UNICEF, Acnur, governos e Sociedade de Pediatria realizam eventos de saúde, nutrição e imunização no Amazonas e Pará

03 Julho 2019
foto mostra os pés de um bebê, as mãos de um adulto e uma barra de medição (para medir a altura da criança)
UNICEF/BRZ/Inaê Brandão

Manaus, 3 de julho de 2019 – Visando engajar, desenvolver capacidades e promover diálogo, UNICEF, Acnur, OIM, governos estaduais e municipais e organizações da sociedade civil realizam em julho duas oficinas e um seminário sobre saúde e nutrição com foco na população refugiada e migrante venezuelana. A primeira oficina ocorre em Santarém (PA), nesta quarta-feira, e a segunda, em Manaus (AM), nesta quinta-feira (4/7). Já o seminário "Saúde e a População Migrante e Refugiada em Manaus: Avanços e Desafios" será realizado na próxima segunda-feira, dia 8 de julho, em Manaus.

Em Santarém, a Oficina de Saúde e Nutrição será das 8h às 18h e tem por objetivo desenvolver a capacidade dos profissionais da rede pública da saúde, assistência social e educação infantil e de cuidadores e técnicos das Casas de Acolhimentos Reviver 1 e 2 – o primeiro para a população em geral do município e a segunda para a população indígena warao. Essas atividades visam ao fortalecimento das competências familiares e de cuidadores de crianças santarenas e venezuelanas na alimentação e hábitos saudáveis de crianças de até 2 anos de idade e imunização. A oficina é uma iniciativa do UNICEF e da Prefeitura de Santarém.

A formação será focada na alimentação e nutrição, tendo por base o guia "Os 10 passos para alimentação e hábitos saudáveis – do nascimento até os dois anos de idade", publicado pelo UNICEF, e também na imunização da população venezuelana abrigada. Participam da oficina equipes de saúde das unidades básicas de saúde e da estratégia Saúde da Família, da assistência social dos Cras e Creas, da educação infantil (creches), e das casas de acolhimento.

Já em Manaus, a Oficina "Os 10 passos para alimentação e hábitos saudáveis – do nascimento até os dois anos de idade” será realizada das 8h às 12h e tem por objetivo desenvolver capacidades das equipes da rede pública da saúde das unidades básicas de saúde, do Consultório na Rua e da estratégia Saúde da Família, da assistência social dos Cras e Creas, da educação infantil (creches) e dos espaços de proteção e educação (Epap). Participam ainda os promotores comunitários e equipes que atuam nas áreas de abrangência e/ou nos abrigos Alfredo Nascimento, Tarumã e Coroado, na capital amazonense. Os promotores conduzem visitas às comunidades acolhidas, passando informações atualizadas sobre políticas governamentais, entrega de assistência humanitária e outros temas que podem impactar o bem-estar da população em refúgio ou em busca de refúgio,

Encerrando as atividades, será realizado o Seminário "Saúde e a População Migrante e Refugiada em Manaus: Avanços e Desafios" em Manaus. O evento vai promover a discussão sobre os avanços e desafios na atenção à saúde da população migrante e refugiada venezuelana, como também revisar, reconstruir e reordenar as ações intersetorial e multissetorial para acelerar a resposta no cuidado da saúde da população venezuelana abrigada e em situação de rua na cidade de Manaus. Participam do evento gestores e profissionais das instituições públicas de saúde e assistência social, conselhos estaduais e municipais, e outras instituições parceiras do sistema de garantia de direitos das crianças e dos adolescentes em Manaus.

Entre os conteúdos a ser discutidos ao longo do dia, estão: venezuelanos em Manaus: UNICEF e Acnur e compromissos na ação humanitária; a intersetorialidade na garantia da atenção à saúde de migrantes e refugiados venezuelanos em Manaus; o olhar da população venezuelana no acesso e atenção à saúde; o olhar das equipes de saúde na atenção à saúde no contexto migratório em Manaus.

O Seminário é uma realização do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), da Agência das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e da Sociedade Amazonense de Pediatria (Saped), e das Secretarias Municipais de Manaus e Estaduais do Amazonas.

Contatos para a imprensa

Ida Pietricovsky de Oliveira

Especialista em Comunicação

UNICEF Brasil

Telefone: (91) 3073 5700

Telefone: (91) 98128 9022

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Acompanhe nossas ações no FacebookTwitterInstagramYouTube e LinkedIn.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.