As crianças

Os primeiros anos

Idade escolar

Adolescentes e jovens

 

Idade escolar

© UNICEF/MOZA-01498/G.Pirozzi

Em Moçambique, as crianças têm agora mais oportunidade para aprender do que antes. Actualmente, 83 por cento das crianças estão matriculadas na escola primária, uma subida em relação aos 32 por cento de 1992. O número de escolas primárias e secundárias triplicou e recrutaram-se 3.500 novos professores todos os anos desde 1992.

As propinas escolares foram abolidas em 2004, e introduziu-se um programa de apoio directo às escolas.

No entanto, os investimentos na qualidade da educação não conseguiram acompanhar a expansão do sistema escolar. Muitas escolas ainda não são amigas das crianças. No nível primário do 1º grau, há uma média de um professor para cada 74 educandos e apenas 58
por cento dos professores neste nível têm formação.

Cerca de 70 por cento das escolas não têm água e latrinas separadas para os rapazes e as raparigas. Mais de metade das crianças em idade escolar desistem da escola antes de concluírem a 5ª classe.

Persistem desigualdades em termos de acesso à educação, baseados na zona de residência da criança, se é um rapaz ou uma rapariga e, no nível de pobreza do agregado familiar. Nas famílias mais pobres, por exemplo, apenas 39 por cento das raparigas, em comparação com 52 por cento de rapazes frequenta a escola. Mais de 650.000 crianças que deveriam estar na escola não estão.

O número limitado de professoras – no nível primário do 2º grau, apenas 23 por cento dos professores são mulheres – significa que as raparigas não têm, frequentemente, exemplos a seguir que as possam encorajar a continuar e a completar os seus estudos.

 

 
Search:

 Email this article

unite for children