Participa!

Informa-te e participa!

Programas de rádio e de televisão de criança para criança

Clube dos Bradas

Grupo de Teatro do Oprimido (GTO)

Notícias

 

Grupo de Teatro do Oprimido (GTO)

© UNICEF/MOZA-01615/G.Pirozzi

Sabias que podes aprender bastante sobre assuntos do teu interesse através de peças de teatro apresentadas por adolescentes e jovens como tu?

Sabias que podes ser tu também actor por alguns instantes, sem ser um profissional, e partilhar as tuas opiniões na peça de teatro que estás a assistir? O Grupo de Teatro do Oprimido (GTO) oferece-te essa oportunidade.

Participa, vais ver que é uma experiência muito interessante e animada.

Afinal o que é o Teatro do Oprimido

É uma forma de teatro interactivo que te obriga a reflectir sobre o tema que está a ser apresentado pelos actores, e depois convida-te a participar (tornando-te protagonista da peça) e a apresentares alternativas e melhores soluções para a questão em debate.

É uma técnica de dramaturgia que ajuda na construção de peças sobre os problemas enfrentados no quotidiano por ti e tua comunidade. Este tipo de teatro é diferente, porque as suas peças não têm um fim determinado e prescrito. A intervenção do público, isto é, a tua intervenção e sugestões é que definem o final da peça.

O Teatro do Oprimido foi introduzido em Moçambique em 2002, e conta com o apoio do UNICEF e vários outros parceiros.

Que temas são abordados

As peças dos Grupos de Teatro do Oprimido reflectem os desafios enfrentados por ti e pela tua comunidade, tais como a prevenção da infecção pelo HIV e o estigma e descriminação de pessoas vivendo com HIV e SIDA, as drogas, a preservação do meio ambiente, o acesso à água potável e saneamento adequado, as boas práticas de higiene individual e colectiva, o respeito pelos direitos humanos e da criança, a democracia, a corrupção, o acesso à educação, o trabalho infantil, o abuso e violência contra crianças e adolescentes, entre outros temas.

© UNICEF/MOZA-2320/T.Delvigne-Jean

Onde se pode ver e participar nas peças do GTO

A Rede de Teatro do Oprimido é composta de mais de uma centena de grupos de teatro do oprimido que apresentam as suas peças regularmente em lugares de grande aglomeração de pessoas – como bairros, comunidades e mercados – em 83 distritos ao longo de todo o país.

Cerca de 90 grupos de teatro do oprimido actuam também nas escolas primárias nos distrito da Maganja da Costa (Província da Zambézia), Chibuto (Província de Gaza), Changara (Província de Tete), Mussorize (Província de Manica) e Buzi (Província de Sofala).

Os Grupos de Teatro do Oprimido estão agora a colaborar cada vez mais com os clubes de escolas como o “Clube dos Bradas”, em peças de teatro radiofónico que podes ouvir na rádio e em documentários projectados nas únidades móveis multimedia. 

Como contactar o GTO

Se tens ideias que queres partilhar, inclusive para possíveis parcerias, ou se queres ter mais informação sobre as actividades do GTO, procura o curinga - Facilitador Comunitário do GTO - da tua comunidade.

Podes contactar a sede do GTO em Maputo, que se se localiza no Ângulo da Rua de Évora e Frei Nicolau do Rosário nº 91-R/C, Bairro da Malhangalene.

Podes enviar um fax ou telefonar para o Telefax: 21 418993

Podes enviar um email para gtomaputo@gmail.com

Podes também contactar o Coordenador Nacional da Rede de Teatro do Oprimido, Alvim Cossa, pelo número 824325330.

Informa-te e participa!!!

 

 
Search:

 Email this article

unite for children