União Europeia reforça apoio ao programa de nutrição no sul de Angola

A Direcção de Protecção Civil e Ajuda Humanitária da União Europeia (ECHO) disponibilizou mais 2 milhões de euros ao UNICEF para reforçar o tratamento urgente das crianças afectadas pela desnutrição severa

27 Maio 2022
Echo support project Angola
UNICEF/ANG-2021/Carlos Cesar

LUANDA 26 de Maio 2022 – O UNICEF trabalha com as autoridades das províncias de Benguela, Cuando Cubango, Cunene, Huíla, Luanda e Namibe para fornecer serviços nutricionais essenciais de qualidade para mais de 20,000 crianças menores de cinco anos de idade, afectadas pela desnutrição aguda severa.

Parte das actividades implementadas pelo UNICEF no sul de Angola, têm o suporte financeiro da União Europeia, que até a data já disponibilizou um total de 3 milhões de euros como parte do seu compromisso com o combate aos efeitos da seca no sul do país. A primeira parte deste valor foi disponibilizada em Julho do ano passado e a segunda, equivalente a 2 milhões de euros, em Abril de 2022.  

Os fundos disponibilizados vão permitir a compra e distribuir, entre o final deste ano e Julho 2023, cerca de 12,600 caixas de alimento terapêutico para o tratamento da desnutrição aguda severa. Isso poderá salvar mais de 12,600 crianças menores de cinco anos que padecem da desnutrição.

Estes fundos servirão também para apoiar a formação de profissionais de saúde para o aumento de conhecimento sobre o protocolo nacional de gestão integrada da desnutrição aguda nessas províncias.

Com esta formação pretende-se que 200 profissionais de saúde reforcem as suas capacidades de gestão dos casos de desnutrição e que as equipas indicadas para actividades de nutrição dominem totalmente as práticas para o cuidado adequado de crianças.

Os recursos resultantes do apoio da União Europeia servirá ainda para reforçar as actividades nas comunidades por meio da formação de 3,800 mães e cuidadores de crianças que receberão instruções sobre como medir a circunferência do braço das crianças, como uma técnica que pode ajudar a diagnosticar atempadamente os casos de desnutrição.

Com a medição da circunferência do braço da criança para além de permitir o conhecimento atempado do estado nutricional das crianças permite que sejam tomas acções imediatas em caso de desnutrição. O diagnóstico imediato de desnutrição ajuda a garantir que as crianças recebam tratamento adequado antes que a situação se agrave.

Quase metade das mortes de crianças menores de 5 anos registadas em todo o mundo são atribuídas à desnutrição que coloca as crianças em maior risco de morrer de infecções comuns; aumenta a frequência e a gravidade de tais infecções e atrasa a recuperação.

O UNICEF tem trabalhado com o Governo para aumentar o investimento em serviços de nutrição nas províncias do sul de Angola, para que todas as crianças que sofrem de desnutrição grave possam ter acesso a serviços essenciais para salvar vidas.

Contacto para os media

Heitor Lourenço
Oficial de Comunicação
UNICEF Angola
Telefone: +244 936 836 015

Sobre o UNICEF

O UNICEF promove os direitos e bem-estar de todas as crianças, em tudo o que fazemos. Juntamente com os nossos parceiros, trabalhamos em 190 países e territórios para traduzir este nosso compromisso em acções concretas, centrando especialmente os nossos esforços em chegar às crianças mais vulneráveis e marginalizadas, para o benefício de todas as crianças, em qualquer parte do mundo.

Para saber mais sobre o UNICEF e o seu trabalho, siga-nos no FacebookTwitter e Instagram.