Centro de prensa

Últimas noticias

Historias de vida

UNICEF en las redes sociales

Posición de UNICEF sobre temas de actualidad

Guías éticas para periodistas y comunicadores

Vocabulario

Advertencia sobre fraudes en Internet

 

UNICEF lança cartilla indígena em Forum de Secretários

Produzida por meio do do Projeto EducAmazônia, a cartilha é a primeira bilingue dos Tembés

Pará 17 de fevereiro 2009 - No próximo dia 18, o UNICEF lança a primeira cartilha bilingue da etnia Tembé, durante a realização do Fórum de Secretários Municipais de Educação, organizado pela Secretaria de Estado de Educação do Pará (Seduc). A Cartilha é voltada para a educação indígena do Ensino Fundamental. Seu lançamento acontece ainda junto com o anúncio da Seduc de construir, ainda este ano, 17 escolas indígenas de Ensino Médio. Três delas serão na Terra Indígena Turé Mariquita, em Tome-Açu, nas aldeias Tembés de Caramiri, Cuxiumiri e Aldeia Nova, que vão atender 88 alunos.

Ténêtéhar (índio) Porangaty (líder mais velho dos Tembés) – Educação Escolar Indígena, Tembé Ténêtéhar é o nome da cartilha. Em pouco mais de 140 páginas,  são contadas histórias, é descrito o alfabeto fonético, com base na língua Tupi e o alfabeto tendo como referência o Tupi Guarani. A Cartilha também propõe atividades pedagógicas para o desenvolvimento da escrita em português e no Tupi.

A publicação é resultado de um trabalho de mais de seis meses. Ao longo deste período foram realizadas cerca de 10 reuniões e encontros, entre a equipe liderada por uma especialista em educação indígena do Projeto EducAmazônia, com o apoio da Prefeitura de Tomé-Açu, e professores, lideranças, mulheres, crianças e adolescentes indígenas para planejar, elaborar e produzir a cartilha.
 
A realização dos inúmeros encontros foram recheados de conversas, troca de informações, produção de desenhos e histórias contadas e registradas. Todas estas atividades foram desenvolvidas com crianças, mulheres, lideranças e educadores. Os desenhos, as fotos e todo o conteúdo foi sendo estruturado com a participação direta dos Tembés.

Ao longo desta construção, crianças e adolescentes retomaram contato com sua própria história. Mas um fato muito especial aconteceu: a língua dos Tembés praticamente perdida para muitos, foi resgatada junto aos poucos membros da etnia que ainda a falam.

Evento: Lançamento da Cartilha Ténêtéhar Porangaty – Educação Escolar Indígena, Tembé Ténêtéhar
Local: Hangar
Data: 18 de fevereiro
Horário: 10 horas

Sobre os Tembés

Os Tembé constituem o ramo ocidental dos Tenetehara. O grupo oriental é conhecido por Guajajara. Sua autodenominação é Tenetehara, que significa gente, índios em geral ou, mais especificamente, Tembé e Guajajara.

Sua população está distribuída entre os estados do Pará e Maranhão. No Pará são 485 pessoas, distribuídas nas terras indígenas de Tembé, Turé Mariquita e Alto Rio Guamá, nos municípios de Tomé-Açu, Paragominas, Santa Luzia do Pará e Nova Esperança do Piriá.

É uma população que vive sob permanente ameaças de violência e invasão de suas terras. Nas duas últimas décadas, a principal luta dos Tembé tem sido pela integridade de seu território, invadido por centenas de famílias de posseiros e pela presença de madeireiros, fazendeiros, mineradoras e outras empresas.

Fontes: http://www.socioambiental.org.br/, http://www.cimi.org.br/  

Outras informações
Kent Page, kpage@unicef.org, UNICEF Brasil
Tamar Hahn, thahn@unicef.org, UNICEF América Latina e no Caribe

Acerca de UNICEF
UNICEF trabaja sobre el terreno en más de 150 países y territorios para ayudar a garantizar a los niños y las niñas  el derecho a sobrevivir y a desarrollarse desde la primera infancia hasta la adolescencia. UNICEF es el mayor proveedor de vacunas para los países en desarrollo, trabaja para mejorar la salud y la nutrición de la infancia; el abastecimiento de agua y saneamiento de calidad; la educación básica de calidad para todos los niños y niñas y la protección de los niños y las niñas contra la violencia, la explotación y el VIH/SIDA. UNICEF está financiado en su totalidad por las contribuciones voluntarias de individuos, empresas, fundaciones y gobiernos.

 

 
unite for children