Declaração da diretora executiva do UNICEF, Catherine Russell, sobre a retomada dos combates em Gaza

01 dezembro 2023

Nova Iorque, 1º de dezembro de 2023 – “Hoje, a Faixa de Gaza é mais uma vez o lugar mais perigoso do mundo para ser uma criança. Após sete dias de trégua na violência horrível, os combates recomeçaram. Mais crianças e adolescentes certamente morrerão como resultado.

Antes da pausa, mais de 5.300 meninas e meninos palestinos teriam sido mortos em 48 dias de bombardeios implacáveis – um número que não inclui muitas crianças e muitos adolescentes ainda desaparecidos e que se presume que estejam enterrados sob os escombros.

Se a violência regressar àquelas escala e intensidade, podemos presumir que centenas de crianças e adolescentes serão mortos e feridos todos os dias. E se não conseguirmos levar água, alimentos, suprimentos médicos, cobertores e agasalhos aos necessitados, enfrentaremos uma catástrofe humanitária.

Não tem de ser assim – durante sete dias, houve um raio de esperança para meninas e meninos no meio desse terrível pesadelo.

Mais de 30 crianças e adolescentes mantidos reféns em Gaza foram libertados em segurança e reunidos com suas famílias. E a pausa humanitária permitiu um aumento na entrega de suprimentos vitais em Gaza e através dela. O UNICEF e os nossos parceiros conseguiram ampliar significativamente as operações e os programas. E conseguimos começar a conectar as crianças e os adolescentes separados com as suas famílias.

Isso não foi suficiente para satisfazer a escala das necessidades humanitárias, mas foi um começo. Agora, precisamos de um acesso mais seguro e previsível para chegar às crianças e aos adolescentes que estão feridos, deslocados e traumatizados. E precisamos levar mantimentos a meninas e meninos que são vulneráveis ao tempo frio e úmido que chegou.

Crianças e adolescentes precisam de um cessar-fogo humanitário duradouro.

Pedimos a todas as partes para que garantam que crianças e adolescentes estejam protegidos e assistidos, de acordo com as suas obrigações sob o direito humanitário internacional. Todas as crianças e todos os adolescentes da Palestina e de Israel merecem paz e esperança num futuro melhor.”

Contatos para a imprensa

Elisa Meirelles Reis
Oficial de Comunicação
UNICEF Brasil
Telefone: (61) 98166 1649
Luana Ribeiro Piotto
Oficial de Comunicação
UNICEF Brasil

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em mais de 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Acompanhe nossas ações no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, LinkedIn e TikTok.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.