Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Jovens do IFCE realizam atividades de prevenção e testagem para HIV, sífilis e hepatites virais

Atividade que integra o Projeto Fique Sabendo Jovem aconteceu durante toda a manhã desta quinta-feira

© UNICEF/BRZ/Leandro da Costa

Fortaleza, 27 de fevereiro de 2014 – Os alunos da comunidade acadêmica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) já estão preparados para curtir o carnaval com responsabilidade. A instituição recebeu durante toda a manhã desta quinta-feira uma equipe formada por jovens voluntários do Projeto Fique Sabendo Jovem! e por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza para um trabalho de informação, prevenção e testagem gratuita para HIV, sífilis e hepatites A, B e C. No total, 50 senhas para o teste foram distribuídas.

A adesão foi total. De sala em sala, os jovens voluntários do projeto davam informações e convidavam os alunos para se reunir no pátio central para se informar, retirar preservativos masculinos e femininos e fazer a testagem gratuitamente.

Como nunca tinha feito o teste antes, Filipe Lima, 20, aproveitou a ocasião para exercer o direito de saber.  “A minha principal motivação é a preocupação com a saúde e com o corpo. No mundo em que estamos hoje é preciso se cuidar. Esse tipo de iniciativa é muito importante porque nos aproxima do serviço de saúde pública. Assim fica mais fácil. O fato de ser todo mundo jovem aqui me traz algum conforto. A gente fica mais à vontade”, contou.

O diferencial do projeto está na abordagem, feita entre pares, de jovem para jovem. “Quando proporcionamos um acesso mais amplo e de uma forma mais jovem a essa testagem, que é tão estigmatizada, isso gera uma adesão grande. Como o jovem fala para outro jovem sobre a realidade das DST (doenças sexualmente transmissíveis) e do HIV, já estamos quebrando um estigma. A ideia que as pessoas têm é de um profissional de saúde com 40 anos de idade, já com uma opinião formada. Quando um jovem chega para falar com outro jovem sobre essa realidade facilita a comunicação. É aquele amigo que está ali, do seu lado, te informando”, explicou Leandro da Costa, membro da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com Aids (RNP+-CE) e um dos voluntários do projeto.

Janaina Sales, 23, também fez o teste pela primeira vez.  “É muito importante porque aproxima o jovem do serviço público de saúde, que é um direito de todos. Resolvi fazer o teste para saber como anda a minha saúde. Esse tipo de projeto é legal porque fala a nossa língua, sem muita enrolação e palavras difíceis. Às vezes os jovens têm medo não do teste, mas de ir ao posto de saúde, do preconceito. Aqui a mensagem é clara: tem que se cuidar”.

Sobre o Projeto
O Projeto Fique Sabendo Jovem é voltado para o público adolescente e jovem (14 aos 25 anos) e trata, sobretudo, do direito à informação em relação aos temas relacionados à prevenção da transmissão do HIV/aids e de outras doenças sexualmente transmissíveis. O projeto visa também à promoção da saúde com a oferta de testes rápidos gratuitos para o HIV e aconselhamento para que o adolescente possa conhecer seu estado sorológico e, havendo necessidade, ser encaminhado para o tratamento e acompanhamento médicos. Para estar mais próximo do seu público-alvo, o projeto utiliza uma unidade móvel (ônibus) com identidade jovem, equipada com estrutura e espaço para testagem e aconselhamento. A Unidade Móvel de Saúde estará vinculada ao Serviço de Atendimento Especializado – SAE Carlos Ribeiro do município de Fortaleza, e funcionará como a extensão desse serviço de saúde.

É uma iniciativa do UNICEF em parceria com a Secretaria da Saúde do Município (SMS) de Fortaleza – por meio da Coordenação Municipal de DST/Aids e Hepatites Virais –, Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV-Aids (RNAJVHA), GAPA-CE, Secretaria da Saúde do Estado do Ceará e o Ministério da Saúde – por meio do Departamento Nacional de DST/Aids e Hepatites Virais.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação do UNICEF
Marcel Bane
Telefone:  (85) 3306 5700

Assessoria de Comunicação da SMS
Eduardo Lobo
Telefone:  (85) 9601 7659

 

 
unite for children