Imprensa

Notícias

Notícias de 2016

Notícias de 2015

Notícias de 2014

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

UNICEF busca US$ 3,3 bilhões de assistência emergencial para ajudar 48 milhões de crianças atingidas por conflitos ou outras crises

A desnutrição representa "ameaça silenciosa" para crianças, diz o apelo da agência de 2017

Nova Iorque/Genebra, 31 de janeiro de 2017 – Quarenta e oito milhões de crianças vivendo em alguns dos piores conflitos do mundo e em outras emergências humanitárias se beneficiarão do apelo de 2017 do UNICEF, que foi lançado nesta terça-feira.

Da Síria ao Iêmen e ao Iraque, do Sudão do Sul à Nigéria, crianças estão sob ataque direto, suas casas, escolas e comunidades em ruínas, suas esperanças e seu futuro por um fio. No total, quase uma em cada quatro crianças do mundo vive em um país afetado por conflitos ou desastres.

"Em muitos países, a guerra, os desastres naturais e as mudanças climáticas estão expulsando cada vez mais crianças de suas casas, expondo-as à violência, às doenças e à exploração", disse Manuel Fontaine, diretor de Programas de Emergência do UNICEF.

A Ação Humanitária para Crianças do UNICEF estabelece o apelo de 2017 da agência, no valor de US$ 3,3 bilhões, e seus objetivos de proporcionar acesso a água potável, nutrição, educação, saúde e proteção para meninas e meninos em 48 países em todo o mundo.

Estima-se que 7,5 milhões de crianças enfrentarão desnutrição aguda grave na maioria dos países que fazem parte do apelo do UNICEF, incluindo quase meio milhão no nordeste da Nigéria e quase meio milhão no Iêmen.

"A desnutrição é uma ameaça silenciosa para milhões de crianças", disse Fontaine. "O dano que causa pode ser irreversível, roubando o potencial mental e físico das crianças. Em sua pior forma, a desnutrição grave pode ser mortal".

O componente mais importante do apelo diz respeito às crianças e às famílias envolvidas no conflito da Síria, que, em breve, entrará em seu sétimo ano. O UNICEF precisa de um total de US$ 1,4 bilhão para apoiar as crianças sírias dentro da Síria e também aquelas que vivem como refugiadas em países vizinhos.

No total, trabalhando ao lado de seus parceiros, as outras prioridades do UNICEF em 2017 são:

  • Proporcionar acesso a água potável para mais de 19 milhões de pessoas;
  • Alcançar 9,2 milhões de crianças com educação básica formal ou não formal;
  • Imunizar 8,3 milhões de crianças contra o sarampo;
  • Prestar apoio psicossocial a mais de 2 milhões de crianças;
  • Tratar 3,1 milhões de crianças com desnutrição aguda grave.

Nos primeiros dez meses de 2016, como resultado do apoio do UNICEF:

  • 13,6 milhões de pessoas tiveram acesso a água potável;
  • 9,4 milhões de crianças foram vacinadas contra o sarampo;
  • 6,4 milhões de crianças tiveram acesso a algum tipo de educação;
  • 2,2 milhões de crianças foram tratadas de desnutrição aguda grave.

###

Nota para os editores:
O apelo Ação Humanitária para Crianças 2017 pode ser acessado (em inglês) em: www.unicef.org/HAC2017

Vídeo e fotos estão disponíveis para download em: http://weshare.unicef.org/Package/2AMZIF0Y3VA

Sobre o UNICEF – O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) promove os direitos e o bem-estar de cada criança em tudo o que faz. Com seus parceiros, trabalha em 190 países e territórios para transformar esse compromisso em ações concretas que beneficiem todas as crianças, em qualquer parte do mundo, concentrando especialmente seus esforços para chegar às crianças mais vulneráveis e excluídas.

Acompanhe nossas ações no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.

Mais informações
Assessoria de Comunicação do UNICEF Brasil
Pedro Ivo Alcantara
Telefone: (61) 3035 1947
E-mail: pialcantara@unicef.org

 

 
unite for children