Nossas prioridades

Infância e adolescência no Brasil

Sobreviver e se desenvolver

Aprender

Proteger(-se) do HIV/aids

Crescer sem violência

Ser prioridade absoluta nas políticas públicas

Adolescentes

Raça e etnia

Esportes e lazer

Cooperação Horizontal Sul-Sul

Lista das instituições apoiadas pelo UNICEF

 

Raízes do Futuro: Jovem descobriu seu talento durante participação no projeto e traça planos para realizar seus sonhos

© UNICEF/BRZ/Rafael Fabres

Ela tem 17 anos e um jeito tímido, mas é determinada e sonhadora. Bruna Mendes Gonzaga mora com os pais em Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo. Ela está no último ano do ensino médio e é educanda na Sociedade Benfeitora Jaguaré, onde participa do projeto Raízes do Futuro. Antes de ingressar no projeto, ela pensava em áreas distintas para sua carreira, como Letras, Biologia e Comunicação, apesar de sempre ter sido apaixonada por cinema e artes em geral. “Hoje sei que quero trabalhar com comunicação. Acredito que com mídias sociais ou jornalismo”, conta.

Foi justamente na comunicação que ela se destacou. Bruna participou das oficinas de conteúdo, produção e edição de vídeos do Raízes do Futuro. Após as oficinas, os jovens produziram seus materiais para o Concurso de Vídeos sobre participação política. Os vídeos foram exibidos durante a Feira de Profissões, promovida pelo projeto em maio deste ano para apoiar os jovens participantes no ingresso e sucesso no mundo do trabalho. Entre os mais bem colocados no concurso, Bruna foi o grande destaque.

A adolescente afirma que não esperava que pudesse ganhar. Embora seja uma ótima comunicadora, ela confessa que ficou envergonhada quando foi chamada para receber o prêmio de melhor vídeo na frente de mais de 400 pessoas. “Fiquei com vergonha, mas é muito gratificante alguém elogiar seu trabalho. Eu mesma não esperava ganhar, mas as pessoas falam que ficou muito legal. Minha mãe tem o vídeo no celular e fica mostrando para as pessoas em todo lugar, inclusive no trabalho dela, e fica me elogiando”, diz sorrindo.

A Feira de Profissões, segundo Bruna, foi um dos grandes momentos do projeto que a incentivaram a colocar um sonho em prática. Quando ela viu a relação de expositores que estariam presentes, animou-se em saber que haveria profissionais de mídias sociais, cinema e fotografia. Bruna e uma amiga sonham em criar um site ou atuar com mídias sociais com o intuito de desmistificar o mundo de pessoas que são fanáticas por algo ou alguém. “Fora do País, isso é comum, mas aqui no Brasil é um nicho de mercado que ainda pode ser explorado”, conta a jovem.

© UNICEF/BRZ/Rafael Fabres

Bruna conta que as competências trabalhadas pelo projeto Raízes do Futuro também a ajudaram a formar a postura que ela tem hoje. “Vimos questões como trabalho em grupo e outros valores, que foram muito legais. Normalmente a gente não pensa nos valores que tem na vida e, de repente, você se depara com alguém que está ali pensando nisso e incentivando você a pensar e implementar em sua vida. No final nós acabamos repassando isso para os nossos amigos”, diz.

“As oficinas de educação financeira também foram muito boas. Aprendi a controlar os meus gastos e inclusive estou poupando dinheiro para realizar um sonho: visitar a Disney”, afirma.

Quem conhece a jovem sabe do seu fanatismo por Walt Disney e suas produções, mas essa admiração já a fez sofrer. “Eu tinha muita dificuldade de assumir quem eu era. Eu era fã da Disney e sofria bullying por isso”, revela. “É muito bom você se sentir acolhida. Ruim é quando você fica tentando agradar as outras pessoas. Hoje sou mais comunicativa e não tenho mais medo do ridículo”, declara.

“Eu sou muito devota de sonhos. Por isso eu sou fã do Walt Disney. Ele acreditava muito em sonhos e no poder que eles têm de transformar o mundo. Há até uma frase que diz que os sonhadores constroem o mundo e os outros copiam. E eu acho que é bem isso. Se você seguir seu sonho, você vai fazer diferença. Você precisa acreditar e correr atrás. Não importa se você vai ser visto como ridículo. Acho que acreditar no sonho é tudo, e é o que eu estou fazendo”, conclui Bruna.

Raízes do Futuro – O projeto Raízes do Futuro faz parte de uma parceria global entre o UNICEF e o Barclays, que tem como objetivo capacitar 74 mil jovens em situação de vulnerabilidade em seis países: Brasil, Egito, Índia, Paquistão, Uganda e Zâmbia, de forma a desenvolver habilidades e competências para auxiliá-los a atingir seu pleno potencial no mundo do trabalho e na vida.

No Brasil, as ações estão sendo realizadas, desde novembro de 2012, em parceria com cinco organizações não governamentais que atuam na área: Associação Beneficente Vivenda da Criança, Instituto Dom Bosco, Instituto Reciclar, Instituto Rugby para Todos e Sociedade Benfeitora do Jaguaré. A coordenação técnica é do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento (Cieds).

Saiba mais sobre o projeto Raízes do Futuro

São Paulo, julho de 2014

 

 
unite for children
and