Quem somos

UNICEF no Brasil

UNICEF no mundo

Trabalho no UNICEF

 

Renato Aragão

Renato Aragão é o primeiro Embaixador do UNICEF no Brasil. Desde meados da década de 80, Renato Aragão já colaborava com o UNICEF, participando ativamente de campanhas como a Criança Esperança. Em setembro de 1991, foi empossado oficialmente como Embaixador do UNICEF no Brasil, numa solenidade no Rio de Janeiro que contou com a presença do ator britânico Sir Roger Moore, Embaixador do UNICEF em nível global.

Renato Aragão é de Sobral (CE), cidade do Semiárido brasileiro. Desde 2001, Renato apoia fortemente as ações do UNICEF nessa região, que concentra alguns dos mais preocupantes indicadores sociais do País. O Embaixador empresta sua imagem, sua voz e sua credibilidade para vídeos, spots, anúncios do Pacto Nacional Um mundo para a criança e o adolescente do Semiárido e do Selo UNICEF Município Aprovado.

Renato Aragão foi o único embaixador do UNICEF no Brasil até outubro de 1995, quando deu boas-vindas à cantora Daniela Mercury, em cerimônia realizada no escritório do UNICEF em Brasília. Juntos, os dois embaixadores do UNICEF no Brasil participaram da Campanha Contra a Exploração Sexual Infanto-Juvenil, criada pelo Centro de Defesa da Criança e do Adolescente da Bahia. A campanha ganhou visibilidade em todo o Brasil, tendo sido adotada pelo governo federal. A figura do explorador foi apresentada como a de um criminoso comum. O slogan “Quem cala, consente” ganhou o País, incentivando a denúncia de qualquer tipo de exploração sexual de crianças e adolescentes.

Em fevereiro de 1997, Renato Aragão e Daniela Mercury estrelaram a Campanha Nacional pela Integração do Aluno com Deficiência na Rede de Ensino. Os filmes traziam os embaixadores do UNICEF contracenando com a Turma do Bairro, bonecos que representam jovens com deficiência física, auditiva, visual e intelectual. Essa campanha – uma parceria entre a ONG Sorri Brasil, o MEC e o UNICEF – ajudou a aumentar a taxa de matrículas de crianças com deficiência em 67,5% naquele ano.

Em 1998, gravou um VT sobre a gratuidade do registro civil de nascimento para todos, que havia sido aprovada por lei no final de 1997. A participação de Renato Aragão foi decisiva para o sucesso da campanha que incentivava o povo brasileiro a exigir o cumprimento desse direito.

Renato Aragão entregou o Selo UNICEF Município Aprovado nas três edições da iniciativa no Ceará, em 2000, 2002 e 2004. E, em abril de 2005, junto com Daniela Mercury, participou em Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) do lançamento nacional do Selo UNICEF Município Aprovado e do Pacto Nacional Um mundo para a criança e o adolescente do Semiárido.

O Pacto Nacional Um mundo para a criança e o adolescente do Semiárido foi assinado durante Cúpula dos Governadores do Semiárido em junho de 2004. E Renato Aragão também esteve presente ao evento, que foi realizado em Brasília, no auditório da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

Ainda em junho de 2004, no domingo dia 13, participou, como Embaixador do UNICEF no Brasil, ao lado de atletas, artistas e celebridades, do revezamento da tocha olímpica no Rio de Janeiro. Essa foi a primeira vez que a tocha olímpica passou pelo Brasil.

Em 2005, Renato Aragão recebeu homenagem do Circo Picolino, na Bahia, e aproveitou para falar sobre a importância da certidão de nascimento e da situação das crianças e adolescentes no Semiárido.

Durante nove anos, Renato emprestou sua imagem para o boletim Rádio pela Infância, do qual assinava o editorial todos os meses. Esse boletim contém notícias, sugestões de pautas jornalísticas e temas para programas de rádio. Distribuído para mais de 5 mil radialistas e comunicadores em todo o Brasil, leva informações sobre o trabalho do UNICEF e sobre os direitos de crianças e adolescentes. Renato Aragão também já esteve com o UNICEF em outros países, como Angola, para apoiar meninos e meninas vítimas da guerra.

Renato Aragão também esteve presente na nomeação da personagem dos quadrinhos Mônica como embaixadora do UNICEF no Brasil em 2007. Na cerimônia, realizada em São Paulo, Renato Aragão renovou seu compromisso com o UNICEF e as crianças brasileiras.

Em 2009, a pedido do UNICEF, Renato Aragão gravou um VT convocando a população a ajudar as crianças e famílias vítimas das enchentes no Nordeste do Brasil.

Em 2011, Renato foi homenageado em um almoço oferecido pela MSC Cruzeiros para celebrar os 60 anos do UNICEF no Brasil. Naquele ano, Renato Aragão completava 20 anos como embaixador do UNICEF. Logo depois, nesse mesmo ano, ele participou da Semana do Bebê em Canela. A iniciativa apoiada pelo UNICEF tem como objetivo mobilizar governos e sociedade pela garantia da sobrevivência e do desenvolvimento da criança em seus primeiros anos de vida.  

E em 2013 Renato Aragão foi uma das estrelas da campanha Vim para UNICEF, que tem como objetivo ajudar a garantir acesso a água de qualidade e saneamento adequado às crianças e aos adolescentes em escolas de educação básica do Semiárido brasileiro.

Mesmo com uma agenda profissional extensa, Renato não deixa de participar das ações promovidas pelo UNICEF. Ao longo desses quase 25 anos, o Embaixador tem-se envolvido ativamente em diversas campanhas e ações que buscam garantir que crianças e adolescentes cresçam e se desenvolvam integralmente, com acesso à educação e aos serviços de saúde de qualidade e longe de qualquer tipo de violência e exploração.

 

 
unite for children