Novo Nordisk e UNICEF ampliam iniciativa conjunta e lançam parceria para prevenir o sobrepeso e a obesidade infantil no Brasil

24 outubro 2023

São Paulo, 24 de outubro de 2023 – A Novo Nordisk e o UNICEF anunciam uma extensão da sua parceria de longo prazo, e inclusão do Brasil, para contribuir com a prevenção do sobrepeso e da obesidade infantil – uma crise de saúde pública que afeta milhões de crianças em todo o mundo. Agora o Brasil entra no mapa da iniciativa, que tem por objetivo impactar positivamente pelo menos 10 milhões de crianças em quatro países: Brasil, Colômbia, México e Indonésia.

Nos próximos três anos, a Novo Nordisk vai investir 8 milhões de dólares nos quatro países para ampliar e acelerar os esforços para a criação de ambientes mais saudáveis para as crianças  por meio da implementação de políticas e inovações que as permitam se alimentar bem, brincar e ser fisicamente ativas.

Com a intenção de compartilhar as melhores práticas, conhecimentos e ferramentas em nível mundial, a parceria está intensificando os seus esforços na América Latina e no Caribe e está se expandindo para a Ásia Oriental e a região do Pacífico, com um trabalho mais profundo no México, na Colômbia, no Brasil e na Indonésia.

“A prevenção da obesidade infantil é fundamental, uma vez que a trajetória atual da obesidade é insustentável, colocando cada vez mais pressão sobre países de todo o mundo”, comenta Katrine DiBona, vice-presidente corporativa global de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Novo Nordisk. “O UNICEF e a Novo Nordisk acreditam que a prevenção da obesidade infantil é uma responsabilidade social compartilhada que requer uma mudança sistêmica. Com a expansão da nossa parceria, estamos entusiasmados em continuar o nosso trabalho para construir ambientes saudáveis que permitam que as crianças prosperem”.

Desde o seu lançamento, em 2019, a parceria tem estado na vanguarda da promoção de mudanças sistêmicas para prevenir o sobrepeso e a obesidade infantil, impactando positivamente a vida de mais de 2,6 milhões de crianças e cuidadores em toda a América Latina e no Caribe por meio de intervenções programáticas diretas. Além disso, a parceria desempenhou um papel crucial no reforço da legislação no México e na Colômbia, garantindo maior proteção, promoção e apoio à nutrição e saúde infantil.

‘’A continuação da nossa parceria com a Novo Nordisk apoia a nossa agenda de prevenção global para enfrentar a crescente prevalência do sobrepeso e da obesidade infantil. Nosso objetivo é acelerar os esforços na prevenção do sobrepeso e da obesidade infantil por meio de ações sistêmicas em políticas, programas e práticas que terão um impacto profundo na nutrição, no crescimento e no desenvolvimento de milhões de crianças”, afirmou Victor Aguayo, diretor de Nutrição e Desenvolvimento Infantil do UNICEF.

Com base nos conhecimentos adquiridos durante os últimos três anos, a Novo Nordisk e o UNICEF vão se concentrar especificamente na melhoria dos sistemas alimentares e urbanos que, muitas vezes, ditam a saúde e o bem-estar das crianças. A parceria visa apoiar mais governos locais e nacionais na implementação de mudanças políticas sustentáveis para melhorar o acesso das crianças a dietas nutritivas, seguras e acessíveis, bem como a oportunidades de ser fisicamente ativas. Para fazer isso, a iniciativa continuará gerando evidências para melhorar o conhecimento entre os tomadores de decisão e defendendo a mudança da narrativa sobre o sobrepeso e a obesidade infantil, afastando a questão da culpa individual e aproximando a condição dos fatores estruturais.

Entre as atividades da extensão da parceria nos diferentes países estão:

  • Defender regulamentações sobre alimentação nas escolas no Brasil que proíbam a venda ou promoção de produtos alimentícios ultraprocessados prejudiciais à saúde.
  • Projetar inovações para monitorar a melhoria da regulamentação do marketing de alimentos não saudáveis direcionado a crianças no México.
  • Guiar intervenções inovadoras para melhorar os ambientes urbanos de varejo de alimentos na Indonésia.
  • Fortalecer as regulamentações de rotulagem nutricional na Colômbia.

