UNICEF lança cartilha de orientação sobre o Auxílio Emergencial 2021

Para apoiar famílias em situação de vulnerabilidade, UNICEF e Congemas reuniram informações e responderam as principais dúvidas sobre o benefício

19 abril 2021

Brasília, 19 de abril de 2021 – O novo auxílio emergencial 2021 começou a ser pago na semana passada (16/4) pelo Governo Federal. Para tirar as principais dúvidas sobre o benefício durante a pandemia de Covid-19, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), preparou uma cartilha com orientações sobre o tema. O material aborda de forma prática as mudanças de regras, os valores, as formas de solicitação e os requisitos para recebimento do benefício. Além disso, tira dúvidas sobre casos que podem surgir, incluindo exemplos, e reúne as fontes oficiais de informação sobre o auxílio.

Apenas pessoas que receberam o auxílio emergencial em 2020 poderão receber novamente neste ano.

Os novos valores são de R$ 150, R$ 275 e R$ 350, pagos inicialmente por quatro meses (de abril a julho de 2021), dependendo do tamanho da família. O maior valor será destinado a famílias chefiadas por mulheres sem cônjuges e com dependentes, inclusive mães adolescentes de 12 a 17 anos. A cartilha desenvolvida pelo UNICEF e o Congemas também traz orientações específicas a pessoas que já são beneficiárias do Bolsa Família, migrantes e refugiados.

“Diversas famílias viram sua renda diminuir durante a pandemia, com um impacto ainda maior entre aquelas com crianças e adolescentes. Por isso, é muito importante que estejam informadas sobre o auxílio emergencial e como podem acessar o benefício, essa é uma medida essencial para apoiar famílias em situação de vulnerabilidade neste momento de crise”, explica Liliana Chopitea, chefe de Políticas Sociais, Monitoramento e Avaliação do UNICEF no Brasil.

“Este guia poderá ser utilizado nos equipamentos da Assistência Social e em todos os espaços onde se possa dar informação para a população acerca do novo Auxílio Emergencial. Essa é uma estratégia importante, pois sabemos que acesso à informação significa ampliar a possibilidade de acesso a direitos”, comenta Elias Oliveira, presidente do Congemas.

De acordo com uma pesquisa do UNICEF, realizada em novembro no Brasil, entre as pessoas que residem com crianças ou adolescentes, 61% declararam que a renda da família diminuiu.Os impactos dessa queda são particularmente maiores nas famílias mais pobres. Dos entrevistados com renda de até um salário mínimo, 69% afirmaram que tiveram cortes em sua renda. Entre eles, 15% afirmaram ter perdido toda a fonte de renda.

Acesse a cartilha completa aqui.

Contatos para a imprensa

Pedro Ivo Alcantara
Especialista em Comunicação
UNICEF Brasil
Telefone: (61) 3035 1947
Telefone: (61) 98166 1636
Elisa Meirelles Reis
Oficial de Comunicação
UNICEF Brasil
Telefone: (61) 3035 1979
Telefone: (61) 98166 1649

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Acompanhe nossas ações no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, LinkedIn e TikTok.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.