Três novos membros tomam posse no Conselho Consultivo do UNICEF no Brasil

Conselho é composto por 14 membros e contribui com UNICEF para o fortalecimento do diálogo com o setor privado e com o ecossistema filantrópico

06 fevereiro 2024

Brasília, 06 de fevereiro de 2024 - Três novos membros passam a integrar o Conselho Consultivo do UNICEF no Brasil para um mandato de dois anos, renováveis por mais um. São eles: Fábio Barbosa, Luana Ozemela e Sammy Birmarcker. O Conselho Consultivo tem como objetivo contribuir com o UNICEF na participação e no diálogo propositivo com o setor privado e com o ecossistema filantrópico.

Fábio Barbosa, Luana Ozemela e Sammy Birmarcker passam a fazer parte do grupo de conselheiros, ao lado de Deborah Stern Vieitas, Fernando Iunes, Fernando Yunes, Hugo Rodrigues, Jeane Tsutsui,  Luciano Huck, Neca Setubal, Otto von Sothen, Patricia Muratori, Renata Afonso e Roberto Sallouti. Nesse momento de transição, o UNICEF agradece a João Pedro Paro e Nicola Calicchio que se despedem do Conselho após grandes contribuições.

“A nova formação do Conselho em 2024 apresenta diversos históricos profissionais e pessoais, que combinam um amplo espectro de experiência e conhecimento especializado, reforçando nosso compromisso em garantir o direito de meninos e meninas no Brasil, com foco em impulsionar estratégias com o setor privado e com a filantropia", diz Youssouf Abdel-Jelil, representante do UNICEF no Brasi e também integrante do Conselho.

Conheça, abaixo, os novos conselheiros:   

Blocks
Fábio Barbosa - CEO da Natura &CO
Arquivo pessoal

Fábio Barbosa, CEO da Natura &CO – novo conselheiro do UNICEF

Fábio Barbosa é CEO da Natura &Co e membro dos conselhos do Itaú-Unibanco, da CBMM (Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração), e da Ambev. Fábio Barbosa foi presidente do Banco ABN Amro Real, Santander Brasil, Febraban e Abril Mídia. Atualmente, também é membro do Conselho do Instituto Empreender Endeavor, do Centro de Liderança Pública (CLP) e da UN Foundation, para apoio a ONU.

Qual sua motivação para participar do Conselho Consultivo do UNICEF?
"Minha admiração pelo trabalho do UNICEF vem desde a parceria com a Fundação Itaú. Fiquei impressionado com a dedicação e seriedade empregadas na defesa dos direitos de crianças e adolescentes. É com grande satisfação que agora tenho a oportunidade de me envolver mais ativamente e contribuir para o significativo impacto social que o UNICEF promove em nosso país".

Blocks
Luana Ozemela - vice-Presidente de Impacto Social do iFood
Arquivo pessoal

Luana Ozemela, vice-Presidente de Impacto Social do iFood – nova conselheira do UNICEF.

Luana é vice-Presidente de Impacto Social do iFood e PhD em Economia pela Universidade de Aberdeen e Mestrado em Avaliação de Impacto de Políticas Públicas pela Universidade de Southampton. Economista e investidora, 20+ anos de experiência em 20 países, focada em investimentos de impacto social, totalizando $500 mi. Ex-funcionária do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da Hewlett-Packard. Cofundadora da DIMA, PreCapLab, GryndTech e BlackWin. Faz parte do Conselho Deliberativo do Pacto de Promoção da Equidade Racial, do Laboratório de Inovação Financeira da CVM e do CEERT. Presidiu o subgrupo de Investimentos do Think Tank global do UNICEF, focado em Mudança Comportamental Social. Em 2023, foi reconhecida como uma das 500 pessoas mais influentes da América Latina pela Bloomberg Linea, eleita uma das 100 mulheres da Inovação pela Revista Época e conquistou o prêmio na categoria Liderança no Prêmio Sim à Igualdade Racial, promovido pelo Instituto Identidades do Brasil. Em janeiro de 2024, se tornou LinkedIn Top Voice. 

Qual sua motivação para participar do Conselho Consultivo do UNICEF?

“Minha motivação é impulsionada por uma profunda convicção de que, por meio de ações coordenadas e estratégicas, podemos efetivamente promover mudanças significativas para as crianças e adolescentes ao redor do mundo. O compromisso do UNICEF com os direitos fundamentais, justiça social e abordagem sistêmica alinha-se de maneira integral com minha visão de um futuro mais inclusivo e igualitário. Estou ansiosa para contribuir ativamente, aprendendo e trabalhando coletivamente para desmantelar as desigualdades e criar oportunidades duradouras para as gerações futuras”.

Blocks
Sammy Birmarcker - CEO do Grupo Profarma
Arquivo pessoal

Sammy Birmarcker, CEO do Grupo Profarma – novo conselheiro do UNICEF.

Sammy é CEO do Grupo Profarma, onde iniciou sua trajetória em 1986. Economista por formação desde 1991, complementou com MBA’s no COPPEAD/UFRJ e IBMEC conferidos em 1995 e 2001, respectivamente. É vice-presidente dos Conselhos de Administração da Profarma, desde 2006, e da Rede d1000, desde 2020. As duas empresas compõem o Grupo: Profarma Distribuição, com mais de 60 anos de mercado, e a Rede d1000, que em 2023 completou sua primeira década de existência e é formada pelas redes de farmácias Drogasmil, Farmalife, Tamoio e Rosário.

Qual sua motivação para participar do Conselho Consultivo do UNICEF?

“Um convite como esse fortalece ainda mais a parceria que já temos com o UNICEF. Por meio do Instituto Profarma e das iniciativas de ESG do Grupo, buscamos promover uma atuação inclusiva, sustentável e socialmente engajada. Como Conselheiro, em linha com o nosso propósito - entregar saúde - espero colaborar com a transformação social e o impacto positivo na vida de crianças e adolescentes”.
 

Contatos para a imprensa

Fernanda Toyomoto
Oficial de Comunicação
UNICEF Brasil

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em mais de 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Acompanhe nossas ações no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, LinkedIn e TikTok.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.