Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

UNICEF e Governo Brasileiro lançam pesquisa para diagnosticar medidas tomadas em situação de desastres naturais

O objetivo é conhecer as condições de atendimento às crianças e aos adolescentes nessas situações

Brasília, 8 de novembro de 2012 – Está no ar a pesquisa “Desastres e Infância” (www.nuteds.ufc.br/unicef), lançada nesta quarta-feira (7/11), pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos (SDH); Secretaria Nacional de Defesa Civil; Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde e do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina, da Universidade Federal do Ceará; e do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres da Universidade Federal de Santa Catarina.

O objetivo do estudo é fazer um diagnóstico das ações realizadas por Estados e municípios durante situações de desastres naturais e emergências; e também conhecer as condições de atendimento às crianças e aos adolescentes nessas situações. Para isso, conta com a participação de todas as coordenações de Defesa Civil dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios que precisam preencher o formulário on-line. O site é dividido em quatro partes (descrição do projeto, parceiros, contato e questionários). São dois questionários que precisam ser preenchidos: um para as defesas civis dos Estados e o outro para as dos municípios.

Os resultados vão ser usados para a elaboração de propostas de redução de risco de desastres em parcerias com as escolas e programas sociais do governo. O levantamento será feito por meio de questionários que estarão no site até 7 de dezembro. A iniciativa conta com o apoio do Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde e do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina, da Universidade Federal do Ceará, e do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres da Universidade Federal de Santa Catarina. É importante destacar que apenas os coordenadores ou os assessores de Defesa Civil vão poder preencher a pesquisa.

O representante do UNICEF no Brasil, Gary Stahl, agradeceu aos parceiros e disse que o Brasil pode contar com o apoio do UNICEF para que as crianças brasileiras não sofram com situações de emergência. Para Antonella Scolamiero, representante adjunta do UNICEF no Brasil, essa pesquisa é muito importante para podermos elaborar uma proposta de diminuição de riscos. “Vamos trabalhar para proteger as crianças antes, durante e depois de alguns desastres”, afirmou Antonella.

O secretário nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração, coronel Humberto Vianna, agradeceu ao UNICEF pela iniciativa, dando destaque para o pioneirismo brasileiro nessa ação. “A experiência do UNICEF no tratamento de crianças em situação de risco é fundamental para a realização de um trabalho seguro. Todos os brasileiros vão ganhar com isso”, disse. Segundo a secretária nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Angélica Goulart, o lançamento da pesquisa é um marco para a proteção das crianças durante as situações de emergência. Ela também destacou a experiência do UNICEF na proteção de crianças e adolescentes, dizendo que a organização vai fortalecer o trabalho no País.

Participaram do lançamento aproximadamente 80 pessoas. Entre elas, o representante do UNICEF no Brasil; a representante adjunta do UNICEF no Brasil; o secretário nacional de Defesa Civil, do Ministério da Integração; a secretária nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente da Secretaria de Direitos Humanos; além dos coordenadores de Defesa Civil dos Estados e capitais e representantes dos escritórios regionais do UNICEF e das Universidades Federais do Ceará e de Santa Catarina.

Mais informações
Gabriela Vale
Telefone: (61) 3035 1983

Alexandre Magno de A. Amorim
Telefone: (61) 3035 1947

 

 
unite for children