Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

UNICEF, SDH e Observatório de Favelas lançam guia para prevenir homicídios de adolescentes e jovens

© UNICEF/BRZ/Alexandre Magno Amorim
Casimira Benge, Raquel Willadino, Ignacio Cano e Carmen Oliveira lançam o Guia Municipal de Prevenção da Violência Letal contra Adolescentes e Jovens, na Cidade dos Direitos da 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, em Brasília.

Brasília, 13 de julho de 2012 – O UNICEF, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e o Observatório de Favelas lançaram na noite de ontem (12/7) o Guia Municipal de Prevenção da Violência Letal contra Adolescentes e Jovens. O evento foi realizado na Cidade dos Direitos, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, onde ocorre a 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O lançamento contou com a participação de Casimira Benge, coordenadora do Programa de Proteção do UNICEF no Brasil; Raquel Willadino, do Observatório de Favelas; Ignacio Cano, coordenador do Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-Uerj); e Carmen Oliveira, Secretária Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

O Guia Municipal é parte do Programa de Redução da Violência Letal contra Adolescentes e Jovens (PVRL) e tem o objetivo de proporcionar uma metodologia que oriente os gestores dos municípios brasileiros na elaboração de políticas públicas voltadas para a redução da violência letal contra adolescentes e jovens. Nele são apresentados os passos necessários para a elaboração de um diagnóstico local, a formulação de uma política de prevenção de forma participativa e o monitoramento e avaliação da política implementada.

As taxas de homicídio entre jovens e adolescentes no Brasil estão entre as mais altas na América Latina.

Para a coordenadora do Programa de Proteção do UNICEF no Brasil, Casimira Benge: "esta é uma contribuição importantíssima para os municípios enfrentarem esse desafio". Ela destacou que as mortes entre essa população têm cor, sexo e território. Os dados oficiais demonstram que os adolescentes e jovens do sexo masculino e negros são as maiores vitimas de homicídio no Brasil. "Cada criança e cada adolescente têm o direito de crescer sem violência. É dever do Estado, da sociedade e da família garantir isso", concluiu Casimira.

Raquel Willadino, Coordenadora da Vertente Direitos Humanos do Observatório de Favelas, explicou como o Guia foi construído com os gestores municipais.

O papel dos municípios é fundamental para as políticas de redução da letalidade, tendo em vista que os homicídios possuem causas e motivações diversas e, portanto, necessitam de estratégias preventivas direcionadas às especificidades locais.

O Guia contextualiza o tema da violência letal contra adolescentes e jovens no Brasil e o papel desempenhado pelos municípios na elaboração de políticas públicas preventivas. Sua leitura e utilização por parte dos gestores locais fortalecerá a inclusão dessa temática na agenda municipal e as ações preventivas que poderão ser desenvolvidas no âmbito local.

Inácio Cano destacou que cada município tem de construir suas respostas de acordo com sua realidade local. "Não existe uma resposta única, mas o Guia pode contribuir nessa construção".

Faça o download do Guia Municipal de Prevenção da Violência Letal contra Adolescentes e Jovens em nossa Biblioteca.

Para mais informações:
Assessoria de Comunicação do UNICEF no Brasil

Assessoria de imprensa do PRVL
Observatório de Favelas
Cecília Olliveira
Telefones: (21) 8376 6949; (61) 8238 9683; (21) 3105 0204 ramal 208
E-mail: cecilia@observatoriodefavelas.org.br

 

 
unite for children