Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

"Declaração do Panamá" para eliminar as disparidades de saúde na América Latina e no Caribe é assinada por 26 governos

Fim das mortes maternas e infantis evitáveis como uma prioridade em conferência regional de alto nível

Cidade do Panamá, 10 de setembro de 2013 – Vinte e seis ministros da Saúde da América Latina e do Caribe e sete parceiros internacionais assinaram hoje, na conferência Uma Promessa Renovada para as Américas, o compromisso chamado "Declaração do Panamá", para prevenir e eliminar, até 2035, todas as mortes maternas e infantis por causas evitáveis. A "Declaração do Panamá" é uma chamada à ação para a região, uma vez que a saúde de mães e crianças não deveria ser determinada por sua etnia ou status econômico, e faz parte do compromisso global pela sobrevivência infantil Uma Promessa Renovada.

Esse é um dos acordos mais importantes entre os governos das Américas e agências internacionais em relação à luta para acabar com as mortes maternas e infantis evitáveis na região, que está diretamente alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio nessa área.

"Agora é essencial impulsionar os esforços e mobilizar os recursos da região para acelerar a realização dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) e da agenda de desenvolvimento para além de 2015" – A Declaração do Panamá

A América Latina e o Caribe fizeram progressos significativos na redução da mortalidade materna e infantil, mais do que outras regiões em desenvolvimento no mundo. No entanto, as grandes disparidades ainda prevalecem na saúde materna e infantil para grupos em situação de pobreza, indígenas, em áreas rurais e outros desfavorecidos. Nesta região, 48% das mortes de crianças menores de 5 anos acontecem no período neonatal, 31% são devido a infecções e 29% são devido a asfixia ao nascer – e quase todas são evitáveis. Em média, mais de 95% das crianças indígenas estão desnutridas, o retardo de crescimento predomina em 20% dos casos e sua expectativa de vida é de 7 a 13 anos a menos do que a média nacional.

Com esse compromisso, cada país ou parceiro internacional se compromete a trabalhar pelo fim das disparidades socioeconômicas e étnicas em resultados de saúde, com as seguintes ações:

  1. Estabelecer planos e estratégias que utilizem pesquisas de saúde baseadas em evidências;
  2. Promover a cobertura universal em saúde;
  3. Expandir a cooperação regional e aumentar as alianças estratégicas;
  4. Mobilizar a liderança política; e
  5. Desenvolver um “roadmap” para marcar e relatar os progressos.

Nos próximos dois dias da conferência Uma Promessa Renovada para as Américas, governos, organizações sem fins lucrativos, organizações religiosas, organizações internacionais de saúde, o setor privado e doadores internacionais utilizarão essa declaração como base para gerar comprometimento e mecanismos para trabalhar juntos para melhorar a saúde e a sobrevivência de crianças na América Latina. Um mapa de ação para a região será apresentado no encerramento da conferência em 12 de setembro.

A conferência regional de alto nível está sendo realizada na Cidade do Panamá de hoje (10/9) até quinta-feira 12 de setembro. O encontro é organizado pelo Governo do Panamá, com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS), Iniciativa de Saúde Mesoamérica 2015 (SM2015), Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/aids (Unaids), Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) e Banco Mundial.

Acompanhe a conferência ao vivo em http://www.apromiserenewedamericas.org/live

Conheça a íntegra da Declaração do Panamá (em espanhol).

 

 
unite for children