Natacha, Richard e uma jornada para reencontrar a mãe

Os irmãos venezuelanos chegaram sozinhos ao Brasil em janeiro de 2020 e foram encontrados pelo UNICEF. Começava aí uma grande mobilização para localizar a mãe deles e reunir a família

UNICEF Brasil
20 fevereiro 2020

O ano de 2020 começava em Pacaraima, Roraima, quando a equipe do UNICEF encontrou os adolescentes Natacha, 17 anos, e Richard, 12. Os irmãos venezuelanos chegaram ao Brasil desacompanhados, após uma longa viagem de ônibus, de carona e a pé. Vinham em busca da mãe, que não viam fazia um ano e dois meses.

Era o início de um grande esforço do UNICEF e seu parceiro – a Associação Voluntários para o Serviço Internacional (AVSI) – em Pacaraima, Boa Vista e Manaus para localizar a mãe e promover a reunificação familiar.

Passados alguns dias, veio a boa notícia: a equipe do UNICEF em Manaus havia localizado Yennifer Rondon, mãe dos adolescentes. “Fizemos uma visita à casa dela e constatamos que ela tinha vontade e condições de receber os filhos”, conta Thiago Garcia, consultor do UNICEF em Manaus. Yennifer tinha acabado de conseguir um emprego como cuidadora de idosos e estava buscando meios de trazer os filhos para viver com ela.

A mãe ainda não tinha como custear a viagem dos adolescentes de Pacaraima a Manaus. E o UNICEF se propôs a ajudar. Com o apoio da Operação Acolhida, conseguiram vagas para Natacha e Richard em dois ônibus fretados: um de Pacaraima a Boa Vista, e outro de Boa Vista a Manaus.
 

O ônibus sairia no dia seguinte e havia muito a fazer. “A partir daí, começou uma corrida para conseguirmos autorização para que os adolescentes pudessem viajar”, conta Tomás Tancredi, consultor do UNICEF em Pacaraima. Com o apoio da Defensoria Pública e do Juizado da Infância e da Juventude, a autorização foi expedida poucos minutos antes de o ônibus partir. E deu tempo.

Às 13 horas do dia 7 de fevereiro, Natacha e Richard deixaram Pacaraima, acompanhados por Tomás. Chegaram a Boa Vista no início da tarde. E partiram para Manaus à noite, agora com o apoio de Débora Grajzer, da AVSI, responsável pelo segundo trecho da viagem. A expectativa era grande, uma noite de viagem e estariam com a mãe.

Em Manaus, Thiago Garcia acordou cedo. Às 5 horas, já estava na rodoviária com Yennifer, aguardando o tão esperado ônibus chegar. Meia hora depois, lágrimas caíam dos olhos de todos. A viagem de Natacha e Richard terminava em um longo e forte abraço, no colo de Yennifer.

“Foi um momento emocionante que nos fez lembrar de que trabalhamos para cada criança. Hoje é a concretização de um esforço de toda a equipe para garantir que esta família possa viver junta e ter a oportunidade de uma nova vida aqui em Manaus”, completou Thiago, emocionado.

“Estou, de verdade, agradecida de todo o coração pelo apoio do UNICEF e por todas as pessoas que nos apoiaram, em Pacaraima, para que este momento, no dia de hoje, fosse possível. Obrigada, obrigada, obrigada!”, agradeceu Natacha, abraçada à mãe e ao irmão. E seguiram para casa, para começar uma nova vida juntos no Brasil.


Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações no Brasil e no mundo