Crianças e professores mortos em ataques a escolas e jardins de infância em Idlib

Declaração de Ted Chaiban, diretor regional da UNICEF para o Oriente Médio e Norte da África

26 fevereiro 2020

Amã, 26 de fevereiro de 2020 – "Mais uma vez, estamos chocados com uma onda de violência implacável que deixou pelo menos nove crianças e três professores mortos enquanto dez escolas e jardins de infância foram atacados ontem em Idlib, no noroeste da Síria.

Pelo menos quatro das escolas eram apoiadas por parceiros do UNICEF. Há relatos de que até 40 mulheres e crianças ficaram feridas nesses ataques.

Esses ataques ocorrem no momento em que o aumento da violência no norte da Síria obrigou mais de meio milhão de crianças a fugir. Como resultado, quase 280 mil crianças tiveram sua educação interrompida. Pelo menos 180 escolas na área não estão funcionando, porque foram danificadas, destruídas ou estão abrigando famílias deslocadas.

Nós condenamos veementemente o assassinato e mutilação de crianças. Escolas e outras instalações educacionais são um santuário para crianças. Atacá-las é uma grave violação dos direitos das crianças.

Todas as partes do conflito na Síria devem proteger as crianças e impedir os ataques às instalações civis que as sustentam, incluindo escolas."

Contatos para a imprensa

Elisa Meirelles Reis
Oficial de Comunicação
UNICEF Brasil
Telefone: (61) 3035 1979
Telefone: (61) 98166 1649
Pedro Ivo Alcantara
Especialista em Comunicação
UNICEF Brasil
Telefone: (61) 3035 1947
Telefone: (61) 98166 1636

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Acompanhe nossas ações no FacebookTwitterInstagramYouTube e LinkedIn.

Você também pode ajudar o UNICEF em suas ações. Faça uma doação agora.