Imprensa

Notícias

Notícias de 2017

Notícias de 2016

Notícias de 2015

Notícias de 2014

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Materiais para radialistas

Contatos

 

UNICEF lança Atlas Sociolinguístico dos Povos Indígenas da América Latina

O Atlas tem por objetivo ser uma ferramenta para o planejamento e implementação de políticas públicas que levem em consideração a riqueza e complexidade linguística da região

Cartagena de Indias, 21 de junho – O UNICEF, em cooperação com a Agência de Cooperação Espanhola (AECID) e a Fundação Intercultural Bilíngue de Educação (FUNPROEIB Andes), lançou o Atlas Sociolinguístico dos Povos Indígenas da América Latina, uma análise linguística e sociocultural para a América Latina.

Com informações sobre 21 países, o Atlas analisa a região do sul ao norte, começando pela Patagônia e terminando no México, descrevendo 522 povos indígenas da América Latina, por meio de dados demográficos e geográficos, e disponibilizando ainda um olhar crítico sobre a situação atual desses povos. O objetivo do Atlas é servir como instrumento para a elaboração e implementação de políticas públicas que levem em consideração a riqueza e a complexidade sociolinguística da região.

"Ter mais informação sobre os povos indígenas localizados em vários países latino-americanos pode nos ajudar a repassar experiências educativas bem-sucedidas de um país para outro", diz Anna Lucia D'Emilio, Coordenadora Regional de Educação e de Populações Excluídas do UNICEF para a América Latina e o Caribe.

Leticia Casañ Jensen, coordenadora do Programa de Povos Indígenas da AECID, diz que o Atlas é "uma importante ferramenta para todos que desejam trabalhar com o reconhecimento e o direito ao próprio desenvolvimento dos povos indígenas latino-americanos".

O Atlas, impresso em dois volumes, contém dados demográficos, étnicos e linguísticos. Um DVD interativo encartado na publicação conta com diagramas, estatísticas e mapas para disseminar a informação para escolas, mídia e organizações indígenas e indigenistas da região.

Alguns dados mostrados pelo Atlas:
São 522 povos vivendo na América Latina,
correspondendo a uma população de cerca de 500 mil indígenas,
falando 420 línguas,
em 21 países, incluindo alguns do Caribe.
Trinta e quatro especialistas participaram de sua elaboração, sendo quatro somente do Brasil.

Para mais informações:
Escritório Regional do UNICEF para a América Latina e o Caribe
Telefone: (507) 301 7485
E-mail: thahn@unicef.org

 

 
unite for children

O UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) é uma parte integral das Nações Unidas. A missão do UNICEF é promover os direitos e bem-estar de todas as crianças em tudo o que fazemos e, junto com nossos parceiros, traduzir esse compromisso em ações práticas em benefício das crianças de todos os lugares. Nossos programas dependem integralmente de contribuições voluntárias de pessoas físicas e organizações, além dos fundos arrecadados por meio de nossas atividades, como a venda de produtos licenciados. O UNICEF é isento de todos os impostos diretos no Brasil sob os direitos internacionais e brasileiros.

Para mais informações relacionadas à sua doação, entre em contato no 0800-605-2020 ou pelo e-mail amigodacrianca@unicef.org

Para informações de privacidade, acesse nossa política de privacidade.

CNPJ: 03744126/0001-69