Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Jovens indígenas do Alto Rio Solimões, no Amazonas, lançam site com produções audiovisuais sobre direitos humanos

Jornais, fotografias, programas de rádio e vídeos criados por meninos e meninas ticunas e kokamas poderão inspirar outros jovens de todo o Brasil a promover e divulgar seus direitos

© UNICEF/BRZ/Daniela Silva

Tabatinga (Amazonas), 15 de maio de 2013 – Depois de aprenderem a produzir vídeos, programas de rádio, fotografias e montar jornais com foco em direitos humanos, jovens ticunas e kokamas alimentarão um site criado para a rede de jovens indígenas do Alto Rio Solimões, no Amazonas.

Oficinas sobre ferramentas de internet serão realizadas de 17 a 21 de maio, em Tabatinga (Alto Rio Solimões), e o site será lançado no encerramento do encontro.

As oficinas reunirão 30 jovens, coordenadores de educação indígena e monitores dos quatro núcleos de comunicação que funcionam em comunidades indígenas de Benjamin Constant, São Paulo de Olivença e Tabatinga. Os núcleos e as oficinas são resultado de capacitações promovidas pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) como parte do Programa Conjunto de Segurança Alimentar e Nutricional de Mulheres e Crianças Indígenas (PCSAN) da Organização das Nações Unidas com o Governo do Brasil. A ação conta com financiamento do Fundo para o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, criado com recursos do Governo da Espanha.

Ao todo, 50 crianças, adolescentes e jovens ticunas e kokamas dos três municípios beneficiados pelo PCSAN já foram contemplados, diretamente, pelas oficinas de comunicação. As peças audiovisuais, produzidas desde agosto do ano passado, valorizam histórias e ações ocorridas nas comunidades indígenas, e têm sido divulgadas em escolas e pontos de circulação dos moradores, alcançando um público diversificado.

"Os jovens têm lançado seus olhares para a própria realidade, produzindo jornais, vídeos, programas de rádio e fotografias sobre temas relacionados aos direitos humanos, em especial de crianças e adolescentes indígenas. Com o site, essas expressões audiovisuais poderão ser acessadas por um universo ilimitado de pessoas. O UNICEF espera que o protagonismo desses jovens inspire e motive muitos outros meninos e meninas de todo o Brasil a promover e divulgar seus direitos", comenta o representante do UNICEF no Brasil, Gary Stahl.

O site também é uma ferramenta de comunicação contínua para os jovens que passam a compor uma rede de jovens indígenas comunicadores do Alto Rio Solimões. "Com o site, poderemos nos comunicar com outros jovens, e quem sabe agora divulgar ao mundo o que estamos aprendendo. A internet para nós é a ferramenta que estava faltando. Queremos nos comunicar também na nossa língua ticuna e mostrar que podemos continuar nosso costume tradicional, sem jamais deixarmos de ser ticunas", diz o ticuna Sandro Flores, 23 anos.

"Nossa expectativa é aprender a usar a internet para divulgar nosso trabalho pelo site. Esse é um grande incentivo para a gente, porque é difícil chegarem oportunidades para nós jovens indígenas. Com o site, vamos manter sempre contato com outros jovens e nos informar sobre nossos direitos", afirma a kokama Geruzethe Arcanjo, 17 anos.

O endereço do site dos jovens indígenas será divulgado para a imprensa e para os parceiros assim que for concluído.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação do UNICEF
Daniela Silva
Telefone: (92) 9261 0856
E-mail: dsilva@unicef.org

 

 
unite for children