Onde atuamos

Onde atuamos no Brasil

Grandes centros urbanos

Amazônia

Semiárido

Selo UNICEF Município Aprovado

 

Histórias de vida

Adolescente de São Paulo encontra na comunicação a ferramenta para exercer seus direitos
Vitória Soares do Monte Pereira, de 14 anos, é uma adolescente cheia de sonhos e com uma garra impressionante para conquistá-los. Vitória está confiante e disposta a superar os desafios que lhe forem impostos.

Mãe e filha mostram juntas como superar desafios
Esta é a história de Keliane, 29 anos, e de sua filha Adriana, 14 anos, que nasceu com paralisia cerebral. Os desafios são diários, para ambas, mãe e filha. Keliane diz que, apesar de ficar preocupada, acredita ser importante que Adriana tenha autonomia.

Uma nova imagem no espelho
Sara Matias, 16 anos, cresceu na comunidade do Borel, na cidade do Rio de Janeiro. Hoje, gosta de exibir seu cabelo crespo, que enfeita com diferentes turbantes. Além de valorizar sua negritude, a adolescente aprendeu a se respeitar como menina.

Adolescente de Cidade Tiradentes usa a poesia para expressar seus sonhos e dificuldades
Gabriel Maciel, 17 anos, encontrou na poesia uma maneira para expressar sonhos, dificuldades e aventuras de um adolescente que vive na maior metrópole do País. Escreve sobre seu cotidiano, a região onde vive e o que considera importante para adolescentes.

Jovem busca caminhos para "ter voz na sociedade"
Maria Carolina Arruda Branco acabou de completar 18 anos. Ela é uma das jovens mobilizadoras da Viração, parceira do UNICEF na implementação da Plataforma dos Centros Urbanos em São Paulo.

A arte pela vida
Wilbert Santos, 17 anos, tem uma vasta trajetória em movimentos sociais e conheceu de perto e pelo nome os que nas estatísticas são apenas números: já perdeu entre 10 e 15 amigos assassinados. A forma encontrada para lidar com a dor da perda foi a arte.

Da Bahia para o Mercosul: adolescente leva participação cidadã às escolas do ensino médio
Ravanna Amorim, 17 anos, tem visitado regularmente escolas de ensino médio na região metropolitana de Salvador para trazer para outros alunos informações sobre o protagonismo juvenil e contar sobre sua participação no Parlamento Juvenil do Mercosul.

Criado no Lixão de Maceió, jovem sonha com um futuro diferente para a juventude e para seu filho que vai nascer
Na Vila Emater, na capital alagoana, Samuel Alfredo dos Santos Silva, 19 anos, viveu sua infância, fez amigos, teve mais dois irmãos e se habituou a entender as contradições e os desafios da vida.

Do balé aos fóruns de participação, a história de uma jovem do Rio de Janeiro que mudou a forma de ver a sua própria comunidade
Desde pequena, Jéssica Rodrigues, 19 anos, participou de todas as atividades e projetos que apareceram. Seu maior sonho é buscar sua independência, para poder comprar uma casa e cursar a faculdade de Biologia.

Conselheiro tutelar trabalha todos os dias para garantir os direitos de crianças e adolescentes na Zona Sul do Rio de Janeiro
Quando foi eleito para o Conselho Tutelar da Zona Sul do Rio de Janeiro pela primeira vez, em 2008, Edmilson Ventura Teixeira não era nenhum novato nas causas sociais relacionadas a crianças e adolescentes. Ainda assim, quase desistiu.

Para adolescente de Salvador, nem sempre filho de peixe peixinho é
Lucas Pires Schramm, de 17 anos, não conheceu o pai e a mãe foi presa por tráfico de drogas, quando ele tinha 2 anos de idade. Sua história de vida é marcada pela superação e pela vontade de ser uma pessoa a cada dia melhor.

Plataforma dos Centros Urbanos transforma vida de adolescente em Manaus
Davi, 12 anos, era inquieto, desatento e desinteressado. Mas sua história ganhou novos rumos desde que começou a participar da PCU em seu município. O adolescente mostrou para a mãe, professores e amigos que uma oportunidade pode fazer toda a diferença.

