Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Lançado em Brasília projeto Cidades da Copa

© UNICEF/BRZ/Estela Caparelli
A representante-adjunta do UNICEF no Brasil, Antonella Scolamiero (segunda a partir da esquerda), participa do lançamento do projeto Cidades da Copa, idealizado pelo Instituto Esporte Educação (IEE). O evento foi realizado em 14 de junho, em Brasília.

Brasília, 15 de junho – Foi lançado ontem em Brasília o primeiro da série de eventos do Cidades da Copa, projeto voltado para criação e fortalecimento das ações de governos e sociedade civil para a construção do legado social e esportivo nas cidades-sede da Copa de 2014.

Além de Brasília, o projeto será realizado, em sua primeira fase, em Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba.

A iniciativa prevê a realização de três encontros de dois dias de duração em cada uma dessas cidades com a participação de representantes do governo, da sociedade civil, incluindo adolescentes, para discutir o legado social dos megaeventos esportivos, as dimensões sociais do esporte e o direito à prática esportiva.

Em cada evento, será elaborado um plano de ação de esporte para todos. Também serão realizadas ações de mobilização social, com debates, oficinas e atividades comunitárias.

O objetivo do projeto é contribuir para o reconhecimento do esporte como direito, ajudar a dobrar o número de esportistas nas cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 e universalizar o acesso às práticas de educação física escolar no País.

Em Brasília, a iniciativa mobilizará as Secretarias de Esporte, Educação, Saúde, Desenvolvimento Social, academias, Sesc, Sesi, ONGs e as federações esportivas.

Idealizado pelo Instituto Esporte Educação (IEE), o projeto conta com o apoio da Secretaria de Esporte, REMS, UNICEF e Atletas pela Cidadania e patrocínio da CCR e do Instituto Votorantim, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, do Ministério do Esporte.

O lançamento, realizado no Centro Universitário de Brasília (UniCeub), contou com a presença dos representantes de sete secretarias de Estado do governo do Distrito Federal, entre eles, o secretário de Esporte, Célio René, e da representante-adjunta do UNICEF no Brasil, Antonella Scolamiero.

Também participaram do encontro atletas como Ana Moser, presidente do IEE e do Atletas pela Cidadania, Ricardo Lima, Carmen Oliveira, Ricardo Vidal, Rui Campos e Pipoka.

Evento em Brasília – Em Brasília, o projeto reunirá nesta quinta e sexta-feira instituições da sociedade civil e órgãos da administração pública envolvidos diretamente com as áreas de esporte, educação, cidadania, infância e adolescência.

Serão realizadas mesas-redondas com apresentação de sugestões sobre a construção do legado social e esportivo em Brasília e será criado um cronograma para elaboração de um Plano de Ação, com a definição de objetivos, metas e funções de cada instituição participante da iniciativa.

Nos seminários, será avaliada a situação de cada cidade em relação ao esporte em relação a temas como estrutura física voltada para a prática esportiva, incentivos governamentais, educação física nas escolas, formação de professores e ações já desenvolvidas para a garantia do direito ao esporte.

“É importante ouvir as instituições que representam os cidadãos e criar uma rede de discussão e de ações que, a partir de agora, fortalecem o esporte como instrumento transformador do ser humano”, disse o secretário de Esporte do DF, Célio René. “Não estamos falando apenas da formação de futuros atletas olímpicos. Estamos falando de um processo de desenvolvimento de uma sociedade que pratica esporte e é mais saudável em todos os aspectos.”

“Nós, do UNICEF, acreditamos que o país precisa aproveitar este momento único para garantir que a construção do legado dos megaeventos inclua a participação dos adolescentes, que com seus olhares críticos, ajudem a desenhar as políticas públicas com foco no direito ao esporte seguro e inclusivo”, disse Antonella Scolamiero, representante-adjunta do UNICEF no Brasil.

“O projeto Cidades da Copa pretende facilitar a criação de um ambiente onde as pessoas que fazem e se preocupam com o esporte possam se encontrar e debater sobre os caminhos para ampliar e qualificar a acesso de todos ao esporte”, declarou a presidente do Instituto Esporte & Educação, Ana Moser. “Governos, instituições e pessoas, todos unidos no objetivo de estabelecer o legado social e esportivo dos grandes eventos.”

Mais informações:
Estela Caparelli
Telefone: 61 3035 1963
E-mail: mecaparelli@unicef.org

 

 
unite for children