O sobrepeso e a obesidade afetam cerca de 40 milhões de crianças menores de 5 anos em todo o mundo, e mais 340 milhões de crianças e adolescentes com idades entre 5 e 19 anos. De forma alarmante, aproximadamente três quartos das crianças afetadas residem em países de baixa e média renda.[1] Só nas regiões da América Latina e do Caribe, da Ásia Oriental e do Pacífico vive quase metade das crianças do mundo com menos de 5 anos que vivem com sobrepeso ou obesidade.

Cenário brasileiro demanda iniciativas focadas no público infantil
De acordo com o Ministério da Saúde do Brasil, a estimativa é de que, entre as crianças menores de 10 anos, 6,2 milhões tenham excesso de peso e 2,9 milhões tenham obesidade. Entre os adolescentes, os números saltam para 9,7 milhões com excesso de peso e 3,4 milhões com obesidade.

Em 2022, o Sistema Único de Saúde (SUS) acompanhou mais de 4,4 milhões de adolescentes, entre 10 e 19 anos de idade, conforme dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional do Ministério da Saúde. Desses adolescentes, quase 1,4 milhão foram diagnosticados com sobrepeso, obesidade ou obesidade grave.[2] Além disso, o Atlas Mundial da Obesidade[3], publicado em março de 2023 revela que, até 2035, o Brasil poderá ter aproximadamente um terço de suas crianças e adolescentes vivendo com obesidade.

“A obesidade e o sobrepeso são problemas de saúde pública que afetam crianças em todo o mundo. A prevenção é fundamental e faz parte do nosso compromisso social. Com essa parceria, que vai até 2026, esperamos gerar mudanças de grande impacto nos sistemas urbanos e alimentares do Brasil, reforçando nosso compromisso com a prevenção da obesidade e seus desdobramentos”, explica Simone Tcherniakovsky, diretora sênior de assuntos corporativos e sustentabilidade da Novo Nordisk.

A parceria estratégica entre o UNICEF Brasil e a Novo Nordisk Brasil tem como objetivo apoiar o trabalho do UNICEF em oito municípios brasileiros para a promoção de alimentação saudável em escolas, por meio da capacitação de profissionais de educação, famílias e comunidades para fortalecer o conhecimento e mudar práticas a respeito da alimentação.

Além disso, conta com uma pesquisa para compreender os sistemas alimentares em contextos urbanos, e com ações voltadas a defender regulamentações de ambiente alimentar escolar no Brasil que proíbam a venda ou promoção de produtos alimentares ultraprocessados prejudiciais.


Referências

1. World Health Organization. Obesity and Overweight. [Online] World Health Organization. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/obesity-and-overweight

2. Instrutivo para o cuidado da criança e do adolescente. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/instrutivo_crianca_adolescente.pdf. Ministério da Saúde, 2022. Acessado em 18.05.2023.

3. World Obesity (2023) World Obesity Atlas 2023. Disponível em:  https://www.worldobesity.org/resources/resource-library/world-obesity-atlas-2023. Acessado em 06.10.2023

Contatos para a imprensa

Fernanda Toyomoto
Oficial de Comunicação
UNICEF Brasil

Sobre o UNICEF

O UNICEF trabalha em alguns dos locais mais difíceis do mundo, para chegar às crianças mais desfavorecidas do mundo. Em mais de 190 países e territórios, trabalhamos para que todas as crianças, em todos os lugares, construam um mundo melhor para todos. O Programa de Saúde e Nutrição do UNICEF visa apoiar os países na abordagem de todas as formas de desnutrição – ou seja, subnutrição (debilitante, com atraso no crescimento), deficiências de micronutrientes, bem como sobrepeso e obesidade. É importante ressaltar que o UNICEF trabalha exclusivamente na prevenção do sobrepeso e da obesidade infantil. O UNICEF não endossa empresas, produtos, marcas ou serviços. Empresas parcerias apoiam o trabalho do UNICEF no Brasil, que é o único responsável pelas decisões relacionadas a suas iniciativas, programas, projetos, investigação e conhecimento gerados – de forma neutra, imparcial e baseada na Convenção sobre os Direitos da Criança, que referenda seu mandato.

Acompanhe nossas ações no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, LinkedIn e TikTok.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.