Adolescente de Belém leva participação cidadã para escola e para o bairro onde vive
Dhessica, 14 anos, aprendeu desde muito cedo que precisaria conhecer seus direitos e se envolver nas políticas públicas para crianças e adolescentes a fim de conseguir mudanças tanto em seu bairro, como na sua escola e no próprio município.

Adolescente deixa vida nas ruas e se torna mobilizador de jovens em Fortaleza
Francisco de Assis Ferreira, o Diah, 17 anos, conseguiu sair das ruas e superar o vício por meio do Projeto Gente Grande, iniciativa do Pequeno Nazareno, parceiro do UNICEF na implementação da Plataforma dos Centros Urbanos na capital cearense.

Desigualdade na corda bamba: Adolescente de São Paulo quer mais oportunidades nos centros urbanos
Larissa Braga, 14 anos, vai ingressar no ensino médio em 2015. Terminando a 8ª série, ela frequenta, às terças e sextas, as aulas de ginástica artística e capoeira da Casa de Cultura e Cidadania, na Vila Guacuri, periferia da zona sul de São Paulo.

Plataforma dos Centros Urbanos: Adolescente usa arte para conscientizar sobre direito ao esporte na Brasilândia, em São Paulo
Kelton Campos, de 18 anos, desde criança se interessa por arte, mas é participando de diferentes projetos que encontra conteúdo para criar.

Novo olhar para minha comunidade
Ariane Cristina, 19 anos, moradora do Morro dos Urubus, no Rio, conta sua experiência no projeto Mapeamento Digital de Riscos Socioambientais Liderado por Jovens, realizado pelo UNICEF em parceria técnica com o CEDAPS e apoio da American Airlines e MSC.

Jovem cria programa de rádio para estimular debate sobre infância e adolescência
Todas as semanas, Artur Moreno solta sua voz e sua criatividade nas ondas da rádio comunitária do Cosmos, na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, e fala sobre temas de interesse das crianças e dos adolescentes, como educação, saúde e proteção.

Jogos e brincadeiras ajudam a promover direitos da infância em comunidade popular de São Paulo
Amanda de Paula Martins tem a fala firme e determinada de uma jovem que, aos 19 anos, utiliza toda a sua energia para ajudar a melhorar a vida de crianças e adolescentes que moram na comunidade da Fazenda da Juta, na Zona Leste da cidade de São Paulo.

Quando o esporte transforma vidas
Bruna Alvarenga, 15 anos, superou barreiras por meio do esporte e hoje atua com outros adolescentes para garantir esse direito a meninas e meninos.

Jovem acredita que pode fazer a diferença não só na sua comunidade, mas na cidade e no País como um todo
Alisson Rodrigues Cordeiro, de 18 anos, encara as escolas como grandes parceiras nas ações pela melhoria das condições de vida de sua comunidade, o Itaim Paulista, na Zona Leste de São Paulo.

Adolescente atua pela melhoria das condições de vida de meninos e meninas em comunidade popular de Itaquaquecetuba
A participação de meninos e meninas como Raquel, 15 anos, é um dos diferenciais da Plataforma dos Centros Urbanos. Muitos são voluntários, interessados em participar do processo de transformação social proposto pela iniciativa.

Adolescente participante da Plataforma dos Centros Urbanos no Rio de Janeiro quer ser parte da transformação da sua comunidade
Quem conhece o adolescente Renato Gardel logo se encanta com sua gentileza e capacidade de comunicação. Ele tem apenas 18 anos, mas muita história para contar.

Adolescente aposta na participação de meninos e meninas na construção de uma cidade melhor para todos
Helber Pereira dos Santos, 17 anos, mora em São Paulo, a maior e mais influente cidade brasileira, e sente na pele alguns dos problemas enfrentados pela população do município.

Um jovem que faz a diferença
Wallace Gonçalves é um jovem de 18 anos, morador da Grota, comunidade do Complexo do Alemão, que há dois anos não tinha a menor idéia do que seria de sua vida.

Jovem acredita que a Plataforma dos Centros Urbanos será espaço de participação e oportunidades para a juventude
No Morro dos Prazeres, no Rio de Janeiro, Janice Delfim é bastante conhecida por sua atuação desde os 15 anos em projetos de promoção de saúde, lazer e cultura.

 

 
unite for children