Imprensa

Notícias

Notícias de 2017

Notícias de 2016

Notícias de 2015

Notícias de 2014

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Materiais para radialistas

Contatos

 

Apoiar as mães para que amamentem vai melhorar as chances de sobrevivência das crianças, diz UNICEF

© UNICEF/BRZ/Mila Petrillo

Nova Iorque, 1º de agosto – Para celebrar a Semana Mundial de Aleitamento Materno – de 1 a 7 de agosto –, o UNICEF, em conjunto com a Aliança Mundial para o Aleitamento Materno (Waba) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), recomenda que se aumente o apoio – profissional ou não – às mães lactantes.

“O aleitamento materno é um instrumento decisivo para melhorar a sobrevivência infantil”, disse Ann M. Veneman, diretora executiva do UNICEF. “O aleitamento materno exclusivo durante os seis primeiros meses de vida pode evitar até 13% das mortes de crianças menores de 5 anos nos países em desenvolvimento”.

Ainda que nos últimos 15 anos tenha havido progressos, somente 38% dos bebês com menos de seis meses no mundo em desenvolvimento recebem aleitamento materno exclusivo.

Recentes estudos científicos descobriram que a educação e o apoio às mães ampliam consideravelmente o número de meses em que as mães amamentam seus bebês, e são especialmente benéficos para promover o aleitamento materno exclusivo. Outros estudos têm demonstrado que a orientação e o apoio nos estabelecimentos de saúde propiciaram aumento no número de mães que iniciam o aleitamento materno durante a primeira hora após o nascimento.

O aleitamento materno exclusivo durante os primeiros seis meses de vida reduz a mortalidade infantil vinculada às doenças comuns da infância e a desnutrição.

O aleitamento materno pode reduzir o número de mortes causadas por infecções respiratórias agudas e diarréia – duas importantes causas de mortalidade infantil – assim como de outras doenças infecciosas. Também contribui para a saúde das mães e estabelece um vínculo entre a mãe e o bebê.

Alimentação infantil adequada pode salvar vidas, assegurar crescimento e desenvolvimento melhores e contribuir para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

O UNICEF trabalha com seus parceiros e governos em muitos países para garantir o apoio cada vez maior às mães lactantes por parte dos profissionais de saúde, conselheiros, grupos maternos, empresas, prestadores de socorro em situações de emergência, legisladores, famílias e redes sociais comunitárias.

No Brasil
Para incentivar o aleitamento materno exclusivo e apoiar mães e famílias no cuidado com seus bebês, o UNICEF utiliza, no Brasil, o kit Família Brasileira Fortalecida e o álbum Promovendo o Aleitamento Materno, para que o município assegure o direito da gestante e do bebê ao aleitamento materno exclusivo até o sexto mês de vida. Também incentiva hospitais e maternidades para que se tornem Hospitais Amigos da Criança, mudando condutas e rotinas responsáveis pelos altos índices de desmame precoce e promovendo a humanização do parto.

Semana Mundial de Aleitamento Materno
A Semana Mundial de Aleitamento Materno foi celebrada pela primeira vez em 1992 e hoje é comemorada em mais de 120 países pelo UNICEF e seus parceiros, entre eles a Aliança Mundial para o Aleitamento Materno (Waba) e a Organização Mundial da Saúde (OMS). O objetivo é promover o aleitamento materno exclusivo durante os primeiros seis meses de vida da criança, já que a amamentação representa enormes benefícios para sua saúde, pois fornece nutrientes fundamentais, protege de enfermidades fatais, como a pneumonia, e estimula seu crescimento e desenvolvimento. O aleitamento materno continuado, depois dos seis meses até os dois anos de idade ou mais, combinado a uma alimentação complementar segura e apropriada, é a alimentação infantil mais adequada.

 

 

 

 

Aleitamento materno exclusivo

Os bebês até o sexto mês de vida não precisam de chás, sucos, outros leites, nem mesmo de água. Devem ser alimentados exclusivamente com o leite materno.

Após essa idade, deverá ser dada alimentação complementar apropriada, mas a amamentação deve continuar até o segundo ano de vida da criança ou mais.

Confira todas as vantagens do aleitamento materno.

Hospital Amigo da Criança

Saiba mais sobre a Iniciativa Hospital Amigo da Criança, criada para promover o aleitamento materno em todo o mundo.
unite for children

O UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) é uma parte integral das Nações Unidas. A missão do UNICEF é promover os direitos e bem-estar de todas as crianças em tudo o que fazemos e, junto com nossos parceiros, traduzir esse compromisso em ações práticas em benefício das crianças de todos os lugares. Nossos programas dependem integralmente de contribuições voluntárias de pessoas físicas e organizações, além dos fundos arrecadados por meio de nossas atividades, como a venda de produtos licenciados. O UNICEF é isento de todos os impostos diretos no Brasil sob os direitos internacionais e brasileiros.

Para mais informações relacionadas à sua doação, entre em contato no 0800-605-2020 ou pelo e-mail amigodacrianca@unicef.org

Para informações de privacidade, acesse nossa política de privacidade.

CNPJ: 03744126/0001-69