Primeiras entregas de suprimentos vitais para crianças entram em Gaza

UNICEF renova apelo ao acesso humanitário contínuo para fornecer a assistência desesperadamente necessária à medida que a situação piora

21 outubro 2023
Foto mostra alguns homens de costas em pé em uma estrada onde estão vários caminhões
UNICEF/UNI456314/El Baba
Em 21 de outubro de 2023, os comboios de ajuda do Crescente Vermelho, do UNICEF e de outras agências da ONU começaram a entrar na Faixa de Gaza através da fronteira de Rafah. A carga dos vinte caminhões consiste em itens vitais, incluindo remédios, alimentos e água engarrafada para a população da Faixa de Gaza.

Amã/Nova Iorque, 21 de outubro de 2023 – Mais de 44 mil garrafas de água potável fornecidas pelo UNICEF – suficientes apenas para 22 mil pessoas durante um dia – foram hoje transportadas através da Passagem de Rafah como parte de um comboio de 20 caminhões com o Crescente Vermelho Egípcio, a Organização Mundial da Saúde e o Programa Mundial de Alimentação.

“Com um milhão de crianças em Gaza enfrentando agora uma crise humanitária e de proteção crítica, o fornecimento de água é uma questão de vida ou morte. Cada minuto conta”, disse a diretora executiva do UNICEF, Catherine Russell. “Esta primeira remessa de água limitada salvará vidas, mas as necessidades são imediatas e imensas – não apenas de água, mas de alimentos, combustível, medicamentos e bens e serviços essenciais. A menos que possamos fornecer suprimentos humanitários de forma consistente, enfrentaremos a ameaça real de surtos de doenças potencialmente fatais”.

Grandes partes das infraestruturas de Gaza, incluindo sistemas críticos de água e saneamento, foram reduzidas a escombros em quase duas semanas de escalada de violência. A capacidade de produção de água está a 5% dos níveis normais e os quase 2,3 milhões de residentes em Gaza sobrevivem agora com 3 litros de água por pessoa e por dia. Cerca de um milhão de pessoas estão deslocadas, cerca de metade das quais são crianças, e muitas abrigaram-se em abrigos superlotados com acesso extremamente limitado à água, ao saneamento e à higiene – condições que são especialmente perigosas para as crianças pequenas.

“Todas as crianças devem ser protegidas e as agências humanitárias, como o UNICEF, devem ser capazes de prestar assistência de forma segura e previsível às crianças e famílias em Gaza que necessitam de ajuda desesperadamente”, disse Russell. “Acima de tudo, todas as partes devem proteger incondicionalmente todas as crianças contra danos e lhes proporcionar a proteção especial a que têm direito, de acordo com as obrigações decorrentes do direito humanitário internacional”.

O UNICEF posicionou de antemão suprimentos de emergência adicionais para até 250 mil pessoas na passagem de Rafah, que podem ser levados para Gaza numa questão de horas, com mais a caminho. Os suprimentos humanitários devem poder chegar com segurança às crianças e às famílias necessitadas, onde quer que estejam, de acordo com as regras da guerra.

Para responder à terrível situação das crianças em Gaza no meio desta violência, o UNICEF pede que:

  • Todas as passagens de acesso a Gaza sejam abertas à circulação de suprimentos e de trabalhadores humanitários.
  • Casos médicos urgentes em Gaza possam sair ou receber serviços de saúde essenciais.
  • Haja acesso seguro e sustentado a água, alimentos, saúde e combustível, necessário para permitir esses serviços essenciais.
  • Haja respeito e proteção às infraestruturas civis, tais como abrigos, instalações de saúde, eletricidade, água e saneamento.
  • Protejam as missões médicas para prevenir surtos de doenças e prestar cuidados aos doentes e feridos.

#####

Para conteúdo multimídia, acesse: https://weshare.unicef.org/Share/py7q7pvna01juyo17b18341u7g86gsnq

Contatos para a imprensa

Elisa Meirelles Reis
Oficial de Comunicação
UNICEF Brasil
Telefone: (61) 98166 1649
Luana Ribeiro Piotto
Oficial de Comunicação
UNICEF Brasil

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em mais de 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Acompanhe nossas ações no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, LinkedIn e TikTok.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.