Guerra na Ucrânia deixou quase 1.000 crianças e adolescentes mortos ou feridos

Declaração da diretora executiva do UNICEF, Catherine Russell

22 agosto 2022
Foto mostra uma adolescente deitado em uma cama hospitalar.
UNICEF/UN0647549/Bundzilo
Sofia, de 13 anos, está ouvindo música, deitada na cama de um hospital infantil na capital da Ucrânia, Kiev. Ela está se recuperando depois de sobreviver a um ataque de projéteis.

Nova Iorque, 22 de agosto de 2022 – “Pelo menos 972 crianças e adolescentes na Ucrânia foram mortos ou feridos pela violência desde a escalada da guerra há quase seis meses, uma média de mais de cinco meninas e meninos mortos ou feridos a cada dia.

E esses são apenas os números que a ONU conseguiu verificar. Acreditamos que o número real seja muito maior.

O uso de armas explosivas causou a maioria das mortes de crianças e adolescentes. Essas armas não discriminam entre civis e combatentes, especialmente quando usadas em áreas povoadas, como tem sido o caso da Ucrânia – em Mariupol, Luhansk, Kremenchuk e Vinnytsia. A lista continua e continua.

Mais uma vez, como em todas as guerras, as decisões imprudentes dos adultos estão colocando crianças e adolescentes em risco extremo. Não há operações armadas desse tipo que não resultem em danos aos meninos e meninas.

Enquanto isso, além do horror de crianças e adolescentes mortos ou fisicamente feridos em ataques, quase todos os meninos e meninas na Ucrânia foram expostos a eventos profundamente angustiantes, e aqueles que fogem da violência correm um risco significativo de separação familiar, violência, abuso, exploração sexual e tráfico.

O início do ano letivo em pouco mais de uma semana é um forte lembrete de quanto as crianças e os adolescentes na Ucrânia perderam.

O sistema educacional da Ucrânia foi devastado pela escalada das hostilidades em todo o país. As escolas foram alvo ou usadas pelas partes envolvidas na guerra, resultando em famílias que não se sentem seguras para enviar seus filhos ou filhas à escola. Estimamos que uma em cada dez escolas foi danificada ou destruída.

Todas as crianças e todos os adolescentes precisam estar na escola e aprendendo, incluindo meninas e meninos em emergências. Crianças e adolescentes na Ucrânia e os deslocados por essa guerra não são exceção.

O UNICEF continua pedindo um cessar-fogo imediato na Ucrânia e que todas as crianças e todos os adolescentes sejam protegidas de danos. Isso inclui acabar com o uso brutal de armas explosivas em áreas povoadas e ataques a instalações e infraestruturas civis.

As crianças e os adolescentes da Ucrânia precisam urgentemente de segurança, estabilidade, acesso a aprendizado seguro, serviços de proteção infantil e apoio psicossocial.

Mas, mais do que qualquer coisa, as crianças e os adolescentes da Ucrânia precisam de paz.”

Como ajudar?
O UNICEF no Brasil está com uma campanha de arrecadação de recursos para apoiar sua resposta humanitária na Ucrânia. As doações podem ser feitas aqui.

Contatos para a imprensa

Elisa Meirelles Reis
Oficial de Comunicação
UNICEF Brasil
Telefone: (61) 98166 1649

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em mais de 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Acompanhe nossas ações no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, LinkedIn e TikTok.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.