Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Jovens kokamas iniciam hoje oficinas de comunicação em São Paulo de Olivença, no Amazonas

São Paulo de Olivença (AM), 11 de setembro – Quatorze meninos e meninas da etnia kokama da comunidade Nova Betânia, em São Paulo de Olivença (Amazonas), formam o grupo de estudantes que participam, a partir de hoje, de oficinas de comunicação, cujo objetivo é fortalecer a participação dos jovens na promoção dos direitos dos povos indígenas e segurança alimentar e nutricional.

Os jovens kokamas se unem a outros 28 jovens ticunas das comunidades de Umariaçu (Tabatinga) e Filadélfia (Benjamin Constant) que já estão conhecendo ferramentas de comunicação, com o propósito de registrar fatos locais relacionados ao direito humano à alimentação adequada e à Convenção nº 169 sobre Povos Indígenas e Tribais da OIT. Os grupos estão realizando entrevistas e fotografando profissionais, lideranças, mulheres, crianças e jovens de suas próprias comunidades, além de parceiros que também são fonte de informação.

As oficinas seguem até o dia 13 de novembro de 2012. Após esta data, os 42 jovens ticunas e kokamas capacitados atuarão como multiplicadores, compartilhando o que aprenderam com outros estudantes da rede municipal de educação indígena. A sustentabilidade das oficinas está sendo garantida por meio de parceria do UNICEF com as prefeituras municipais de Tabatinga, Benjamin Constant e São Paulo de Olivença, além de outros parceiros locais, como FUNAI Alto Rio Solimões; DSEI Alto Rio Solimões; lideranças indígenas das três comunidades (Umariaçu, Filadélfia e Colônia São Sebastião), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Instituto Federal do Amazonas (IFAM), Rádio Nacional Alto Solimões, Organização Geral dos Professores Ticunas Bilíngues (OGPTB), Museu Maguta e Associação das Comunidades Indígenas Kokamas de São Paulo de Olivença (Acik/SPO).

A iniciativa faz parte do Programa Conjunto de Segurança Alimentar e Nutricional de Mulheres e Crianças Indígenas no Alto Rio Solimões (AM) e em Dourados (MS) – Pcsan, que visa contribuir para a garantia dos direitos à saúde e à alimentação saudável para a população indígena das duas regiões prioritárias.

O Programa Conjunto tem sido realizado, desde 2010, por cinco organismos das Nações Unidas (FAO, Pnud, Opas/OMS, OIT e UNICEF), em parceria com o Governo Brasileiro, representado pela Fundação Nacional do Índio (Funai); Ministério da Saúde (MS); Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e Agência Brasileira de Cooperação (ABC).

A iniciativa conta com o financiamento do Fundo das Nações Unidas para o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (MDG-F), e parcerias com instituições públicas locais, universidades, entidades da sociedade civil, lideranças e organizações indígenas envolvidas na implementação das ações.

“Acreditamos no potencial dos jovens indígenas como disseminadores de direitos humanos e agentes de transformação em suas comunidades, a partir da criação e divulgação de produtos de comunicação que relatem informações de interesse dos povos indígenas relacionados à saúde e à segurança alimentar e nutricional”, ressalta a coordenadora do Programa de Sobrevivência & Desenvolvimento Infantil e HIV/aids do UNICEF e responsável pelo Pcsan, Cristina Albuquerque.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação
Daniela Silva
Telefone: (92) 9261 0856
E-mail: dsilva@unicef.org

 

 
unite for children