escolha de outro trabalho.

As peças vencedoras passarão a ser, em caráter total e definitivo, propriedade do UNICEF, que dela poderá dispor a seu critério para todos os usos possíveis em território nacional e internacional, reservando-se todos os direitos de uso, não cabendo ao UNICEF quaisquer ônus sobre o seu uso, pagamento de cachês, direitos autorais e outros pagamentos/ressarcimentos que venham a ser reivindicados pelo(a) participante do concurso.

A área de Comunicação do UNICEF reserva-se o direito de realizar ajustes na arte vencedora para adequar o seu formato para publicação/divulgação, sem, contanto, modificar o seu conceito.

O(a) autor(a) das peças participantes do concurso são responsáveis por assegurar que as imagens e textos utilizados não violam as leis de direitos autorais. As imagens e textos devem ser de autoria dos(as) candidatos(as) ou com licença que permite a sua utilização/modificação/reprodução, a exemplo das licenças Creative Commons CC BY SA.

Para buscar conteúdos livres, algumas alternativas estão disponíveis em:
http://www.creativecommons.org.br/ ou http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp

Você também pode escolher licenças na busca avançada do Google: Configurações – Pesquisa Avançada – Direitos de Uso.

11. DISPOSIÇÕES FINAIS

A inscrição, independentemente de qualquer outro documento, significa plena aceitação, pelo(a) solicitante ou por seu(sua) representante, dos termos deste Regulamento.

No ato de inscrição, os(as) participantes se declaram cientes e autorizam a divulgação de seus nomes, imagens e áudios que venham a ser feitas e/ou obtidas por conta do presente concurso e por demais veículos de comunicação do UNICEF.

O uso tem por fins a exibição em qualquer mídia, existente ou que vier a existir, em todo o território nacional e internacional, em número ilimitado de vezes.

A presente autorização tem caráter gratuito, desonerando o UNICEF de qualquer custo ou pagamento de honorários. O presente Regulamento poderá ser alterado e/ou o Prêmio suspenso ou cancelado, sem aviso prévio, por qualquer motivo imprevisto que esteja fora do controle do UNICEF, e que comprometa o concurso de forma a impedir ou modificar substancialmente a condução desse como originalmente previsto. Questões não previstas no presente regulamento serão avaliadas pelo UNICEF e, ao exclusivo critério deste, serão solucionadas por decisão deste, não cabendo qualquer espécie de recurso dessa decisão.

 

 
Busca

 Envie por e-mail

unite for children