Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Flamengo e UNICEF entram em campo pelos direitos de crianças e adolescentes

Rio de Janeiro, 6 de novembro – A partida realizada hoje no estádio do Engenhão (RJ) entre Flamengo e Cruzeiro terá um motivo a mais para emocionar o público. Pela primeira vez, os jogadores do Flamengo entrarão em campo vestindo a camisa com a marca UNICEF, que estará sempre estampada ao lado do escudo do time.

A camisa simboliza o compromisso com a causa da infância e adolescência assinado pela presidente do Flamengo, Patricia Amorim, na última sexta-feira, 4/11, na sede do clube, no Rio de Janeiro.

O compromisso "Meu time é nota 10!" é um conjunto de 10 princípios relacionados à proteção e à promoção de direitos de crianças e adolescentes – atletas e não atletas – dentro e fora do clube. O documento servirá de guia para o plano de trabalho que o Flamengo realizará para fortalecer as ações de responsabilidade social do clube com o apoio do UNICEF.

A parceria prevê ainda campanhas contra o racismo, o trabalho infantil, a violência e de promoção do esporte seguro e inclusivo.

Outras duas novidades foram preparadas especialmente para o jogo deste domingo. Além da marca UNICEF, o verso da camisa apresentará mensagens sobre direitos baseadas no Estatuto da Criança e do Adolescente. A agência África, do grupo ABC, de Nizan Guanaes, criou os traços dos números da camisa tendo como inspiração desenhos de crianças que participam da Plataforma dos Centros Urbanos, iniciativa do UNICEF.

Antes da partida, os jogadores entrarão em campo com crianças de projetos sociais apoiados pelo Flamengo e bandeiras do Flamengo e UNICEF. Algumas das crianças receberam o apoio do Flamengo após a tragédia na escola Tasso da Silveira, ocorrida em abril deste ano, quando um jovem de 23 anos matou a tiros 12 crianças e deixou outras 10 feridas. Os jogadores também estarão acompanhados pela presidente do clube, Patricia Amorim, pelo Diretor Executivo do UNICEF, Anthony Lake, e pelos personagens de Mauricio de Sousa Mônica, Embaixadora do UNICEF no Brasil, e Ronaldinho, inspirado no jogador Ronaldinho Gaúcho. Também entrarão em campo no início do jogo os mascotes do Flamengo Uruba e Urubinha.

Mais informações
Assessoria de Comunicação UNICEF
Estela Caparelli
E-mail: mecaparelli@unicef.org
Telefone: (61) 8166 1648

Flávia Gomes (Santafé Ideias)
E-mail: flavia@santafeideias.com.br
Telefone: (61) 9112 3544

Assessoria de Comunicação do Flamengo
Bernardo Monteiro, Roberta Pinto ou Renata Garavaglia
E-mail: comunicacao@flamengo.com.br
Telefone: (21) 2159 0190


LEIA TAMBÉM

Flamengo e UNICEF unem forças pelos direitos de crianças e adolescentes.

Meu time é nota 10! – Conheça os 10 compromissos para a promocão e proteção dos direitos de crianças e adolescentes na prática esportiva e saiba mais sobre esta parceria.

Quando todo mundo joga junto, todo mundo ganha!


 

 

 

 

Galeria de fotos

Fotos: © Alexandre Vidal/Fla Imagem e Fábio Caffé/UNICEF

Clique nas imagens para ampliá-las
O Diretor Executivo do UNICEF, a Representante do UNICEF no Brasil, a presidente do Flamengo, acompanhados de crianças, entram em campo no domingo 6 de novembro, antes da partida entre Flamengo e Cruzeiro – Foto: © UNICEF/BRZ/Fábio Caffé

Acompanhados de crianças com a camisa do UNICEF, jogadores do Flamengo entram em campo vestindo a camisa com a marca UNICEF, estampada ao lado do escudo do time – Foto: © Alexandre Vidal/Fla Imagem

Os jogadores entram em campo com crianças de projetos sociais apoiados pelo Flamengo. Algumas dessas crianças receberam o apoio do clube após a tragédia na escola Tasso da Silveira, ocorrida em abril de 2011, quando um jovem matou a tiros 12 crianças e deixou outras 10 feridas – Foto: © Alexandre Vidal/Fla Imagem

A camisa com a marca UNICEF, estampada ao lado do escudo do time, simboliza o compromisso do Flamengo com a causa da infância e adolescência – Foto: © Alexandre Vidal/Fla Imagem

Além da logomarca do UNICEF, as camisas do Flamengo apresentaram no verso mensagens sobre os direitos das crianças e dos adolescentes – Foto: © UNICEF/BRZ/Fábio Caffé

Os mascotes do Flamengo, os personagens de Mauricio de Sousa, crianças e adolescentes com o Diretor Executivo do UNICEF, a Representante do UNICEF no Brasil, a presidente do Flamengo antes do jogo no domingo 6 de novembro – Foto: © UNICEF/BRZ/Fábio Caffé

O Diretor Executivo do UNICEF, Anthony Lake; a presidente do Flamengo, Patricia Amorim; a representante do UNICEF no Brasil, Marie-Pierre Poirier; e os personagens de Mauricio de Sousa R10 e Mônica, que é Embaixadora do UNICEF no Brasil – Foto: © Alexandre Vidal/Fla Imagem

O Diretor Executivo do UNICEF, a Representante do UNICEF no Brasil, Mônica, Embaixadora do UNICEF no Brasil, e R10, personagens de Mauricio de Sousa, com as crianças e os adolescentes que entraram em campo antes do jogo no Engenhão – Foto: © UNICEF/BRZ/Fábio Caffé

O atacante Deivid, autor dos dois primeiros gols do Flamengo na partida contra o Cruzeiro, vestiu a camisa com a frase INFÂNCIA SEM DESIGUALDADE – Foto: © Alexandre Vidal/Fla Imagem

O verso das camisas estampou mensagens sobre direitos baseadas no Estatuto da Criança e do Adolescente. A agência África, do grupo ABC, de Nizan Guanaes, criou os traços dos números das camisas tendo como inspiração desenhos de crianças que participam da Plataforma dos Centros Urbanos, iniciativa do UNICEF – Foto: © Alexandre Vidal/Fla Imagem

A camisa número 7, de Thiago Neves, autor de três dos cinco gols do Flamengo na partida contra o Cruzeiro, estampava a frase INFÂNCIA SEM BULLYING. Na foto, o meia do Flamengo recebe instruções do técnico Vanderlei Luxemburgo – Foto: © Alexandre Vidal/Fla Imagem

A camisa de Ronaldinho Gaúcho estampava a frase INFÂNCIA SEM DISCRIMINAÇÃO. Na foto, o capitão do time comemora, com o atacante Deivid e o meia Thiago Neves, um dos cinco gols do Flamengo – Foto: © Alexandre Vidal/Fla Imagem
unite for children